ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

OLHOS DA SIMPLICIDADE


( imagem google - 2bp.blogspot.com)
Com uma simples vela acesa
eu derroto sua escuridão.
E não adianta me trancar em labirintos e segredos, porque gosto deles,
exercitam minha mente, a mesmice me corrói.
Não trato medos e mistérios como assuntos sérios.
Dou risadas quando dói.
Cada vez que alguém me impôs limites, gostei;
fiquei sabendo do que sou capaz.
No que imaginava, fui muito mais além.
Que importa se o sol vai embora?
É tão lindo o horizonte de um sol poente.
Amo a lua também.
Deito e amanheço naturalmente.
Amo todas as coisas...
que se movem, que falam, que exalam.
Amo até as pedras,
sejam as rochas duras da natureza,
ou mesmo pessoas que se vestem de pedras,
nos privando de sua beleza.
Eu tenho o olho que tudo vê... o olho da simplicidade
A sua escuridão não vence minha clareza
Com um simples sorriso ultrapasso suas barreiras...
do som, da luz... e da sua dureza.

29 comentários:

Everson Russo disse...

Muito lindo esse olhar de simplicidade que a tudo ve, ve o lado colorido da vida, ve o sol, mas tambem ve o cinza, aqueles dias escuros, ve a beleza e o menos belo, tudo faz parte da vida, e nessa vida, tudo que se move é um alvo, Humberto Gessinger...rs..rs...outra coisa interessante não é meu amigo? tudo que a gente sente, tem sempre uma musica pra desenhar...forte abraço e uma bela quarta feira pra ti...

Luciano Braz disse...

Meu amigo que prazer em ser um dos primeiros a deixar considerações aqui.

Olha em primeiro lugar quero que saiba que é muito bom mesmo vir aqui e te ler, não é demagogia realmente sinto prazer em ler-te.

Amo todas as coisas...
que se movem, que falam, que exalam. (isso faz parte do meu dia a dia)

Também elogio esta imagem, é apaixonante da vonta de ficar olhando, sou fascindo por Olhos e mãos, acredito que eles tem um poder enorme de comunicação, encanto, e sedução.

Parabéns amigo.

Super abraço e boa tarde de quarta.
torça pelo meu furacão a noite rsrrs.

claudete disse...

querido amigo, o olhar da simplicidade é particularidade dos puros de coração, por isso você consegue amar até os que se vestem de pedra.Parabéns pelo lindo poema.
abraços fraternos.

Elaine Barnes disse...

Bela colocação: Ou mesmo as pessoas que se vestem de pedras...Conheço algumas assim e é incrível,gosto delas e o meu sorriso faz com que vão se despindo , se abrindo, confiando...Vão mostrando sua beleza. É bom ser vestido de amor né?!Naturalmente a luz se faz com toda sua simplicidade. Amei! Gde abraço amigo

marjoriebier disse...

Disse que voltaria. Voltei!

Wanderley Elian Lima disse...

Ver a ambiguidade das coisas e ter a força do amor para rompê-las e privilégio de poucos. Adorei o poema.
Abração

(Carlos Soares) disse...

Tem sim, Everson,sempre uma música para nos servir de tema e por que não,para nos embalar.Um abraço

(Carlos Soares) disse...

Tenho certeza disso, Luciano.Obrigado, é mútuo. Também gosto muito de olhos e mãos.

(Carlos Soares) disse...

Obrigado,Claudete. Você é especial.beijão

(Carlos Soares) disse...

Isso mesmo, Elaine.Um sorriso, um abraço, um gesto fraterno desmontam qualquer carranca.bjss

(Carlos Soares) disse...

Claro,Wanderley.Ver as pessoas como elas são, deixar acontecer mais, ao invés de tentar mudá-las. É um grande passo pro bem viver.Um abraço

(Carlos Soares) disse...

Venha sempre amiga de nome bonito, Marjorie.beijos

HSLO disse...

Muito bom esse texto e esse olhar é brilhante...essa simplicidade.

Parabéns pelo blog...sempre com boas novidades.


abraços


Hugo

mundo azul disse...

__________________________________


...que bonito, Carlos! Sim... A luz vence a escuridão!


Beijos de luz e o meu carinho...


__________________________________

Solange Maia disse...

Nossa Carlos....

Que bárbaro !!!

Gostei de cada frase, de cada detalhe... encontrei uma força sutil nesse texto...

Meus pedaços preferidos :

"Com uma simples vela acesa
eu derroto sua escuridão."

"Cada vez que alguém me impôs limites, gostei;
fiquei sabendo do que sou capaz."

Fantástico !!!!

Tomei uma dose de vitamina te lendo hoje !!!

Obrigada amigo querido....

Guilherme Canedo disse...

Olá Carlos!

Suas palavras são musicas, compostas e melodicamente harmonizada! Lindo!

Parabéns!

A respeito do meu post, eu participo de concursos, tenho algumas publicações gratuitas como você me sugeriu!

O que a editora fez é um absurdo por completo... Dessa forma até eu sou capaz de ter uma editora!

obrigado pelo seu comentário!

fica na paz! abraços

Bia Maia disse...

Quanto mais simples, meu amigo, melhor...

Lindo demais o que escreveu!

Beijos e linda quinta-feira!

Biazinha

Anne Lieri disse...

Carlos,seus textos são maravilhosos,sempre nos fazem refletir!Postei um texto seu no meu blog hoje!Obrigada!Abraços,

Sandra disse...

FICO MUITO FELIZ COM A SUA PRESENÇA NO BLOG.
ÉS UMA PESSOA MARAVILHOSA E AMADA.
MUITO OBRIGADA PELO CARINHO.
É SEMPRE UM PRAZER RECEBE-LA EM CASA.
ANDO MUITO OCUPADA. POR ESTA MOTIVO DIFICLTOU UM POUCO AS MINHAS VISITAS.
MAS MESMO ASSIM MORAS NO MEU CORAÇÃO.
UMA AMIZADE SINCERA NÃO SE ESQUECE.
VALEU. MIL ABRAÇOS.
SANDRA

Everson Russo disse...

Deixando um forte abraço ao amigo poeta e desejando um belo dia de paz...

Secreta disse...

Com o olhar podemos vencer todas as barreiras.

Quintal das Rosas Decorações disse...

Que lindo estas palavras..."Com um simples sorriso ultrapasso suas barreiras...
do som, da luz... e da sua dureza. "
Lindos sentimentos parabens...

bjs
Monica

Susana disse...

Olá Carlos!

Como prometi, aqui estou eu a fazer-te uma visitinha!

Pode mesmo haver pessoas que se vestem de pedra, mas há também que faz questão ser transaparentes, por dentro e por fora. Quem for trasnparente, tem tudo a ganhar, começando por montes de amigos!

Abraços, Susana

(Carlos Soares) disse...

Valeu ,amigo Hugo. Um abraço

(Carlos Soares) disse...

É isso aí, Susana.Transparência sempre.Chega de escuridão.bjs

b disse...

As pessoas mais simples são as que me ensinaram mais.
Esse seu texto tá de uma beleza e de uma verdade incontestáveis.
Simplicidade fura pedras sim...como água.
É meio de vida, de viver.
Viver bem.

Úrsula Avner disse...

Belo texto poético meu caro ... Há muita sensibilidade e delicadeza poética em sua escrita. Grande abraço.

EDUARDO POISL disse...

Muito lindo Carlos, sempre venho aqui e gosto muito do que escreve.
Abraços

Kotta1947 disse...

E que essa transparência dure e perdure pela vida fora. Belo poema e sentimento.Bjo