ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

terça-feira, 13 de julho de 2010

SEMANA DA MINEIRICE- VIAJANDO DE GRAÇA


( imagem ademirgomes.com- google )
Ninguém pode negar que o mineiro é persistente. Ele apenas trabalha um pouco devagar, mas persistente é.
////////////////////
O mineiro precisava viajar de Vitória para Valadares, mas não tinha dinheiro e tentou embarcar de graça. E embarcou. O negócio era ser esperto e ficar andando pelos vagões para despistar o fiscal que passa conferindo e picotando as passagens. Só que não deu. Veio lá o fiscal. “A passagem, por favor”. “Tenho não, senhor”, respondeu o mineiro. “Sem problema, é só comprar agora”, explicou o fiscal. O mineiro coçou o queixo. “Tenho dinheiro, não sinhô”. O fiscal riu. Ah, bancando o esperrtinho?”. Pegou-o pela camisa, deu-lhe um pescotapa jogando-o para fora do trem. O mineiro, ágil, rolou pela terra, mal sacudiu a poeira correu atrás do trem e subiu de novo. Em outro vagão, claro. Mas o fiscal o viu de novo. “Você gosta de apanhar, hein?”. Deu-lhe outro pescotapa e o jogou de novo lá embaixo. Pois o danado correu de e subiu de novo. O fiscal já estava esperto e toda hora lhe encontrava e tome pescotapa. O fiscal já estava até gostando. Quando o mineiro subiu mais uma vez, um sujeito que acompanhava tudo desde o início falou com o mineiro. “Ô, amigo. Você é persistente ou é doido, hein? Fica levando pescoção, mas volta de novo. Afinal você está indo pra aonde?”. O mineiro respondeu. Se o pescoço aguentar, vou até Valadares.”
/////////////////////
Façamos justiça. Vi Rolando Boldrin contanto esse caso na TV e ri muito. Só mudei os nomes das cidades.

21 comentários:

Everson Russo disse...

Mas o pescoço "guenta sim"....rs..rs...boa do mineirinho,,,,abraços amigo e otimo dia pra ti.

Wanderley Elian Lima disse...

kkkkkkkkkkkkk, mineiro não desiste nunca, caladinho ele chega lá.
Abração

Elaine Barnes disse...

ahahahahah Adoro mineiro! Você num tem idéia do sotaque gostoso da Sandra Botelho,não desiste também,rs...Da-lhe pescoçada! As vezes assisto o Rolandro Boldrim,gosto demais daquela paz. Montão de bjs e abraços

Secreta disse...

Heheheheh, a persistencia é de louvar :p
Beijito.

Felina Mulher disse...

kkkkkkkkkkkkkk....tomara Deus que esse Mineirinho não tenha sido vc heim?!!!...bondimais vim aki logo cedim e dar risadas.


beijos meu querido.

b disse...

Ah...os causos...
Gosto.

Lianara **Lia** disse...

kkkkkkkkkkkkk

Haja pescoço!!!

Adorei essa do "minerin"...

Beijos

Lia

Blog Reticências...

Edna Lima disse...

...É isto aí levanta sacode a poeira e continua...Só mineiro mesmo.Bjs Edna.

Rosa dos Ventos disse...

Tem mesmo graça! :-)))

Abraço "se o pescoço aguentar"

Eduardo Medeiros disse...

rsssssss
Eita mineirinho persistente, uai!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

felina, como estava meiosem tempo, nem ia responder hoje, mas lendo sua pergunta, não resisti. O mineirim do trem não era eu, mas já pssei algo parecido. Já tive que sair sem pagar. Avisei meu amigo que não tinha grana, mas ele garantiu que pagaria. Chegando lá, na hora de pagar, cadê o dinheiro?Me jurou que tinha perdido o dinheiro. Conclusão: ele simulou que estava passando mal, deitou no chão e tudo o mais. Depois de "refeito", na confusão saímos sem pagar. Mas ô aperto,viu? Depois ele me disse que voltou lá e pagou. beijos
///
Pescocim de mineiro sempre aguenta,caro Everson. Um abraço
///
Pois é Wanderley, com algumas dores no pescoço, mas chega. Um abraço
///
Elaine,eu fgosto demais do Boldrin também.Além de muito inteligente é muito simpático. beijos
///
Sim,Secreta, de arder e louvar. Beijos
///
Beijão,B. Amanhã tem mais.
///
Oi, Lia. Sabia que ia gostar, gozadora que é. Amanhã tem mais. Beijos
///
Beijoss mineira e conterrânea Edna

~~º~~ Leonor~~º~~ disse...

Coitado do mineiro, ele queria era fazer a viagem, está muito engraçada Carlos.
Haja pescoço, beijinhos de luz e paz

~~º~~ Leonor~~º~~ disse...

Acho que passou aqui um probleminha, penso que meu comentário não ficou mas voltarei a vir, ver se ficou.
Beijinhos até breve

Geisa Machado disse...

Ahahah Mineirim é persistente!
Embora eu tenha nascido em S.Paulo, toda a minha família é mineira e eles têm muitos "causos" pra contar. Bateu uma saudades deles...
Bjussss

Sandra Botelho disse...

Eita que mineiro é isso ai...
Num disisti facir não...Bjos achocolatados

Luciana P. disse...

Ah, mas já que a semana é da mineirice, quero ver se termos uma poesia desse poeta mineiro. São lindas as suas poesias.

Beijos sulinos pra ti!

claudete disse...

Mineirim esperto, rsrsrsrsrsrs, ri demais com os pescotapas, estes eu não conhecia, hilário, gostei!

p.s.não entendi: quais as letrinhas que tenho que retirar? Acato a sugestão só não sei quais. Diz-me tá. Beijos.

Solange Maia disse...

entendo bem de mineirinhos, viu ?!

risos....

beijocas

Bia Maia disse...

Eita, como simpatizo com os mineirinhos, sô!

beijocas!

Bia

Marcia disse...

Esta semana de mineiros está muito boa!
Quando tiver semana de baiano me avisa tá?
Beijos.

Majoli disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk
Maravilha, só podia vir de Rolando Boldrin...nossa como eu gosto dele.
Sempre que posso assisto o programa dele na cultura.

Ótima semana da mineirice, amando.

Beijos meu amigo.