ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

A PRIMEIRA VEZ


(imagem- google / imagens.eiou.pt)
A primeira vez que vi o mar,
eu nem sabia nadar... mas entrei.
A primeira vez que amei,
eu nem sabia beijar... mas beijei.
Foi um mar de sensações
muito maior do que o mar que eu vi.
Perigoso, é verdade, mas tão atraente e charmoso.
Parecia que eu tinha medo das vibrações que senti.
Era como se meu coração fosse um barco muito leve
para as ondas da emoção.
É... o amor é assim.
A gente não sabe aonde vai dar.
É até gostoso navegar,
Só que às vezes temos medo de ir
sem saber voltar.
Outras vezes joguei meu barco no oceano.
Naveguei, naufraguei, naveguei novamente,
Pois, pior que o engano... é não tentar.
E como resistir ao charme do amor nos chamando a navegar?
Felizmente tudo na vida tem sua primeira vez um dia,
senão até hoje eu não saberia...
nadar, beijar, navegar.
Como é lindo o amor!
Como é lindo o mar!

34 comentários:

Fatima disse...

Quando gosto muito de uma coisa, acredito que sempre é a primeira vez.
Bjs querido e uma ótima semana.
Bjs.

Ariana disse...

Que lindo!
E como é irresistível mesmo o charme do amor...
Não se pode negar, ele tem todo o charme que está presente nos seus versos e também no nosso coração, no olhar, no toque, em tudo, enfim...

É taõ fasciandante quanto o mar, sem dúvida!

Beijos e uma ótima segunda pra ti!

Elaine Barnes disse...

Que delícia o leque de possibilidades que se abre na nossa vida,remar a favor do coração é e sempre será a melhor viagem,não importa por quantos mares quando o barco tem amor!
Lindo! Bjs amigo e espero que o churras tenha sido muito divertido

(Carlos Soares) disse...

Obrigado, Ariana.O amor fascina mesmo.E eu estou sempre aberto a ele

(Carlos Soares) disse...

Sim,Fátima.É a intensidade com que a gente trata as coisas,que fazem com elas tenha essa sensação de ser sempre primeira vez.beijos

Everson Russo disse...

Meu querido poeta, realmente voce tem o dom de navegar, aqui fiquei eu procurando minhas primeiras vezes, a do mar, nossa, imensidão, paz, a gente fica pensando, como pode caber tanta agua num recipiente assim...rs..rs..coisas de Deus, e eu bem menos corajoso que voce, molhei todo o meu calcanhar, não mais que isso, e até hoje nado bem, como um machado sem cabo, a primeira vez que amei, nossa, a gente ficava so pensando nela, perdia a fome pela distancia, corria pra ver o sorriso, esperava na esquina em que ela fosse passar, o primeiro beijo foi sem comparação, nem todos os outros foram tão poeticos quanto o primeiro, o da descoberta do primeiro gosto daquela pessoa, ai sim, me joguei nesse mar...rs..rs...sem medos, o medo veio depois ao conhecer o amor e coisas parecidas,,,,mas é o que voce bem disse, o amor a gente nao sabe onde vai dar, tambem naveguei, naufraguei, cai e levantei, chorei, sorri, como diria o Rei, "são tantas emoções", hoje, espero sentando na mais alta pedra, olhando pro mesmo mar, no mesmo horizonte, na mesma hora, só pra ver se consigo realmente sentir aquilo tudo de novo,na mesma forma e na mesma intensidade, é complicado mas é bom....otima semana pra ti, forte abraço e obrigado por melhorar minha manhã com esse poema....

(Carlos Soares) disse...

Amigo Everson.Do alto desse monte, contemplando o mar, pode ver que o amor também é assim.Ondas vão e vem.Não tente recuperar as ondas passadas,mas prepare-se para a próxima onda.Um abraço

marjoriebier disse...

Galeano tem uma historinha que eu adoro... de quando ele levou o filho, a primeira vez, pra ver o mar. Quando o menino se deu de cara com aquela imensidão azul, segurou nas mãos do velho e falou: pai, me ajuda a olhar! Vale pro amor, tb, a ajuda para amar.

Mariana disse...

O amor sempre será lindo e fundamental para a nossa vida.
O mar é de um encanto infinito.
Teu poema é maravilhoso.
Tenhas uma semana produtivo.
Beijo e um grande abraço.

BANDEIRA disse...

Amigo querido, bom dia !

Tbm me lembro da primeira vez que vi o mar, fiquei encantada, mas com medo...
Foi assim com o amor, qdo me dei conta que estava amando, me deu medo e nasceu em mim um sentimento que até então eu nao conhecia: a insegurança.
A vida é como o mar; uns navegam para lá, outros para cá, outros naufragam, há quem consiga chegar ao seu destino.
Na bagagem trazemos coisas que levaremos pela vida inteira...
Viver é uma viagem !

Amigo, obrigada pela visita e pelo delicioso comentário.
Gosto muito de ti.
Deixo um beijo para Anita tbm.

Um semana ótima para os dois.

Bia Maia disse...

Lindo mesmo é AMAR no MAR!...

Belíssimo poema!

Carlos, lhe desejo uma ótima semana, cheia de amor!

beijos com carinho!

Bia

(Carlos Soares) disse...

Como essas mulheres são inteligentes! Acho que a comparaçaão do mar com amor encaixou direitinho sim,Marjorie. Obrigado,Mariana,então amemos uai.
Também gosto de voce Bandeira.Anita está sem net, mas amanhã deve voltar. beijos a todas

(Carlos Soares) disse...

