ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

O OCASO NÃO É UM ACASO


( imagem br.olhares.com )
Esse céu dourado
fingindo ser dia, fingindo ser noite
Causando-me o açoite
da sensação de solidão.
O sol desce o horizonte
meio triste por não querer ir
refém de uma força maior
ele sabe de cor, não pode resistir
nem vai olhar para trás
e meu coração tantas perguntas faz... e fará:
será que ele não olha para não ter saudades
ou está certo de que voltará?
E eu... devo chorar pelo que fiz
ou pelo que não fiz?
As sombras da noite engolem
envolvem... mas, não resolvem.
As incertezas ficam no ar,
a angústia, o afã,
nem sei se vai ter um amanhã.
Só sei que o ocaso não é um acaso,
precisamos passar.
Acontece que a natureza é sábia
e permite a si mesma um novo dia
a cada vez que o sol vai embora,
mas, na vida é diferente;
quando a gente desce o horizonte
não tem mais amanhã...
não tem mais aurora.

13 comentários:

Ni ... disse...

Lindo demais!

Beijo daqui prai

Majoli disse...

Oi meu amigo, que poesia mais encantadora, amei.
Você nos passa uma paz através de sua poesia, da escolha da imagem, que coisa boa.
Beijos de uma linda noite.

Talita disse...

Sempre existirá um novo amanhecer, um novo caminho a seguir para aquele que quer viver e ser feliz...

Beijos

Wanderley Elian Lima disse...

Mas não acabamos, permanecemos para sempre em outras esferas, talvez até mais felizes.
Abração

Sonhadora disse...

Meu querido Carlos
Adoro a sua poesia, não sei qual é melhor, se a poesia se as histórias.

As sombras da noite engolem
envolvem... mas, não resolvem.
As incertezas ficam no ar,

Adorei o poema.

Beijinhos
Sonhadora

romantic disse...

AINDA BEM QUE TEM UM OUTRO DIA BJS MENINO BOM FIM DE SEMANA!!!

Felina Mulher disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
legalmente loira... disse...

querido carços,
fiquei feliz que veio e postou coemtario sera que agora vai dar certo rsrsr.
acredito no amor que delicia de poesia.
escreve muito bem e com a sua alma.

apenas aproveitar e sentir o momento....
um otimo final de semana com bjos meus...obrigada pelo carinho!

PRECIOSA disse...

Olá, que lindo poema! tão belo quanto todos de sua escrita, percebo sentimento, esperança, porque sempre o horizonte ha de brilhar, dando-nos muito desafios para enfrentar (com coragem)....
fico feliz com sua visita em meu blog e seu comentário sempre carinhoso...
Abraços, bom final de semana..
Preciosa Maria

Flor de Lótus disse...

Olá,Carlos!Passando para conheer seu blog, as dúvidas são muitas ir ou ficar, amar ou ouvir a razão, partir sem deixar pistas ou ficar e ver o que rola.
Um ótimo findi!
Beijosss

Everson Russo disse...

Uma pintura divina no firmamento,,,descrita pelo poeta...belissimo,,,abraços de otimo sabado pra ti.

Edna Lima disse...

Que maravilhoso passeio. As vezes me pego lembrando muito da casa em que nasci.Foi construída pelo meu avô.E na véspera da família mudar a a casa desabou por por causa de um enorme temporal.
Teria sido feita em cima de um formigueiro.Histórias da vida real.Iapu se tornou cidade no ano em que nasci.Adoro roça.
Íamos muito na fazenda da prainha quando já morávamos no Inhapim. Era dos meus tios.Tira bastante fotos.
Divirta-se. Grande bj conterrâneo. Edna.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Sempre! Vc sabe de tudo, amigo, e transforma em poesia! Parabéns!

"Teus olhos são meus livros.
Que livro há aí melhor,
Em que melhor se leia
A página do amor?

Flores me são teus lábios.
Onde há mais bela flor,
Em que melhor se beba
O bálsamo do amor?"
*Livros e flores*
Machado de Assis

Muito obrigada, Carlos!
Beijo.
Tenha um Lindo Dia!
Renata