ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

MEU BLOG EM PANE

ATENÇÃO. MEU BLOG EM PANE. POR ISSO NÃO ESTOU RESPONDENDO,NEM COMENTANDO NOS DOS AMIGOS. ABRAÇOS

7 comentários:

Fatima disse...

O trem chato heim!
Bjs.

Sandra Botelho disse...

Espero que tudo se resolva logo.Bjos

Tatiana disse...

Hoje realmente a blogosfera está toda em pane... Custei a comentar em alguns blogs.
Espero que em breve tudo volte ao normal.
Um abraço carinhoso

Majoli disse...

Tomara que essa pane suma depressinha pra continuares a nos presentear com a semana dos anos 80, que eu estou AMANDO.

Beijos meu amigo.

Impulsiva disse...

Seu blog em pane e eu sem tempo, rsrsrs.
Nossa quanta saudade de vir por aqui, parece mentira que mal tenho tido tempo para postar algumas coisas e olhe lá...não com a mesma frequência de antes...sinto muita falta de vir aqui quase que diariamente.
Mas vou me atualizar agora, rsrsrs.

Beijos Carlos.

Pelos caminhos da vida. disse...

Aguardo essa pane passar amigo.

beijooo.

Elzenir Apolinário disse...

Volte logo, amigo. Bjs