ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 30 de junho de 2010

A BORBOLETA AZUL


( imagem borboleteando.com.br )
Depois de uma noite insone
deitado em meu divã
mal veria chegar a manhã
não fosse a borboleta azul.
Pousou em minha janela, invadiu meu lugar
nessa doce invasão me chamou pra brincar
me convidou a dançar no horizonte azul,
a ver a vida lá fora a todo vapor.
Me chamou de amigo, me falou de amor.
me chamou de anjo, de menino, de querubim
e eu disse: quero sim.
A borboleta azul sorriu para mim. A borboleta azul gostou de mim.
No nosso passeio por aí
disse-me que não posso desistir.
- 'Põe uma coisa em seu coração, menino. E também em sua mente.
Sorrir e chorar, fazem parte do destino.
Impossível sorrir sempre,
mas é bobagem chorar eternamente'.
Propositalmente agora, a cada dia que nasce
deixo aberta minha janela, esperando a visita dela, a borboleta azul
para azular minha aurora
que pouse em minha face e me leve de novo a viver um sonho azul.
Pois sou assim, facilmente fico feliz
se me chamam de menino, de querubim... quero bis
quero sim.

16 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Carlos
E a borboleta azul tinha razão, desistir jamais.
Grande abraço

Luciana P. disse...

Muito lindos os seus versos... e cada um encontra ou tenta encontrar a alegria a seu modo. Na natureza, sempre encontramos boas razões pra nos satisfazer.
Beijos pra ti!
Boa quarta!

Pelos caminhos da vida. disse...

Adoro a maneira como vc escreve e expressa seus sentimentos, viajei na sua escrita com a borboleta azul.

Bom dia Carlos.

beijooo.

IT disse...

Que coisa linda!
o canto desse passarinho.
Ele cuida e sabe amar
até a borboleta Azul.
É tudo tão bonito!
passarinho e borboleta,
voando pro infinito...
Não fique triste passarinho! borboletas sempre voltam...
com cores multicolores
colorirão pétalas no jardim
brincarão com todas as cores
dos sentimentos enfim.
Ela vai... mas espere!
Pois ela volta.

Muito linda sua poesia Carlos!

Abração!

Everson Russo disse...

Sabe meu amigo,,,seu poema é uma viagem,,,,é a luta da vida,,,aquela maxima de nunca desistir,,,,e tambem aquela de plante seu jardim,,,cuide deles que as borboletas virão...abraços de bom dia ....

Edna Lima disse...

Nada como uma borboleta azul para nos dar bom dia!Grande bj amigo. Edna.

garoto cientista disse...

Meu caro amigo, caríssimo poeta, ao ler teu poema, tive a sensação de voltar à águas passadas, relembrar momentos de vitórias e também derrotas, também ja recebi a visita desta borboleta azul, pena que geralmente ela venha uma unica vez, no momento mais difícil, simplesmente para mostrar que a vida é uma festa, ou que podemos fazer dela um festa maravilhosa, depende basicamente da postura que adotamos diante dos fatos. Grande abraço.

Paula Barros disse...

Também quero uma borboleta assim, bonitinha assim, azulzinha assim, e com palavras de conforto e de incentivo.

abraço!

Paula Barros disse...

E quem não quer uma borboleta assim, azulzinha assim, bonitinha assim, e ainda trazendo palavras de incentivo.

abraço

Elaine Barnes disse...

Desistir jamais, Nada é eterno,tudo se transforma como a borboleta. deixa eu te falar,a sintonia é grande mesmo,quase borboletei também.Há uns tres meses atras uma borboleta pousou na minha janela e a fotografei. Ontem terminei o poema sobre ela,mas, resolvi mudar na última hora rs... É mole? O seu texto ficou fabuloso,tem um jeito de relatar um fato que estou longe de aprender ainda. Amei! Montão de bjs e abraços transformadores

MEUS PENSAMENTOS disse...

adoro borboletas...
esse poema é magnifico!

obrigada pelo carinho ,marcinha.

HSLO disse...

Adorei os versos..


amigo to sem computador...mas, assim que resolver meu problema volto a postar textos..


abraços
de luz e paz

Hugo

Otelice Soares disse...

Carlos, recebi um selinho e quero repassá-lo para você.Passe lá no meu cantinho para pegá-lo,ok?
Bjs.

cristal de uma mulher disse...

As borboletas todas tem sua beleza particular.São silitarias e misteriosas como as madrugada.
O brilho de cada manhã é a esperança amigo que necessitamos para sorrir para nós mesmos.

meu beijo

Rosemari disse...

CArlos foi maravilhoso esse passeio com a borboleta azul.
Lembrei de um texto que escrevi chamado borboletas azuis . Acredito que elas estão sempre pousando na imaginação dos poetas.

beijos

♥.•:****-franciete-****:•.♥ disse...

Oi querido que bom que as borboletas azuis te visitam, que sortudo você é, sabe que as borboletas dão sorte.
Que sua vida seja sempre abençoada, com elas ou sem elas, beijinhos de luz e paz em seu coração