ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

terça-feira, 4 de maio de 2010

EU NÃO SOU O ÚLTIMO ROMÂNTICO DO MUNDO


Há tempos venho tentando fazer esse texto. Vocês sabem, tem dia que não sai mesmo. Hoje na madrugada ele saiu. Já ouvi várias vezes a expressão: “O último romântico do mundo”. É até uma expressão lírica, bonita, dosada de um pouco de tristeza. Ou muito. Já pensou você ser o último romântico do mundo? Ter amor e não ter a quem passar? Já vi em títulos ou trechos de música. Já vi em títulos de filme. E até de blogs. Até eu mesmo já me intitulei “o último romântico do mundo”. Mas eu falava isso com tristeza. Desculpem eu ter que repetir trechos de postagens passadas, mas faz-se necessário. Há muito tempo fui apresentado como poeta à uma garota e ela disse. “Poeta? Que legal. Ainda existem poetas?”. Ela não fez por mal, mas me doeu. Respondi todo sem graça. “Existe sim. Olha eu aqui”. E ela. “Nunca tinha visto um poeta. Pensava que se limitava aos dos livros, os antigos”. Fiquei com aquela sensação de estar praticando poesia sozinho. Pensei depois. “Realmente, cadê os outros poetas?”. Eu era muito jovem e não via a poesia espalhada, não havia tanta divulgação como hoje com o grande e sensacional fenômeno que é a internet. Eu adoro a internet. Então na época fiquei pensando: “Será que sou o último romântico do mundo?”. Será que sou o último amante à moda antiga? Pôxa, que coisa mais triste”. Quando percebi na net uma poderosa ferramenta e melhor ainda se usada para o bem, comecei a acessar sites, comunidades de orkut, ver concursos literários abertos, acessíveis, coisas que há 20 anos não havia, fiquei feliz e maravilhado com as possibilidades. Para se ter uma ideia, o primeiro concurso literário do qual participei, foi em 1986, por sinal me saí muito bem, eu o descobri num cantinho de jornal em letras pequenas, quase invisível a olho nu. Até comentei com uma amiga de trabalho. “Coisas de cultura eles põem bem pequeno. Como um país desse pode andar?”. Voltando aos dias de hoje, quando comecei acessar assuntos relacionados à poesia, fui vendo os rostos de pessoas, poetas como eu. Românticos como eu. Digo a vocês de coração, não sei falar a não ser com o coração, minha boca é só uma ferramenta... disse a mim mesmo quando vi um grande universo de pessoas praticando poesia: “Que bacana. Não sou o último romântico do mundo. Olha só quanta gente como eu”. Hoje, muito mais que estar feliz por isso, nem ouso dizer que sou o último romântico do mundo. Seria muita pretensão e até desrespeito com os outros românticos. Como já disse no poema OS TRILHOS, ‘não quero ser um anjo, nem um líder dessa gente. Quero apenas ser um elo, entre os elos da corrente’. Corrente do bem ( de passagem, nome de um belo filme), porque em quase dois anos e meio de blog, nunca vi um só poema ou texto, denegrindo, difamando alguém, pregando o mal. Pelo contrário vejo gente falando de amor, amizade, respeito ao próximo, preservação da natureza, enfim... o bem. Por isso posso enfatizar: Eu não sou o último romântico do mundo. Assunto encerrado!

26 comentários:

Gilson disse...

Não Carlos, não somos os últimos romântico do mundo, só aqui pelo nosso meio tem românticos inveterdos, o romântismo não acabou, o que se foi foram as oportunidades de ser romântico.
Hoje em dia pouco se encontra um barzinho com música ao vivo, onde podemos dançar agarradinho, tudo está tão corrido e as vezes frio e barulhento.

Abs

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Disse bem, caro Gilson. Um abraço

Pelos caminhos da vida. disse...

Apesar do romantismo hoje em dia estar em falta, eu sou uma romântica a moda antiga.

Bom dia amigo.

beijooo.

Everson Russo disse...

Mas não é mesmo,,,se quiser o titulo vai ter que brigar comigo...rs..rs..rs..rs...vai encarar? rs..rs..rs..sabe,,,esse negocio de ser romantico,,,o que realmente seria? abrir a porta do carro,,,mandar flores,,,escrever um poema,,,uma canção,,,chorar por amor,,,sentir o amor,,,sonhar com o amor perfeito,,,se é que existe isso,,,perfeição no amor....acho que não,,,pegar a amada no colo,,,levar pra cama...ou romantico já se entrega quando simplesmente fica igual bobo olhando a amada se arrumar,,,sem falar nada,,,mas amando intensamente.....um forte abraço e um belo dia pra ti....