Sim.Bia.Eu já amei no mar também.Obrigado

paula barros disse...

Como é lindo o amar.

É uma verdade, é melhor tentar, e tentado se aprende. Aprende-se até a naufragar e sobreviver e a experiência é que nos faz forte.

abraços

Ni ... disse...

Como é bom navegar no mar do amor...

Ai ai... linda sua poesia!

Beijo

AFRICA EM POESIA disse...

Carlos

Neste jogo de palavras podemos viver a hora que quizermos.


Um beijo e volte sempre

Coisa Frágil disse...

oi carlos...

nossa que lindo....me arrepiei....quanta sensibilidade..
No seu coment. no meu blog, tenho a dizer que...cada um come o que quer...aqui no Brasil temos abundância em alimentos...e quem nada tem p comer? como em países paupérrimos...como há alguns anos foi denunciado a situação da Etíopia, que tanto chocou o mundo...é que a pessoa que me qestionou no blog, deixou uma pontinha de pré-conceitos...relacionados a alimentação e casamento(com filhos)...achei que ele queria me colocar numa situação constrangedora, e até anti-semita.
Não sou contra nada e ninguém, cada um faz o que quer,a pureza ou não é um pouco assustador...mas tudo bem.
amei seu post...(repetitiva...rsrsrs)lindooooo

bjus perfumados e linda semana p ti

Princesa disse...

_OBRIGADO PELA SUA VISTA TÃO CARINHOSA _________0______________
____________00______AS AMIZADES
____________0000_______VERDADEIRAS__
___________000000____SÃO COMO__
__________00000000_______AS ESTRELAS__
________000000000000__________NÃO____
00000000000000000000000000000__AS_____
__0000000000000000000000000__VEMOS__
____000000000000000000000___TODA_____
______00000000000000000___HORA____
_______000000000000000___MAS SABEMOS_
_______000000000000000_____QUE ELAS ___
______00000000000000000_______*EXISTEM*_
_____000000000_000000000___________TENHA
____0000000_______0000000___________UMA
___000000___________000000___ÓTIMA
__000___________________000_ SEMANA...

BEIJINHOS

graciete disse...

Lindo o mar quando ele está calmo,
e lindo amor quando ele é entendido entre dois seres.
Gostei muito, beijinho de luz em seu coração

Wanderley Elian Lima disse...

Como é linda a sua poesia.
Como são lindos os seus versos.
Como é bom passar por aqui.
Um grande abraço

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

O amor quando é amado desse jeito é muito lindo.

Adorei!

Pois é, nós sempre moderamos os comentários, mas essa pessoa não deixou nenhum recado dizendo nada. Uma amiga parece que conseguiu o ip, depois vamos ver isso com calma.

Um grande abraço no casal que tanto adoro.

Rebeca

-

CARLA FABIANE... disse...

AMIGO...
" Fique sabendo que , inevitavelmente, haverá situações
em que você fará e dará o melhor de si, tudo de si,
com a mais pura das intenções, e não receberá nada
em troca! Nada Mesmo! Primeiro você fica com raiva
de si mesmo e depois dos outros. A raiva corrói seu coração
e sua mente e faz você se sentir idiota e sem valor.
Você começa a achar que não vale a pena ser uma pessoa
decente! Mas, sabe de uma coisa? Se você é a Luz não pode
se queixar da escuridão. A única coisa que você pode fazer
é brilhar, em tudo o que fizer e em todo o lugar onde for.
Esta é a sua função. Você precisa compreender que o fato
de haver escuridão não significa que você não esteja
fazendo o que deve fazer. " ( Y.V )

Bom início de semana!
beijos...

Sandra disse...

O mar é magia, pureza, nos deixa em estado de extase.
é pura leveza.
Amo o mar e sua magia.
Parabéns Amigo.
Sandra

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Néctar da Flor oferece mais um selo para os amigos. Dessa vez é o Selo Criativo que entra na roda dessa nossa felicidade. Não existem regras, apenas levem mais um dengo nosso e deixem a originalidade do seu blog falar por si.

Beijos jogados no ar, sempre!


-

HSLO disse...

Bravo! Bela comparaçaõ entre o mar e o amor. Os dois lindos, puros, sensivel, forte...romantico.


abraços


Hugo

Úrsula Avner disse...

são lindos o mar e o amor e também é lindo o seu romantismo, sua sensibilidade na escrita meu caro amigo. Obrigada pelo carinho de sempre. Tenha uma ótima semana. Bj.

Everson Russo disse...

Um forte abraço meu amigo poeta, e uma belissima terça feira de paz e poesia...

mundo azul disse...

______________________________

É verdade! Nos seus versos, você nos oferece uma excelente reflexão, Carlos...Obrigada!


Beijos no coração e o meu carinho!!!

__________________________________

marjoriebier disse...

Vim espiar...

Carlos Albuquerque disse...

Olá, Carlos,
"A Primeira Vez".
Não foi o mar que me levou, nem o vento, ou a nuvem passageira. Foi o amor. Demos um encontro de olhos, ela tocou-me no ombro e disse ..."Daquele jeito
Em que ninguém a imita
Metade da esteira é sua
Logo depois da rebita..."
Um abração, xará

(Carlos Soares) disse...

Valeu amigo Carlos.Me devolveu um belo poema em resposta.Um abraço

(Carlos Soares) disse...

Pode espiar a vontade Marjorie.bjs

(Carlos Soares) disse...

Obrigado,Zélia.Saudades de você aqui.bjs

Linda Simões disse...

Como é bom o AMAR

o MAR

SONHAR...

Ai,ai...


...


Bjs