ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

OS POEMAS QUE LHE FIZ


( imagem google )
Os poemas que lhe fiz
sem mais compromissos falavam do belo,
De um interesse singelo de lhe fazer feliz.
Um sorriso valia um poema, você era o tema.
Falavam do sim no olhar
da rendição de um coração
ao irreal, a um sonho anormal, a uma doce ilusão.
Não previam a amargura do fel,
diziam muito com a doçura do mel
de um amor bonito, abstrato, mas infinito
como a própria imaginação dos poetas.
E sem mais metas, só queria lhe fazer feliz
nos poemas que lhe fiz .
Não lembravam as gaiolas, e sim
a liberdade dos passarinhos,
de um coração que voou muito alto, buscando o inatingível
sem saber que estava acostumado ao chão.
Não previam uma noite escura, e sim
de estrelas reluzentes
e em cada amanhecer um sol brilhando pra gente.
não falavam de desertos, mas sim
de paraísos abertos pra gente ser feliz.
Era isso que pregavam os poemas que lhe fiz.
Poemas, essência de minha alma...
Porém a alma do poeta em sua bela e frágil estrutura
tantas vezes, tantas tolices vem dizer.
Ora, ora, poemas são apenas devaneios
porta-vozes da alma, e dela
são armas, são escudos
são reflexos, são argumentos
são coisas de momentos.
E a paixão é um fogo ardente, queima de repente.
Mas, não se preocupe, musa inspiradora
meu tema, meu dilema
o fogo da sua insensatez não queimou a raiz
dos poemas que lhe fiz

29 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Mas nada foi em vão, valeu ter como inspiração um grande amor, mesmo que não correspondido.
Abração

Luciana Penteado disse...

Nossa, Carlos, lindo demais este poema. Confesso que fiquei pensando... E como são lindos os seus versos.
Os poemas feitos com emoção, espontaneamente, são, sim, os melhores. E este está divino!

Obrigada pelo voto! E pode votar mais de uma vez, sim. Quando puder me dar uma ajudinha, será muito bem-vinda. É até dia 12/9. Valeu mesmo! Beijos pra ti e um ótimo dia!

Chica disse...

São lindos os poemas que fizeste e tua musa saberá apreciar...abração,lindo dia,chica

Everson Russo disse...

Todos os poemas tem como alvo o coração,,,um coração em busca de outro coração,,,e mesmo que no final nada de certo,,,foi escrita ali uma historia de amor,,,,abraços amigo e uma bela terça pra ti.

hanukká disse...

Parece-me ingrata essa musa, mas ela sabe de tanta dedicação? lindo todo esse carinho, abraços amigo.

Ó tu, Senhor, que do alto
trouxeste fogo a nossa terra,
derrama em mim teu amor sagrado,
chama que o coração me acenda;
Que permaneça ardentemente, com
brilho eterno, cintilante; e em canto e
oração fervente, retorne a ti para
louvar-te eternamente.

ValquiriaCalado-valvesta

ValeriaC disse...

Carlos querido... você coloca em forma de versos a beleza da sua linda alma de poeta...
Tenha um doce dia ...beijos...
Valéria

Pelos caminhos da vida. disse...

Escrito com o coração.

beijooo.

Felina Mulher disse...

Ai que poema!
Perdi meu fôlego!
Me deixa respirar...
...
...
...
prontoooo!!!!
caraaaa...... é muito coração e massa no cerébro.
Beijos, que vc continue escrevendo tao lindamente.

CARLA FABIANE... disse...

Bom dia, amigo!

Hoje me dei conta de que as pessoas
vivem a esperar por algo
E quando surge uma oportunidade
Se dizem confusas e despreparadas,
sentem que não merecem,
Que o tempo certo ainda não chegou,
E a vida passa e os momentos se acumulam
Como papéis sobre uma mesa.
Estamos nos preparando para qualquer coisa
Mas ainda não aprendemos a viver,
A arriscar por aquilo que queremos,
A sentir aquilo que sonhamos.
E assim adiamos nossos dias
E nossas vidas por tempo indeterminado
Até que a vida se encarregue de decidir
por nós mesmos,
E percebemos o quanto perdemos
E o tanto que poderíamos ter evitado.

( Fenando Pessoa)

Ótimo inicio de semana...beijos e meu carinho

José disse...

Olá Carlos!
Falando do meu post,o que mais me revolta, é os políticos virem para a televisão, dizer ardeu menos não sei quantos metros que o ano passado.
Você diz quando era pequeno, que controlava balões, agora controla aviões, deduzo que seja piloto, ou controlador aéreo, e também controla bem as palavras nos seu poemas.

Um abraço,
José.

Sandra Botelho disse...

Só fazemos poemas para quem amamos...
E sempre vale muito a pena.Porque em cada poema colocamos parte de nosso coração, quando acordamos nosso coração já não nos pertence, os versos o levaram inteiro e agora estão nas poesias, nos poemas que nosso amor guardou, ou seja nosso coração não é mais nosso, pertence a quem amamos.
Lindo demais viu poeta.
Bjos achocolatados

Sonhadora disse...