Felina Mulher disse...

Olha mais uma aki..\o/...mas confesso que já fui muito mais romântica do que sou hj...hj sou uma romantica rebelde, pois ser romântico,creio eu que é ter alguém, igualmente romântico, que sinta prazer em olhar nos seus olhos e sob o comando do coração sussurrar: Eu te amo muito! Nossa! Como isso é romântico!

Vc é um poeta (poetas existem SIM)e Romantico (não o ultimos, mas um dos poucos que conheço).

Um beijo menino beija flor e que continues assim Romantico e Apaixonado.

José disse...

Olá Carlos,
Um bonito texto, e uma boa reflexão sobre o romantismo, li tudo de uma assentada, quero dizer de uma vez.
Mas estou a ver que Everson, quer também o titulo para ele.

um grande abraço,
José.

Elaine Barnes disse...

Já fui muito romântica, hoje não sei nem como estou,pois, não tenho espelho para partilhar um relacionamento. Com certeza admiro os românticos de plantão, dá uma sensação de vínculos quando leio aqui os poetas.Coisa bonita que conforta o coração da gente.
Concordo com o Gilson também,as oportunidades que diminuiram.Falta encontrarmos um novo eixo nos tempos modernos.Adorei! Montão de bjs e abraços

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

hahahahahahah, que lindo, apareceram aqui os poetas que mais gosto na net :D

Não sou romantica, não sei fazer declarações dE afeto, não sei pensar em delicadezas para fazer e agradar.
Não sonho a luz da Lua, não sei dançar agarrado, não divago escutando o som de pássaros.

Na verdade, sou uma fraude :D

Secreta disse...

:)
Não és , sem dúvida , mas, o teu romantismo pode ser considerado único... assim como o de todos, porque todos são/somos únicos. Logo, especiais.
Beijito.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Oi,Ana. Imagino que é romântica,pelos seus textos que posta. Bom isso. Beijos
///
Caro Everson, impossível quem é poeta, não ser romântico. Qie a gente fica assim meio boão,fica mesmo. Abração
///
Oi, Felina. Esse é seu perfil mesmo, uma rom^ntica rebelde.mas fico feliz que a dose de romantismo está aí dentro de você. E obrigado pelo elogio. Beijos
///
Prezado José. Vou dividir com ele rs rs. Já dividimos até poesia, por que não mais essa? Um abração
///
Elaine, você ainda é. Está aí dentro de você. Então completando sua fala e do Gilson, é o dia a dia que trapalhou tudo isso, claro com nossa conivência. Beijos
///
Ah, não diga isso de você na Cristina. Claro que é.E as coisas belas que escreve? Obrigado por me citar entre os amigos. Beijão

Luciana P. disse...

É, Carlos, românticos existem muitos e é bonito isso, assim como não o ser. As pessoas encantam pelas suas peculiaridades. E quem não gosta, é só não se aproximar muito, não é? Que os românticos continuem existindo, pois são eles que dão um colorido especial às emoções.

Beijos, adorei o seu texto, bem reflexivo.

o mar e a brisa do prazer de aprender disse...

Meu amado amigo e poeta, tenho um presentinho para você no meu blog. Bjus

Lúcia Amorim: disse...

Meu Menino Beija Flor,
Todo carinho para vc.
Abraços Lúcia

Sandra Botelho disse...

Eu sou uma romantica assumida e extrema.
Não podemos deixar o romantismo acabar, o mundo ficaria tão mais frio.
Ainda bem que ainda somos em grande numero, Mas a tendencia pelo que vejo é diminuir sempre mais...
Que triste não é Antonio?
Rsrsrsrsrsr... Brincadeirinha Carlos, não esqueceria teu nome pois te adimiro e respeito.
Bjos achocolatados

Paulo Tamburro disse...

CARLOS,

VOCÊ É UM DOS MEUS POETAS PREFERIDOS,E QUEM DIZ QUE A POESIA MORREU, NÃO TEM VIDA NO CORAÇÃO.

A VIDA É SÓ POESIA, E EU LAMENTO NÃO TER ESTA CAPACIDADE INTELECTUAL QUE VOCÊ TEM PARA A POESIA.

MEU NEGÓCIO É HUMOR, E HUMOR QUALQUER UM ESCREVE.

