ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

SEMANA DAS LENDAS DE AMOR- ECLIPSE, O AMOR PROIBIDO


( imagem andrewsiew.files.wordpress.com )
Sol e lua fazem um casal de namorados que vivem um amor proibido. Um "Romeu e Julieta" sideral. Assim também são os namorados na vida real quando não podem viver um grande amor. O sol e a lua são separados pelas forças da natureza, um para o dia, outro para a noite. Os namorados (pessoas), tambem são separados, não pela natureza, mas por forças estranhas, sei lá, coisas da vida. Talvez uma delas seja a falta de coragem. Até quando vai o amor ser derrotado pela falta de coragem? Vez em quando sol e lua se encontram e fazem um belo eclipse. O eclipse é umas das manifestações mais lindas e grandiosas da natureza. Tem explicação científica, mas eu tenho uma explicação poética. Quando sol e lua se encontram, eles estão é fazendo amor. O amor guardado, proibido, travado, acumulado, e quando podem vão à forra nos proporcionando uma cena magnífica. Os namorados também. Nos raros momentos em que se encontram, fazem o maior amor do mundo, com a força e a magnitude de um eclipse.
A diferença é que o sol e a lua, fazem amor no céu, bem lá no alto para todo o universo ver. Ao contrário dos namorados, que precisam namorar escondidos. Igualmente intensos, mas escondidos.
Quando Deus estava fazendo todos os astros, enfim, estrelas, cometas, asteróides, o sol e a lua se apaixonaram. Pediram a Deus que os deixasse conviver simultaneamente no mesmo céu. Deus onisciente, ponderou. "Não posso prejudicar o universo por causa do amor de vocês. Abalaria toda a natureza. É preciso haver o dia e a noite". Na vida também é assim. O amor da gente pode se sacrificar por causa dos outros, mas os outros não podem se sacrificar pelo amor da gente. Deus, bondoso, pensou e falou. "Mas vou permitir que se encontrem de vez em quando". Para os namorados é diferente. Um dia, a palavra PROIBIDO, impera de vez e nunca mais fazem um eclipse. Nâo haverá permissão que se encontrem nem às escondidas, muito menos para o universo ver. Amor proibido, devia morrer na origem. Essa é a triste lenda do amor proibido. A lenda que eu inventei.

22 comentários:

Luciana P. disse...

Oi, Carlos, essas lendas, sejam elas folclóricas ou urbanas, são sempre muito interessantes, como a do boto rosa que vi ontem. Elas delineiam as emoções de forma singela e pura.
Beijos pra ti e uma ótima semana.

Michelle Crístal disse...

Linda lenda, uma vez escrevi algo parecido, ficou no fundo do meu pc. Amei seu perfil: Nada a declarar, só a declamar e que seje na presença do meu advogado e que este esteje soletrando o verbo amar! Suas palavras deram-me ânimo, estou sentindo outra!
Brigada e Beijos

Edna Lima disse...

Olá menino Carlos.Que triste sua cachorrinha. Mas o amor temos pelos animais são verdadeiros e correspondido.Eu Já tive uma pássaro preto, quando morava aí em Valadares.Não vivia em gaiola.Era solto pela casa e brincava com todos, Até o gato ele botava pra correr,dando bicadas.Mas como despertava inveja um dia foi roubado.Doeu muito.
Também já vivi o eclipse de um amor.
E mantém, ainda, o meu coração....
Grande bj. Conterrâneo. Edna Campos

Everson Russo disse...

Esse louco amor proibido das grandes personagens,,,do sol e da lua,,,é na verdade o amor que todos nós sonhamos pela vida,,,almejamos sempre...abraços fraternos de otima semana pra ti.

~~º~~ Leonor~~º~~ disse...

Adorei o seu eclipse, da forma que nos transmite parece que conseguimos ver até o amor do sol e da lua.
Quantos de nós amigo fazemos amor em eclipse, mas a esse eu chamo de amor platónico, falamos amamos mas nunca nos vemos.
Tenha uma linda semana com muito amor sem ser eclipse, beijinhos de luz e paz em virtual

♥.•:****-franciete-****:•.♥ disse...

Pois é meu amigo, mais uma das suas tão lindas histórias, que nos transporta para lá do horizonte e levados pelo sol e lua.
Que bom nos deixar-mos transportar assim.
Beijinhos de luz e paz

Maria Souza disse...

Oi amigo
Parabéns pelo seu blogue.
Gostei.
Maria

IT disse...

Carlos sua
"semana das lendas de amor"
Está demais poeta!sei não viu...
Penso viver em "total eclipse do amor"
Nas lendas, nos poemas e no céu, cada qual descobre o que deseja ver.

