ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sábado, 10 de abril de 2010

QUANDO UM MENINO CHORA


( imagem google )
Quando um menino chora
tudo chora em volta de si..
A tristeza toma conta, ninguém pode detê-la.
Embaça o horizonte, ofusca a estrela.
Parece que o chão vai se abrir.
Arco-íris fica feio, flor não tem perfume.
Tudo em volta é queixume.
Beija-flor nem sorri.
Quando um menino chora
borboleta chora também.
Uma lágrima vira um rio
e esse rio vai muito além.
Vai arrastando tudo que é flor
derrubando sonhos e esperança.
Quando chora uma criança
vejo um dilúvio de dor.
Quando um menino chora
toda hora é noite, apaga-se a aurora,
não tem nada que embeleze a rua
nuvens negras escondem a lua.
Ah, se eu encontrasse por aí afora
quem fez o menino chorar...
com certeza, eu diria
a gente não pode o menino magoar,
pois se um menino perde a alegria
não há festa, não há vida,
nem mesmo poesia.

Nota: Não suporto ver criança chorando. Pergunto logo por quê. Lembro de mim, de como ficava quando chorava.

31 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Quando uma criança chora, se não for de pirraça, dá logo vontade de pegar no colo. Se for de pirraça dá logo vontade de dar umas palmadas rsrsr
Abração

Luciana P. disse...

A infância, realmente, é uma época pura, ingênua e frágil das nossas vidas.
Lindos versos, Carlos.
De inspiração doce e emocionante.

Beijos pra ti e um ótimo final de semana!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Ah, a Luciana P. apareceu. Agora estou feliz. Beijos,Lu.
///
Pois é , Wanderley. Não fui claro. Choro de pirraça não suporto mesmo.m abraço

Juliana Sphynx disse...

Figura e poema estão 10!
Bom final de semana
=)

Elaine Barnes disse...

Belo poema e foto. Quando um meninno chora ,se for de tristeza e dor a gente fica até sem ação e só nos resta dar amor,colo,conversar...Quando a gente vê e não pode fazer nada,o instinto materno se frustra.Por outro lado vemos que é um menino com sentimentos e sensibilidade. Montão de bjs e abraços

FERNANDINHA & POEMAS disse...

QUERIDO CARLOS, BELA POSTAGEM AMIGO COM MUITO CARINHO... ADOREI !
VOTOS DE UM BELO FIM DE SEMANA, ABRAÇO-TE COM MUITA AMIZADE,
FERNANDINHA

Pelos caminhos da vida. disse...

Um conjunto perfeito.

beijooo.

Everson Russo disse...

REalmente não é legal ver uma criança chorando, como disse o Wanderley, dá vontade de pegar no colo....lembrar os momentos em que tambem fomos criança,,,,fase minha de extrema solidão...rs..rs..não tinha nenhum amiguinho, meu irmão é bem mais velho,,,sei lá....as vezes dá saudade, as vezes não,,,prefiro a adolescencia...menos tragica,,,mas tambem nao tanto....rs..rs...meu amigo, quem me dera poder ir ver o jogo,,,infelizmente fica pra proxima,,,mas coloca meia de lã viu? rs..rs..rs..rs..nada de pé frio no jogo do Cruzeiro...rs..rs..rs....abraços e otimo sabado pra ti.

Lou Alma disse...

Por vezes certo choro aperta o coraçäo näo é? Mas é como diz o wanderley às vezes é pirraça e há que saber distinguir. Beijos

Pena disse...

Extraordinário Amigo:
Comoveu-me sabe?
VOCÊ tem uma interioridade fabulosa. Fantástica.
Possui uma sensibilidade de Excelência. Adorei.
Parabéns sinceros.
Abraço amigo repleto de respeito e admiração.

pena

MUITO OBRIGADO pela simpatia no meu blogue.
Bem-Haja, notável, precioso e valioso amigo!
Uma "explosão" de ternura e magia literária e sentimental ímpar. A sua.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Voltei só pra responder Wanderley de novo e a Lou. Acabei me contradizendo, porque eu até hoje gosto de fazer uma pirracinha he he.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Admirado amigo, Pena. Muito obrigado

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Obrigado Elaine. Vocêe falar de sentimeto materno é até chover no molhado, pois vejo seu crinho com o grande Davi. Beijos
///
Olá, Everson. Não vou mais.Acabou de chegar um amigo do RJ. Sangue bom. Então ficarei aqui mesmo. De olho na tv amanhã. Um abraço de pé quente.