VOCÊ É UM BELO POETA E MEU AMIGO VIRTUAL FIEL E CONSTANTE, SEMPRE GENEROSAMENTE ME PRESTIGIANDO COM A GENTILEZA DA SUA ATENÇÃO E SEUS INTELIGENTES COMENTÁRIOS.

PORTANTO, CARLOS UM DIA VOU TENTAR ESCREVER UM POEMA. QUEM SABE?

E PARABÉNS PELA SUA COMPETÊNCIA!

UM GRANDE ABRAÇO CARIOCA E FIQUE COM DEUS.

Lou Alma disse...

Nao e mesmo, olha tantos aqui contigo :)

Faces de Mulher disse...

Boa tarde Carlos!!!
Graças dou por você não ser o ultimo romântico...
Mas colocar-me-ei, e colocarei você e muitos...
Como anjos do amor...
Anjos do amor...
Essa concepção nos da à oportunidade de pisarmos nas nuvens...
Tocarmos as estrelas...
Ignorar o tempo...
Fechar os olhos e nos sentirmos acariciados por sentimentos nobres...
Temos a capacidade de tocar os corações com nossas palavras, poesias e textos...
Temos a liberdade de termos sem pertencermos...
Não somos vencidos...
Somos vencedores nos que nos toca quanto ao amor...
Somos fontes de águas límpidas do amor...
Saciamos a sede de muitos quando os mesmos nos lêem...
Revigoramos corações e almas...
Por tudo, não somos e nem devemos ser “O ULTIMO ROMÂNTICO”...
Mas continuaremos sendo “ANJOS DO AMOR” ou “ANJOS DE AMOR”...
Amei seu texto como sempre...
Bjks...
Chrys
;)

Amor feito Poesia disse...

A menos que me calem os anjos da noite,
terei eu sempre uma palavra de amor para distribuir,
não que seja eu a dá-la de mim a outros corações,
posto que não seria eu capaz de tal proeza,
porem estou certo de que Deus fala por mim,
não por ser eu digno de tal distinção,
mas por ser Ele, aquele que sempre me busca!

Santaroza


Boa Tarde.......Beijos & Flores!!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Carlos
Com certeza você não é o último romântico do mundo, mas com certeza você é um dos poucos a não ter vergonha de declarar esse romantismo.
Grande abraço

Poeta del Cielo disse...

E verdade meu amigo... nao somos os ultimos romanticos.... mas sim aquelos que desejan que o romanticismo no acabe jamais.... pois e ele que nutre nosso coracao...

Abs.

IT. disse...

Carlos Soares,
Como já sabemos...
românticos são poucos,,,
românticos loucos,,,
românticos são poucos como nós,,,
Ser romântico é ser terno, sonhador, amoroso, feliz, carente e sobretudo inteligente, e,isso vc é naturalmente.
O estado do romantismo nos deixa com uma leveza indefinível,uma sensação de relaxamento e pq não dizer, extasiados ao senti o amor. Enfim é dá teus sentidos...
O toque o olhar,,,,o coração.

Uma noite de paz ao poeta.

♥*♥(franciete)♥*♥ disse...

Oi meu querido amigo tenho estado um pouco em falta por aqui, mas sabe tenho andado um pouco cansada com as pinturas em casa e não dá lá muito para estar no PC.
Só mesmo vir dar as boas noites e dizer fique com Deus.
Beijinhos de luz e paz em seu coração

"Cantinho Poético" disse...

Agradeço seu carinho de sempre.

A amizade é um amor que nunca morre.

Mário Quintana


Beijos e carinhos meus!! M@ria

Sonia Schmorantz disse...

Talvez não seja o último romântico, mas com certeza é um dos românticos corajosos, que fala de amor...quantos não tem esta coragem?
abraço

Majoli disse...

Nossa eu sou romãntica por demais da conta Carlos.

Faço coisas que se eu contar vão rir de mim, chego até a ser infantil de tanto romantismo que tenho aqui, fica à flor da pele.

Meu amigo, quero aproveitar pra te convidar pra comer um pedaço de bolo e brindar com uma taça de champagne em comemoração ao primeiro ano de vida do Rabiscos, você não pode faltar, é hoje 05 de maio, dia inteirinho vai ter festa.

Beijos no teu ♥ meu querido amigo.

Guida Rosa disse...

não você,,não é o ultimo romântico do mundo..
e é lindo vir a sua página e ler oque vc escreve..
obrigada por ser seguidor do meu blog abraços GUI.