ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

domingo, 4 de julho de 2010

SEMANA DAS LENDAS DE AMOR- BOTO COR DE ROSA


( imagem google )
Ao cair da noite na Amazônia, o boto cor-de-rosa deixa os rios e transforma-se em um lindo e sedutor rapaz, que sai em busca de uma garota para namorar. Além de galante e sedutor, o boto dança como ninguém e enfeitiça as meninas indefesas. De madrugada, o namorador volta para o rio, onde se transforma de novo em boto. Essa é uma lenda contada na floresta amazônica para explicar por que tantas meninas têm filhos sem pai: são todos filhos do boto.
Os botos são os golfinhos de água doce embora botos e golfinhos não sejam iguais.
Vive nos rios da América do Sul, principalmente na Amazônia brasileira.
É uma das mais conhecidas do Brasil, segundo a qual, o "Dom Juan da Amazônia" encanta mulheres, principalmente donzelas e casadas. A cabeça do animal se assemelha à glande humana e a maneira como nada, subindo e descendo, lembra movimentos sexuais. Quando uma moça fica grávida, logo se atribui às artimanhas do boto. Ao boto são creditadas peripécias, como sinais inexplicáveis de maternidade e fugas noturnas femininas. Dizem que chega a levar a escolhida para um palácio no fundo dos rios. Quem ainda não ouviu falar das façanhas do boto? Nem é preciso viver na região amazônica para conhecer as proezas. Já vi um filme nacional muito interessante abordando essa lenda sensual. O boto tem a faculdade de transformar-se em homem e, nesta condição, seduzir as moças interioranas que costumam dançar nas festas de beira de rio,como seduz também as que vão tomar banho sozinhas nos rios amazônicos. Sobre botos existem mil e uma crenças. Quando uma mulher moradora às margens dos rios da região engravida, não sendo casada nem possuindo companheiro, é certo que se dirá que seu filho é do boto. Tranformado em homem, frequenta festas para realizar novas conquistas , sempre de chapéu , para esconder um orifício no topo da cabeça para não ser identificado. Bem apessoado, anda elegantemente vestido e faz parte da tradição dizer que tem sempre uma espada à cintura. Porém, acabando o encanto, na hora tem que se transformar novamente em boto e mergulha no rio. Há algumas controvérsias. Dizem que em naufrágios procurar socorrer tanto homens como mulheres. Outros dizem que ajuda apenas mulheres, para manter fama de conquistador.
Os órgãos sexuais do boto ( o animal real), são usados feitiçarias para atrair o ser amado e principalmente o olho do boto, é considerado amuleto dos mais fortes na arte do amor. Dizem que, segurando na mão um amuleto feito do olho de boto, tem que ter cuidado para quem olhar, pois o poder de atração é fulminante sendo difícil desfazer o efeito. Contam-se várias estórias em que maridos desconfiados de que alguém está tentando conquistar suas mulheres, armam uma cilada para pegar o conquistador. A cilada geralmente acontece à noite, onde o marido vai a luta com seu rival e consegue feri-lo com uma faca, ou com arpão. Mas o rival, mesmo ferido, consegue fugir e atirar-se n'água. No dia seguinte, para surpresa do marido e pessoas que acompanharam a luta, aparece o cadáver na beira d'água, com a arma cravada no peito, mas não com aparência de um homem, mas simplesmente.. de um boto!
Atenção, meninas. Se algum dia vocês passearem em algum rio da Amazônia e ouvir uns gritinhos, prestem atenção. Pode ter um boto cor-de-rosa tentando lhe falar alguma coisa. E a atração pode ser fatal.
////////////////////////////////////
Obs: Alguns dados técnicos colhidos em amazonialegal.com.br

Legal que algumas adivinharam que hoje eu falaria do boto. Amanhã vou postar uma lenda que eu mesmo inventei. BOM DOMINGO A TODOS. UM ABRAÇO, AMPLO, GERAL E IRRESTRITO.

Em tempo... adorei ser chamado de "sereio" rs rs.

16 comentários:

Edna Lima disse...

...E ainda existem pais e pessoas que acreditam, que, os filhos são do Boto...Um belo domingo com sua sereia, vou por aí, procurar o meu boto.Grande bj, Edna

Chica disse...

Linda lenda por aqui,Carlos!Que teu domingo seja lindo ta,mbém!abração,chica

Chris... ჱܓ disse...

Adorei essa semana das lendas...
Bem interessante Carlos.
Seu blog tá cada vez mais gostoso de ler...

Tenha uma semana maravilhosa e cor de rosa... rs

Bjos mil.

Sandra Botelho disse...

E o pior de tudo isso é que na amazonia , muitas pessoas ainda acreditam nessa lenda.
Pais tem relações sexuais com suas filhas e culpam o boto.Pode?
Bela lenda amigo, belo texto, a maneira como vc escreve é que faz com que tudo ganhe uma clareza e uma beleza maior.
Bjos achocolatados e dias de paz!

Eduardo Medeiros disse...

Carlos, essa lenda do boto é de uma criatividade tamanha!! rssss

Bom domingo prá você, abraços

Everson Russo disse...

Essas lendas criadas são fantasticas...a gente viaja na loucura do povo...rs..rs...mas é super bom...abraços amigo,,,otimo domingo e uma bela semana pra ti.

Bia Maia disse...

Que lindo, Carlos!Como é gostoso vir aqui no seu blog!
Um ótimo domingo cheio de sol e energias boas para você!
beijos com carinho!
Bia

Sonhadora disse...

Meu querido Carlos
Mais uma bela lenda, muito bem escrita, como é costume.
Adoro ler.

Beijinhos
Sonhadora

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Carlos
Existem várias e lindas lendas brasileira, pena que principalmente a juventude não as conheça.
Abração

Colhendo, né Amor!? disse...

Adoro lendas...

E essa do boto, infelizmente, já está mais pra "realidade", né?
Porque são tantos "filhos de boto". soltos por aí, não é mesmo?

Beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Tenha uma linda semana.

Tomara que essa semana seja
para você um ínicio de vida
inteiramente azul...

Que o mau humor e as coisas
ruins fiquem bem longe de
você...

Que você comemorar cada novo
dia...

E aceite cada momento como um
presente especial da vida para
você.

Você possa declarar, demonstrar
e receber muito amor...

Que sonhe e voe cada vez mais
alto, e alcance seus sonhos!

Que você possa e saiba trabalhar
e estudar, e fazer tudo com prazer.

Que saiba descansar, se divertir
e fazer o que você gosta!

Seja sempre essa Pessoa Especial
que é!

Que você tenha uma Linda Semana!!!

(texto da net).

beijooo.

b disse...

Que belo resgate de nossas histórias!
Mas, Carlos, em 1996, eu vi um boto cor de rosa naquele caminho que se faz do rio Negro para o encontro das águas claras do Solimões.
Mas era só um boto -e eu não era mais uma menina...
1 abraço prá ti.

Endim Mawess disse...

quantos filhos este boto filho duma egua não deve ter espalhado por aí.

BANDEIRAS disse...

Passando para desejar um bom inicio de semana.

Bjs amigo !

M@ria disse...

"Que o sussurrar do vento te leve um beijo carinhoso e eterno e me deixe em seus pensamentos para que a distância não apague em ti minha existência."

(Autor desconhecido)

Obs:Tem selinho aqui prá voce, pegue o seu......Beijos!!

Rosa dos Ventos disse...

Gostei de conhecer esta lenda...
Nem sabia o que é um boto!
Sempre a aprender pela blogosfera!:-)

Abraço