Beijos

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Oi,Irlene. Não sabe como me alegrou dizendo isso. Estava meio tristinho, apesar que achei muito boa essa postagem de hoje, mas pensei que minha semana de lendas de amor não estava dando muito "ibope". Meio
triste eu já estava, pois morreu mais uma cachorrinha minha, Dolly uma pretinha) ontem.Não sei o que houve, se jogaram veneno pra ela ou eu vacilei e ela comeu algo podre na rua. Domingão não acha veterinário, né? Corri no mercado, comprei uns remédios em loja de nimais, passei domingo medciando-a... mas não adiantou. Chorei. E
o pior, agora só tenho un grandão que fica nos fundos e o irmãozinho dela (Fred) que ficaraá solitário e está todo tristinho também. Ai, me ajuda. Beijão e muuito obrigado por estar nessa hora ruim

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

OI, Luciaana. São sim, gosto muito, ainda mais sendo românticas. Beijos
///
Oi, Michele. Então somos dois. BBom encontrar alguém que se identifica com a gente. Volta mais,tá? Beijos
////
Pois é, Edna. A gente se apega a eles. Sobre o eclipse ruim... um dia passa. Beijos, conterrânea
////
Com certeza, caro Everson. É a mesma grandiosidade. Um abraço
////
Sim,Leonor. Um amor platônico que muitas vezes fica sói dentro da gente. Para ter o eclipsei, são necessários duas metades. Beijão
////
Venha sempre ao meu mundo, Fran. É grande,cabe muita gente. Beijos
////
Oi, Maria Souza. Meu coração é uma porta aberta.Entre. Obrigado pela visita. Beijos
////

Sandra Botelho disse...

Concordo contigo querido amigo poeta. Amor proibido deveria morrer na origem.
Bjos achocolatados

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Vim dar-lhe um abraço amigo e desejar-lhe tudo de bom*


*Ter esperanças no amanhã,
saber que após a noite vem o dia.
Viver intensamente as emoções
pular de alegria...
Apreciar o nascer e o pôr do sol,
amar as pessoas incondicionalmente.
Ter pensamentos positivos,
respeitar os sentimentos dos outros.
Rir sozinho, ser sincero,
encontrar a felicidade nas
pequenas coisas.
e mais fascinante...
é ter a sua amizade!*

Boa semana.

Renata

Priscila Lima disse...

as lendas são inspiração para novas historias de amor...
Abraço carlos

Fatima disse...

Estou amando esta semana de lendas de amor!
Bjs.

Wanderley Elian Lima disse...

Continuo lendo e gostando de suas lendas.
Abração

Sandra Mara disse...

Lendas existem. Elas podem tornar-se reais, basta apenas fecharmos nossos olhos, usarmos nossa imaginação, e acreditarmos na força de nosso pensamento...
Um dia iluminado e abençoado.
Beijos e até já já!

BANDEIRAS disse...

Caro amigo,

Amor proibido não é nada bom. Apesar de algumas pessoas gostarem de vive-lo, eu particularmente, não sobreviveria por muito tempo numa relação assim.Gosto de tudo as claras.

Mas sinto uma tristeza por aqui, não sei bem o que é...?????
Sobre sua cachorrinha...qdo a minha morrer, vai ser como se fosse um ser humano, não quero nem pensar nesse dia. Hoje passei a tarde inteira tentando arranjar uma pessoa para uma cachorrinha abandonada na rua e graças a Deus consegui um dono prá ela, hoje vou dormir tranquila.
Sobre um possível veneno que a sua cachorrinha pode ter ingerido...o bom mesmo é não deixar que os animais vá para a rua a não ser com a gente por perto, pq tem muita gente má ou mesmo qdo colocam veneno para matar ratos e daí que os cachorros e gatos não sabem e comem a comida envenenada.

Mas, assim como nós, eles tbm teem seu dia de ir embora e não podemos fazer nada, a não ser nos conformar com a ideia de que um dia iremos perde-los.

Boa sorte prá vc e muita força e paz amigo,

Grande abraço !

Mahria disse...

Amor proibido. Lenda inventada. Lenda vivida.


Bjs
Mah

Machado de Carlos disse...

O Sol e a Lua realmente são apaixonados. Vivem esperando a era do Eclipse, para se unirem entre beijos. Mas a Luz acompanha sempre a Terra em seus movimentos de rotação e translação; aí pode ser um outro caso de amor!...

Amor feito Poesia disse...

"O correr das águas,
a passagem das nuvens,
o brincar das crianças,
o sangue nas veias.
Esta é a música de Deus."


Hermann Hesse


Feliz dia com poesia e beijos meus!

Amor feito Poesia disse...

"O correr das águas,
a passagem das nuvens,
o brincar das crianças,
o sangue nas veias.
Esta é a música de Deus."


Hermann Hesse


Feliz dia com poesia e beijos meus!

legalmente loira... disse...

oi amigo,
ausente por alguns dias..
mudança no blog.
bjos.
Adorei o seu eclipse...