ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

CARTA AOS BLOGUEIROS

Olá,amigos(as). Aliás nem tenho tantos aqui,mas não porque sou instrospectivo,como às vezes eu mesmo me acho. É porque não tenho muita paciência com esse tal de computador. Ou é porque passo maior parte do tempo escrevendo (isso é uma verdade,(faço poesia o dia inteiro,tirando as horas de trabalho,claro, pois nessa hora é quase um ritual de concentração). Ou então é essa tal timidez, essa viagem pra dentro de mim, que me enche o saco, mas sei que já melhorei. Estive pensando: Vejo tantos blogs lindos, coloridos, muito bem ilustrados e às vezes bate até uma pontinha de inveja (odeio essa palavra) porque não sei mexer muito. Vejo todos se elogiando e acho bonito isso. Não sei muito pegar scraps, imagens, mensagens. Mas não sou burro nao, viu? Só impaciente, embora a impaciência seja uma forma de burrice também. Estou dizendo isso aos amigos porque os vejo trocando selos e outros recursos, alguns até me oferecem, mas eu nem sei ir buscar. Não é pouco caso. Já tentei, mas quando vou lá, e vou colar,dá errado,aí deixo pra lá. Meu blog é meio preto e branco, meio sem graça, só tem textos longos, pessoais e talvez não atraia tanta gente, mas tenho certeza que os poucos que vêm gostam e os considero muito. Nem sei porque estou dizendo isso, talvez seja mais uma de minhas bobagens, mas é só pra dizer a todos que não me levem a mal. Nada contra os amantes de imagens e do visual, mas eu me dedico mais às palavras, talvez numa forma de chamar atenção para a pessoa Carlos. Claro que vejo blogs lindos com imagens e textos lindos também, não estou confrontando, imagem contra texto, é porque eu sou mesmo centralizador. Sei que pareço egoista, não no sentido materialista da palavra, mas de me amar ao extremo. Não quero que jamais uma imagem apague a minha imagem. Quero meu texto acima de qualquer scrap, porque dentro do que escrevo estou eu e não sei ser mais ou menos. Estou vivendo um de meus melhores momentos poéticos e gosto de contar a todos e temo que uma imagem se sobreponha ao que escrevo. Sim, porque não escrevo para mim, escrevo para as pessoas. E talvez seja por isso que meu blog é tão preto e branco , para que me pintem, cada um, como quiser. Mas dentro de mim existe um verdadeiro arco- íris. Um abraço a todos.

9 comentários:

Salamandra disse...

Carlos
engraçado eu escrevi, hoje um post sobre o arco-iris.
Sabe o que me agradou no seu blog? a simplicidade, honestidade, e sobretudo o que me transmite, a sua essência.
Eu tambem não sou grande crack em computadores, peço-lhe continue assim, eu gosto muito deste cantinho, se existirem muitas imagens perde-se o conteudo.
Não mude Carlos continue a ser " O Poeta"

Um abraço de alama
Salamandra

(Carlos Soares) disse...

Salamandra, você não é 10. É 1.000!

Mariana disse...

Olá, poeta Carlos, preferiria responder por email, mas já que não dá, vai por aqui mesmo.
Primeiramente quero dizer que vc substimou seu blogue, que é acolhedor e não tem nada de branco e preto. E ainda que tivesse, qual o problema? Conheço muitos blogues em branco e rpeto que são muito bons, não só pelas cores, imagens, mas especialmente pelos textos. Um em especial que eu curto muito é esse aqui: http:embrancoepreto.blogspot.com.Qtos às imagens, não concordo com a tua amiga Salamandra, tem imagem que ´diz mais do que qquer palavra, fala por si só e eu particularmente adoro imagens, de preferência as coloridas, bem coloridas e nem sempre reside em mim um arco-íris. Somos assim e assim, somos todos diferentes, a essência é outra mas via de regra o objetivo é o mesmo, sermos pessoas melhores, amarmos e sermos amados. Eu gosto muito do seu blogue, não sou muito de comentar, elogiar, sou prática e objetiva, mas qdo posso estou sempre por aqui, pois estar aqui, ler você, sentir você, me faz bem.
Não se desculpe pelo que não existe. Vc existe e pronto, é o que vale pra nós que te admiramos.
Um beijo e ótimo dia pra vc, Mariana

netuno artes disse...

Agradeço a visita, e se vc quizer saber como postar imagens de selo, é muito fácil, se nossa amiga Anita,
não lhe explicou/ ou vc não entendeu, posso lhe explicar;
vc pode pegar meu selo de amizade na minha página,
abçs

(Carlos Soares) disse...

Obrigado a todos pela manifestação de carinho

Crica Fonseca disse...

Olá,
Tudo bem?
Muito bom saber que alguém que gosta tanto das palavras gostou de ler um dos meus textos!
Uma amiga sempre me diz que eu escrevo pra mim... Isso é verdade. Mas ao mesmo tempo sempre me pego pensando como será a reação daquele que o lê.
Gosto muito de ler os comentários e aquilo que o pessoal escreve.
Aos poucos você vai se acostumando com as ferramentas disponíveis no BLOG.
As cores, a música, a letra, as palavras e as imagens sempre querem nos dizer alguma coisa.
Faça bom proveito delas!
Seja bem vindo!!!
Crica

mundo azul disse...

__________________________________

Imagens são bonitas, mas, claro que o importante é o texto!

Os seus são ótimos!

Beijos de luz e o meu carinho especial...

__________________________________

Sonia Schmorantz disse...

Caro amigo

Li atentamente sua mensagem aos blogueiros e só gostaria de lhe dizer que cada qual tem seu jeito de se manifestar, coloridos ou não, na verdade o que importa é a essência, ou seja, a palavra.
Poesia em preto e branco ou acompanhada de imagens, vem da construção individual de cada um dentro do seu espaço neste infinito mundo virtual, afinal, somos identificados conforme a linha editorial que adotamos.
Cada espaço é singular, com sua própria coreografia, como na dança.
São estas singularidades que tornam mais belos e ricos os espaços, se todos fossem iguais, não haveria graça em ler... mais que imagens, são nossas escolhas ou o que escrevemos, que realmente nos revela.
Eu, pessoalmente, sou uma fã do seu espaço preto e branco, porque seu diferencial está na riqueza das palavras, mas também gosto de visitar todos os demais espaços, porque cada um deles tem personalidade própria e isso os torna diferentes e por isso mesmo, atraentes.
Um grande abraço e que tenha sempre uma inspiração iluminada.

Violeta disse...

Vim conhecer o teu blogue e gsotei. nada a pretro e branco. Com um arco-iris enorme; pode sem sempre eatar visivel, mas lá está.
Olha pensa assim: se cria rmuitos bonecos, existem muitas pessoas com internt mais lenta e depois não conseguem abrir o meu blogue.
Sabes que deixo muitos blogues por isso, demora tanto tempo a abrir a página que desisto...
bjs e boa inspiração!