ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

BLOGAGEM COLETIVA- UMA CARTA PARA MIM( EU SOU UM ÍDOLO)

Esse é um texto bem antigo. Por coincidência estive relendo,quando recebi convite da amiga Elaine para participar dessa blogagem coletiva. Obrigado,Elaine.
//////
Sou sim, um ídolo. Não um ídolo das canções ou da tv. Que fica no palco representando e que ao mesmo tempo está isolado dos fãs pela barreira instransponível, chamada fama. Não um ídolo moldado ou fabricado, como um boneco de barro, tão frágil que pode cair e quebrar. Sou sim, um ídolo, mas dos corações. Talvez seja a maior das minhas ambições nesta minha vida agitada: ver o mundo à minha volta sorrindo para mim. Por ter a imaginação fértil, cultivo no meu jardim, um desejo simples de ser feliz. E só o mundo me faz feliz. Por isso vou andar por aí, criando espaços à amizade. Isso que é imaginação fértil... o mundo à minha volta sorrindo para mim. Como um verdadeiro ídolo. Feito de um barro especial, que só se encontra no solo fértil dos corações. Puxa, como estou otimista hoje... pela terceira vez falei em fertilidade. Talvez, por isso eu seja um ídolo. Quem pode dizer que não? Quem pode negar que nesse mundão de meu Deus há alguém que se lembra de mim? Alguém que gosta de minha cabeça. Que aprova minhas idéias, que delira quando estou sorrindo e que fica triste quando me vê triste. Alguém me adora. Alguém me ama. Alguém é meu amigo. Alguém gosta da minha voz rouca, do meu cantar e meu cantar é uma estrada florida onde só se planta amizade. Uma estrada florida onde vivi de perfumes e espinhos. Cheguei a chorar as flores que morreram porque foram minhas mãos que plantaram e só eu sei o trabalho que deu. Um dia eu disse: Aqui jaz uma flor; pouca gente entendeu. Um dia um ídolo me disse que os ídolos nunca serão compreendidos, mas, isso não me faz um ídolo triste. Posso não ser um John Lennon, mas sou muito querido. Sou simplesmente Carlos... e daí? Aquele moleque, aquele poeta. Aquele irritado. Aquele humorado. Mas acima de tudo, um ídolo. Porque alguém gosta de mim. Alguém vai ler isso aqui e dizer: Você é o maior! Sou um ídolo que não se preocupa com beleza física ou status, por saber que estarei estampado sim, mas nas páginas dos corações. Lá sim, quero ser manchete. Esses corações. Essas terras ocultas e misteriosas que tento compreender e desbravar. E foi chegando perto deles que virei ídolo. Alguém reza por mim, torce por mim. Alguém prega o que eu prego. Alguém me põe nas costas se estou cansado. Alguém confia na minha amizade. Alguém acha bonito os anéis dos meus cabelos. Acha bonito meu olhar, mesmo quando está perdido num ponto qualquer, como pedindo uma explicação pra esse piscar de olhos que é a vida. Alguém entre os rostos da multidão vai ser o meu alguém. E eu adoro os “ alguéns” da vida, porque todo mundo veio pra ser alguém. E eu nasci pra ser ídolo. Entre os rostos da multidão vejo gente que me diz bom dia, que me sorri. Gente que ouve as coisas grandes que digo e que me perdoa quando digo besteiras também. Gente que me chama de amigo, ou irmão... ou de meu amor. Gente que sente saudades de mim. Às vezes sou ingrato quando reclamo solidão. Há gente que me convida ao instante confortável de um abraço. Gente que me faz ser gente. Que me faz ir pra frente. Pessoas que entendem a minha mentira, minha fantasia de sorrir. Todas as minhas utopias. Que me entendem por eu viver no mundo mágico da poesia que eu tiro do meu baú encantado, vulgo coração. Ainda bem, pois essa é a minha espada contra os dragões desse mundo de terror. Sem ela eu estaria enfraquecido. E foi essa espada que me fez virar ídolo, porque tem muita gente que se inspira quando estou inspirado. Mas, não quero ser um anjo, nem um líder dessa gente. Quero apenas ser um elo, entre os elos da corrente. São pessoas que me entenderam quando eu disse: Eu queria ser uma estrela. Por causa dessa gente a partir de agora, eu vou andar nos trilhos.

21 comentários:

Marise von disse...

Carlos,
Muito interessante e diferente essa carta... é isso que é maravilhoso, todas se manifestando de maneira criativa, revelando o seu ser, o seu interior, a sua alma.
É pura emoção, e isso que dá sentido a vida.
Parabéns pela sua carta, prazer em conhece-lo.
Agradeço também por seguir meu blog de sociologia, vou seguir o seu também.
Abraços,
Marise.

Elaine Barnes disse...

Belíssimo texto! Na verdade eu é que ando nos trilhos e eles me trazem todos os dias aqui. Paro nessa estação que poderia se chamar: "Estação do Coração".
É realmente um solo fértil e desejo que continue sendo essa estrela de poeta! abração amigo

Elaine disse...

Carlos,
Muito lindo este texto!
Ele revela mesmo um amor por si muito grande!
Obrigada por participar!
Beijos, querido poeta.

HSLO disse...

Gostei da sua carta...viu. Eu também participei da blogagem coletiva.


abraços


Hugo

Vem desfrutar do Amor de Deus disse...

Oi Carlos,
Tudo bom? Olha to tentando ler todas as cartas, mas o tempo corre né?
Olha senti muita transparencia em seu texto...e quer saber a verdade? voce é um idolo mesmo...todos somos idolos e assim seguiremos sendo...idolos..
Adorei o que li e com certeza foi um dos que mais gostei...
Bjs e linda semana pra voce
Marcia

(Carlos Soares) disse...