Meu querido Carlos
Um sentir pleno, neste belo poema.

Um sorriso valia um poema, você era o tema.
Falavam do sim no olhar
da rendição de um coração

Adorei.

Beijinhos
Sonhadora

Vida*** disse...

Amor é Vida*** Vida é Amor!!!Bjo no coração com perfume d orquídeas!! A voz que cala é o silêncio que fala.

Franzinha disse...

Muito lindo!
Quem me dera...

Flores...

Jorge disse...

Carlos,
linda e tocante poesia de Amor.
É a sua essência, alma criadora!!!

Sempre muito emocionante ler teus poemas, Amigo!!!

Um grande abraço!!

anamineira disse...

Lindo menino,
Agradecida pelo comentário.
Sumidinha eu, né?
Um abraço carinhoso

Xanele disse...

Adorei o poema...e essa música...nossa

beijos Xan

PRECIOSA disse...

Com licença. Vou chama-te de poeta!
Linda declaração de amor feita em versos e poesia....
Parabéns.....
Abraços carinhoso.
Preciosa Maria

Fatima disse...

Merecer um poema!
Que trem mais lindo!
Bjs.

Pelos caminhos da vida. disse...

Um ótimo dia pra vc Carlos.

beijooo.

Everson Russo disse...

Sabe meu amigo,,,relendo eu me lembrei tambem de uma epoca magica em que a gente ia escrevendo e guardando tudo aquilo em papeis,,,livrinhos,,,agendas,,,eu tenho tantos manuscritos guardados que poderiam se chamar os poemas que eu lhe fiz...hoje na correria,,,e na era da informatica,,,o romantismo da caneta e papel se perdeu entre fibras opticas, teclados e monitores,,,,nossa,,,viajei agora,,,,abraços de bom dia e paz.

Enigma disse...

Eu queria ter palavras para poder descrever, a beleza, e a magnitude dos teus versos. Parabéns!!


PS. Estou melhorando aos poucos. Obrigado! Vc é uma pessoa maravilhosa (um grande amigo).

Sandra Botelho disse...

Deixando bjos e desejando um dia lindo!
Bjos achocolatados

sandra Freitas disse...

Oi amigo..ando tão mal..meio triste com alguns acontecimentos...por isso nem tenho visitado meus amigos...Obrigada pela sua visitinha viu, você é muito especial.
Mas que troço é esse de insensatez da musa????..Afff será que ela pirou...
Mas fazer poemas pra um grande amor sempre vale a pena, mesmo depois que o amor passar...se é que ele passe..
bjokinhas..

garoto cientista disse...

Olá, é um prazer estar aqui novamente. Gostaria de deixar aqui um pedido, inscrevi o ternuraeintimidade no concurso blogbooks na categoria sexo (sexualidade), quem sabe ele vira livro! Para isso gostaria muito de sua ajuda votando em meu blog, basta ir para este link
http://www.blogbooks.com.br/blogs/votando/YmxvZ2Jvb2tzXzcwNQ==
ou diretamente no meu blog, no selo localizado no canto superior direito, pode votar quantas vezes quiser, o garoto cientista fica muito grato!

Talita disse...

Olá por alguns motivos estarei deletando meu atual blog, mais já estou construindo outro espaço para postar idéias, pensamentos e imagens.
Gostaria de ter sua presença neste blog tambem:

http://tatapalavrasaovento.blogspot.com/

Beijos com carinho!!

"Cantinho Poético" disse...

O amor eterno é o amor impossível.
Os amores possíveis começam a morrer
no dia em que se concretizam.

Eça de Queiroz

Saudações Poéticas!! M@ria!

Meru Sâmi disse...

Uma musa é um ser além de nossa comun-idade, é quem transborda através de nós , e permite-nôs experimentar o ser poeta.

Abraços...

deusaodoya-ciganinhafeliz disse...

Meu querido Beija-Flor...
Um dia abençoado, em paz e luz.
Nossa, não sei como começar a falar sobre esse poema, lindo, lindo
Me emocionei, mesmo que não seja pra mim, me lancei como sua musa.
Lindo, cheio de algumas diferenças entre vcs. dois, mas o que vale realmente é o amor lançado em chamas.
Não creio que essa sua musa seja insensata, não creio...
Eu acho que a palavra correta seria medo dessa felicidade presente.

Medo de ser feliz perante uma grandiosa alma.

Medo de ser feliz ao lado de um grande amor, correspondido em seus minimos detalhes.
Medo de se atirar de cabeça numa relação que só há fará feliz.

Medo da felicidade ao teu lado.
Carlos querido, sua musa na certa está lhe entendendo perante esse poema.
Creio que ela espera que vc. a ame de verdade.
Nada de momentos e sim infinitos momentos a dois.
Beijos carinhososo em seu coração.
Paz e luz.
Regina coeli
Deusaodoya