ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sábado, 17 de outubro de 2009

LUA DE FASES


(Imagem www.gazeta-rs.com.br
Por que choras,lua minguante?
Ontem brilhavas tanto.
Hoje derramas teu pranto cor de prata,
misturando às cascatas.
Tu que abrigas canções e serenatas,
és a lua de todos...não tens por que chorar.
És do poeta,do amante.
Do astronauta,do navegante.
Do insone,do boêmio.
Do cantor que não tem a quem cantar.
Do guerreiro que mata dragões.
Ah,lua mulher...
queria tanto entender tuas estações!
Tu que anseias de dia e passeias à noite
brincas de esconde-esconde entre nuvens e montanhas...
hoje estás estranha.
Noites são assim mesmo...
acendem estrelas e recordações.
Por que choras, lua menina?
Ainda minguante, és vibrante.
Pergunta às estrelas ao redor.
Teu brilho ainda é maior.
Sei que és mulher e vives de fases.
És diferente,inconstante ,inconseqüente,
amanhã estarás cheia novamente.
/////////////////////////////////////////////////////////////////
Nota: A insônia é a melhor amiga do poeta

18 comentários:

Carlos Albuquerque disse...

Olá, Carlos!
A insónia é a melhor amiga de quem escreve, especialmente do poeta. Viu essa "Lua de Fases"?
O poema me arrebatou!
Bom fim-de-semana, xará.
Um abraço

Vem desfrutar do Amor de Deus disse...

Nossa Carlos, se a lua pudesse ler isso ficaria mais orgulhosa e imponente...lindo poema.. a insonia é amiga do poeta e de pessoas que leem o poeta tambem...rsrsrs
Bjs e lindo final de semana
Marcia

Edna Lima disse...

Lua é de fases como a mulher não tente entendê-la. Linda poesia. Bom fim de semana bjs.

Gilson disse...

Tudo que envolve a lua me enebria. Bela escolha.

Abraços Carlos

Wanderley Elian Lima disse...

Bela analogia, como elas se parecem é melhor nem tentar entendê-las.
Abração

Elaine Barnes disse...

Belíssimo poema. A lua me encanta profundamente. Você a poetizou com o coração. Coisa linda mesmo!
Simbolicamente ela representa o feminino, é útero, seios,alimento, mãe, mulher. bjs amigo e que a lua te ilumine com seu brilho fácil e envolvente.

Luciana P. disse...

Que linda inspiração da natureza...
Lua que chora e que amanhã estará cheia novamente...
Como se fosse um ciclo, independente de se estar bem ou mal, independente de se derramar lágrimas ou sorrir para a vida freneticamente.
Você pegou bem o espírito das metáforas e soube usá-las como ninguém.
Que linda poesia!
Parabéns!

beijos!

BANDEIRA disse...

Tenho fases, como a lua
Fases de andar escondida,
Fases de vir para a rua...
Perdição da minha vida !
Perdição da vida minha !
Tenho fases de ser tua,
Tenho outras de ser sozinha.

Fases que vão e vêm,
No secreto calendário
Que um astrólogo arbitrário
Inventou para meu uso.

E roda a melancolia
Seu interminável fuso !
Não me encontro com ninguém
Tenho fases como a lua

No dia de alguém ser meu
Não é dia de eu ser sua...
E, quando chega esse dia,
O outro desapareceu...

Cecília Meireles
__________________________

Tua poesia me fez lembrar esta da Cecília.

É verdade, a insônia é a grande inspiradora dos poetas.

Beijos !

Áurea disse...

Não resisti em escrever
Esta quadra sentida
Quantas vezes vou olhá-la
Se me sinto desprotegida

Em noites de lua cheia
E no mar da Nazaré
Ela reflecte na água
E eu sentada lá ao pé

No alto da "minha serra"
Fico-a olhando sem hora
O tempo passa depressa
E nem dou pela demora

A lua sempre me encantou
Desde muito pequenina
E perguntava à minha mãe
Porque estava tão lá em cima????

Minha mãe me respondia
"Mas as estrelas também estão"
São as suas companheiras
Em noites de escuridão"

Também me ensinou sobre a lua:

"Ó luar da meia noite
Alumia cá p´ra baixo
Eu perdi o meu amor
Às escuras não o acho"

A minha mãe também gostava muito de versejar

Sonia Schmorantz disse...

Bem se diz que a lua é uma mulher, ou seriam as mulheres enluaradas?
Um abraço, lindo domingo

EDUARDO POISL disse...

De todas as mulheres a lua é a mais vaidosa, talvez por isso ela chora.
Lindíssimo poema Carlos.
Abraços

paula barros disse...

Ah, Carlos, é o que chamo (ou já chamaram) de insônia produtiva.

Insônia e a lua a iluminar as ideias, a nos fazer derramar belezas em palavras.

Sim, a lua tem fase, nós mulheres temos fases, os homens também, e assim vamos vivendo.

Um belíssimo poema. E feito diz o poeta Everson, se achou que era para você, então é.

Me enquadrei bem na lua-fase-mulher. Seu poema conversou comigo.

abraços. Lindo, lindo!

Fatima disse...

Quem me dera ser poeta, porque a insônia já é minha companheira.
Lindo poema sobre a lua e suas fase.
Bjs.

Everson Russo disse...

Insonia sim, madrugadas, loucura do silencio, são tantas coisas amigas dos poetas,,,,falando da lua, ela tambem é uma amiga constante, ela recebe a poesia, responde com o luar, fica quieta, silencia o amor,,,foi feita pra brilhar e encantar...belissimo como sempre,,,meu amigo, vindo eu agora do blog da amiga Anita, e vi lá uma declaração de amor a voce...menino, parabens, digo aqui o que disse lá, que Deus abençoe o amor de voces...otima semana e abraços fraternos...

BANDEIRA disse...

Amigo Carlos, bom dia,

Estava eu aqui "fuçando" em teu blog, e vi que tens um player que por sinal é igual ao meu. Vi que vc conseguiu mudar o tom de cor do fundo, como vc fez isso ? eu já mexi de todo jeito e não consigo.
Me dá uma dica, por favor.
Como não tenho muito tempo prá ficar mexendo, vou pedindo ajuda aos amigos qdo estou enrolada com alguma coisa aqui no blog.
Obrigada,
Bjs

Maria José disse...

Vim agradecer sua visita e te dizer que escreves muito bem, tens lindas poesias. Parabéns.

Ótima semana.

Beijos.

Majoli disse...

Lua, eterna inspiradora de lindas poesias.

Amei meu amigo.
Beijos.

Ricardo Calmon disse...

MEU BOM POETA CARLOS SOARES:

A INSONIA,REALMENTE PARCEIRA É DE QUEM CRIA,EM ROTEIROS E SCRIPTS MEUS,COMPACTUA SIEMPRE!
BELA POESIA EM POST FORMA!
aPRENDER MUITO,TENHO,COM VOCE,ESCRIBA DA ALMA!

ps:ACERCA COMENTÁRIO SEU,QUE INTERPRETA,EM POST ÚLTIMO MEU,É NELSON GONÇALVES,SERGIO BITENCOURT,FALECIDO PRECOCEMENTE,POR HEMOFILÍA AGUDA,É O AUTOR DA REFERIDA COMPOSIÇÃO,DEDICADA AO PAI,JACOB DO BANDOLOIM!

TE ABRAÇO!

VIVA VIDA!