Chris Amag disse...

Bom dia, Carlos Soares

Quando li o seu poema, logo pensei nesta música que gosto tanto...


Bola de Meia, Bola de Gude

Há um menino
Há um moleque
Morando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto balança
Ele vem pra me dar a mão

Há um passado no meu presente
Um sol bem quente lá no meu quintal
Toda vez que a bruxa me assombra
O menino me dá a mão

E me fala de coisas bonitas
Que eu acredito
Que não deixarão de existir
Amizade, palavra, respeito
Caráter, bondade alegria e amor
Pois não posso
Não devo
Não quero
Viver como toda essa gente
Insiste em viver
E não posso aceitar sossegado
Qualquer sacanagem ser coisa normal

Bola de meia, bola de gude
O solidário não quer solidão
Toda vez que a tristeza me alcança
O menino me dá a mão

Há um menino
Há um moleque
Morando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto fraqueja
Ele vem pra me dar a mão


http://letras.terra.com.br/milton-nascimento/102443/


Poderia pôr um link embaixo o seu poema, para uma intertextualidade, o que acha?

Lindo Poema!
Um bom fim se semana
Chris Amag

Nathália (Ná) disse...

Oi Carlos. Estou falando da Luciana, do blog Olhos e Pensamentos.

Beijos meus amigo.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Oi,Chris. Gosto dela também,amiga. E tambéem daquela do Chico Buarque;MEU GURI.Vou por sim o link. Grato pela dica.Beijos
///
Oi,Ná.Vou fzer uma visita ela.Beijos

Jortas disse...

Carlos,
ao ler o poema, logo me vieram à memória todas as crianças que choram, não lágrimas, mas o desprezo dos adultos. Essas lágrimas que correm na sua alma, e que apenas se vêem de olharmos atentamente po seu olhar.
Seu poema fez-me pensar que qundo uma criança chora, um poema morre.
Porque a poesia celebra nos sue versos de tristeza a alegria de viver!
Um fim de semana sem lágrimas.

paula barros disse...

CArlos, também não gosto de ver criança chorar.

E quando algo nos faz lembrar de nós a emoção torna-se maior.

Um lindo poema, é maravilhosa essa sua capacidade de transformar emoção-vida-cotidiano em palavras.

bom final de semana!

Valvesta disse...

Querido amigo, vim trazer-te um carinho, beijos.
* *********

Na neve, no meio do nada, um ato de coragem

Certa lenda conta que estavam duas crianças patinando em cima de um lago congelado. Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam sem preocupação. De repente, o gelo se quebrou e uma das crianças caiu na água. A outra criança vendo que seu amiguinho se afogava debaixo do gelo, pegou uma pedra e começou a golpear com todas as suas forças, conseguindo quebrá-lo e salvar seu amigo.

Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino:
- Como você conseguiu fazer isso? É impossível que você tenha quebrado o gelo com essa pedra e suas mãos tão pequenas!

Nesse instante apareceu um ancião e disse:
- Eu sei como ele conseguiu.

Todos perguntaram:
- Como?

O ancião respondeu:
- Não havia ninguém ao seu redor para dizer-lhe que ele não seria capaz.

Nunca dê ouvidos aos que não tem a intenção de te ajudar ou te querer bem.
Se Deus é por nós, quem será contra nós???

Louise Oliveira disse...

Minha filha ta na fase da pirraça, se disser não, sai pisando duro. kkk
E eu me lembro de quando fazia isso tb. rs
Vc disse n meu blog que o seu bairro tb é bonito, vc poderia tirar fotos dele tb, p agente ver.
Vc mora em Minas? Meus avós paternos saõ mineiros de Carangola.
Bjs! Lu

Anne Lieri disse...

Carlos,criança chorando é mesmo muito triste,porque elas vivem sorrindo e,se choram é porque a dor é muita e dói na gente tb!Um texto muito lindo!Bjs,

IT. disse...

O Poeta quer saber:
Quando chora um menino?!
chora de dengo
chora de pirraça
Chora porque é teimoso
chora porque é manhoso

Eu
choro por amor,
choro por gente,
Também choro por dor.
Choro lágrimas,choro poemas
Choro dia, choro noite
Tudo em volta sapateia
até o coração se chateia.
Quando choro não se ouve
não mais, o som do amargo coração...