B;dia Marise.Hugo. Elaine. Márcia.
esse texto embora pareça altruísta, não é.Serve para toodos nós, como bem disse a Márcia.Tdos temos pessoas que nos amam,que nos olham com admiração.beijos e abraços

Everson Russo disse...

Meu amigo, voce me faz ficar pensando daqui, alias, pensando não, desejando algo que jamais poderá acontecer, eu querida ter estudado na mesma classe que voce...rs..rs...certamente eu teria tido um grande amigo pessoalmente e poderia ter trocado muitas ideias, e claro, teria um porto seguro pra colas...rs..rs..rs...to falando serio, achei super interessante sua definição do desejo de ser idolo, o desejo de ser um idolo de si mesmo, de suas ideias, de seu proprio caminho, um idolo do coração de alguem, um idolo do real, da vivencia diaria das emoções contidas dentro da gente, voce até me fez lembrar de um fato, de um idolo, mas esse sim das multidões, vai até pro seu furuto post dos grandes do rock, uma vez num show do Legião, quando o pessoal gritava insistentemente o nome do Renato Russo, ele me solta essa, "Eu adoro ser idolatrado, me amem, me amem...", é interessante isso, quem não quer ser amado? ser venerado por uma multidão? ser carregado por uma geração? mas enfim, fiz esse paralelo, pra chegar ao ponto de onde voce tocou na minha visão, voce não quer ser um idolo das multidoes, e sim de si mesmo e de tudo que lhe rodeia, certamente voce se encontra feliz, realizado e leve consigo mesmo, já o nosso idolo pop, acabou se afudando em solidão e coisas mais pesadas...gostei do seu ponto de v ista....saiba que sou seu fã...rs..rs...forte abraço amigo e um belo dia pra ti....

p.s. espero não ter me perdido no comentario, sempre acontece comigo quando viajo na ideia...rs..rs...

(Carlos Soares) disse...

Querida Leila.Num vacilo recusei seu comentário,foi sem querer mesmo, mas pode crer que ele entrou no meu coração. Voc~e é grande menina.
Sinceramente, caros Leila E Everson, vocês me emocionaram, porque captaram justamente o que eu quis dizer,claro,sensíveis que são. Confesso que temi ser confundido com egoísmo( eu falei no meu comentáario "altruísmo", mas inverti as palavras,queria dizer egoísmo.. nada a ver,né). Com certeza Everson, faríamos uma grande dupla. Cola eu não podia garantir,pois sempre fui mediano,meio largado,só fazia a conta do chá para passar.Mas tive sim boas duplas,a turma gostava de fazer trabalhos comigo, porque como dizia um amigo, que "tirando confusão, eu topava tudo e fazia acontecer". Me aguarde e verá,tenho tanta coisa pra contar.Tenho muita saudades de meus amigos.Uns morreram infelizmente,isso me dói e outros estao no exterior. Sobre esse fato do Renato Russo,viu ocmo o cara era autêntico?Sem hipocrisia?No fundo não acho que ele se perdeu,foi autêntico até o fim,só não era cínico. Alguns ídolos ficam fazendo discursos politicamente corretos na tv. Final de semana então passo ouvindo música.Não aguento mais tv.Bem acho que é isso. Obrigado e um grande abraço. beijos,Leila.Desculpe minha falha

Quintal das Rosas Decorações disse...

Oi Carlos, estou pelegrinando pelos blogs para ver as cartinhas kkk, amei a sua diferente das que vi, mais muito criativa... parabéns, adoro suas visitinhas viu... bjs

Mônica

Nanda Botelho disse...

Também me sinto assim, numa vontade imensa de ser um tipo de elo! E também gosto de me ver como fonte de inspiração.

Interessante o uso da palavra ídolo dessa forma...

Obrigada pela visita! Bjão!

(Carlos Soares) disse...

Obrigado,Mônica.Venha sempre. Eu também, já passeei pelo seu quintal e me senti muito bem lá. Sobrevoei belas flores.Beijos

(Carlos Soares) disse...

Valeu,Nanda.É sempre bom ir lá.beijos

Renata Nogueira disse...

Parabéns pela sua participação!
Beijão

Anita "Menina-Flor-Mulher" disse...

Minha estrelinha adorável, meu amor perfeito, não me canso de dizer " amo você".

Bjinhos.

Princesa disse...

assei para agradecer a visita sempre tão carinhosa

"Que seja eterna a vitória dos seus dias,
mesmo quando eles lhe derem

a impressão de fracasso.
E nunca se esqueça que atrás das nuvens

sempre existirá sol."

tenha amanhã um bom dia
Beijinhos

(Carlos Soares) disse...

Obrigado,Princesa.Acabou usando palavras de p rincesa e eu estava precisando.bjs

AFRICA EM POESIA disse...

Carlos

Obrigada pela visita

Os beijos Também têm a magia de poderem ser enviados e dar alegria a quem os manda e a quem os recebe...


beijos

Suany ڪےalgado ® disse...

Vim agradecer por mais uma vez adorar meu blog Carlos ;) Muito linda essa postagem...

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Carlos,

Você tem o dom de deixar a emoção emocionada, pode isso?! Parabéns pela linda carta. A luz da sua estrela brilha e nos encanta.

Noite de luz!


Rebeca

-

(Carlos Soares) disse...

Anita,sou estrelinha que você cuida muito bem.beijos,amor

Coisa Frágil disse...

olá Carlos,

muito obrigada por seu comentário no meu blog, adorei a sua carta...as blogagens são ótimas....assim conhecemos pessoas legais...interessantes...que nos proporcionam mais leituras e conhecimentos. Seu blog é super perfumado.
seja bem vindo.
bjos