Enfim,todos somos crianças abandonadas nas horas noturnas,
de insônia.

"por vezes sinto como uma criança sem mãe, longe muito longe de casa"

É assim que me sinto, ás vezes
tenho então,vontade de chorar.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo! E me faz chorar! Mas não vou contar aqui, porque aqui é o seu espaço. Só sei que uma criança tem que ser muito, muito amada, acarinhada, embalada. É a mãe que fala.
***************
E para o menino que chora, ofereço o que posso oferecer hoje.

Que não sejam tuas belas
pupilas, na forma, estrelas
bem pode ser.
mas que na claridade
não tenham certa deidade,
não pode ser.

Que a boca celestial
não seja o próprio coral,
bem pode ser.
mas que não exceda a rosa
em ser rubra e cheirosa,
não pode ser.

Que não seja o branco peito
de neve ou cristais feito,
bem pode ser;
mas que não exceda a alvura
dos cristais e neve pura,
não pode ser.

Que não seja Apolo, sol
anjo puro e rouxinol,
bem pode ser;
mas que dos anjos não tenha
só o que aos anjos convenha
não pode ser.

Que não sejam açucenas
as veias e as mãos serenas,
bem pode ser;
mas que nelas não se vejam
quantas graças se desejam,
não pode ser.

Letra para cantar
Lope de Vega (1562-1635)
Trad. cometida pela Renata

Beijos, amigo*****
Tudo de bom!
Renata

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Ihh.Descobri mais chorona. Renata. beijos,Rê
///
Ah não.Duas. Irlene também. Que bom isso. Gente sensível,né.Beijos, Irlene
///
Amigo, Jortas.Estou mesmo falando principalmente desse choro de criança. Sem amor.Um abraço
///
Obrigado pelo elogio, Paula Barros.Beijos
///
Oi,Val.Linda lenda.Obrigado.Beijos
///
Oi,Louise. Moro sim.Carangola fica longe, é sul de Minas.Moro no leste.Beijos
///
oi,Anne. Gosto muito decriança e n~çao gosto mesmo de v~e-las chorando. Tem umn garotinho de três anos perto de minha casa que passa em frente me chamando. "Caulos tá aí? Dou voltas de carrro com ele e bato longo papo com meu amiguinho.beijos,Anne

Mahria disse...

Também não consigo ver uma criança chorando para não parar e perguntar o porquê, é um choro tão triste tão indefeso e até mesmo o choro de pirraça, pode significar alguma coisa a criança pode estar querendo chamar a atenção para algo. É sempre bom ficar atento.

Bjs
Bom domingo.
Mah

"Cantinho Poético" disse...

"... Que minha solidão me sirva de companhia.
Que eu tenha a coragem de me enfrentar.
Que eu saiba ficar com o nada e mesmo assim
me sentir como eu estivesse plena de tudo."

Clarice Lispector

Fatima disse...

Tb não aguento ver criança chorando.
Bjs.

BANDEIRAS disse...

Oi Carlos,

Até hoje ainda choro...e vou te dizer mais, gosto de chorar, desabafar, botar prá fora, me escondo no quarto, fecho a porta e choro, depois eu me sinto LEVE !
É verdade...
Acho que o lado bom de ser criança é esse; botar ´logo prá fora o que atormenta.

Bjs e bom domingo.

Maria Bonfá disse...

OI QUERIDO.. VIM AGRADECER SEUS VOTOS DE MELHORAS..ESTOU BEM GRAÇAS A DEUS..VC COMO SEMPRE ME ENCANTANDO COM SEUS POEMAS.. TENS A ALMA DE CRIANÇA.. OLHAS O MUNDO COM A INOCENCIA DE UMA CRIANÇA. POR ISSO ESCREVE TÃO LINDO.. BEIJÃO

Marcia disse...

Olá Carlos,
Agradeco sua semre querida resenca em meu blog, obrigado.
Vi muita sensibilidade no seu post
pois é mesmo desagradável ver crianca chorar; nesta fase somos mesmo muito frágeis e a maneira de demonstrar nossos sentimentos é através do choro. Claro, tem o choro malcriacao, este temos que dar umas repreendidas, pois é também a fase de se educar´e mostrar que nem tudo se pode ter, ou fazer.
Mas, muito bonito o seu poema!
Desejo um belo domingo para você e um ótimo início de semana.
Abracos.

IT. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.