ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

JANELAS FECHADAS


( imagem google )
Por que cantas seresteiro
debaixo de uma surda janela?
Não é mais tempo de Rapunzel e Cinderela.
Quem te ouve são só as estrelas irmãs
que se apagam pelas manhãs
e te devolvem esse açoite
até que chegue outra noite
pra cantar teus anseios e devaneios
de formas vãs
Ficarás rouco, louco ao som dessas cordas
e ela não acorda por mais que a música seja bela,
por mais que a música seja pra ela.
Por outro lado não te condeno, violeiro
Não és o primeiro,
a teimosia não é um defeito só teu.
O poeta também é assim,
escreve linhas para um amor que não viveu.

23 comentários:

Hana disse...

Oi garoto, meu grande menino beija flor, olha cada vez que venho aki, tem coisa boa, tem carinho, pureza nas palavras, e saio com um grande sorriso, e deixo sempre minha admiração, por cada frase que aki leio, como sempre, meu muito obrigado pela alegria de hoje, vc faz a diferensa.
com carinho
Hana

Everson Russo disse...

Exatamente,,,o poeta é louco assim, escreve para um amor que viveu,,,pra um que não viveu,,,inventa um amor,,sonha,,,insiste em uma janela e em um coração fechado,,,,belissima imagem do violão quebrado,,,,encaixou perfeitamente em sentimentos...grande abraço amigo e um belissimo final de semana.

Wanderley Elian Lima disse...

Assim como os poetas, os seresteiros não desistem nunca.
Adorei o pseudônimo, obrigado.
Abração

IT disse...

Ah! poeta de "janelas fechadas"
Poeta seresteiro! no seu coração
mora um amor que encanta e canta.
Só as estrelas podem vislumbrar do som que sai do coração desse poeta.
Sonhar que "ela" ouve é o melhor de tudo...muito melhor do que nada!

As "janelas fechadas" de um poeta é o excesso da concretização visível, da ausência de um amor que nunca viveu...
Deixo aqui um olhar de admiração.
Bijos

Chica disse...

Que lindo,Carlos.Maravilha de inspiração!abração,lindo fim de semana,chica

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Oi,Hana. Obrigado por tanto carinho e atenção.De coração.Beijos
///
Pois é,Everson.Esses corações malucos,teimosos não aprendem. Também achei a imagem do violão quebrado bem encaixada ao texto.Um abraço
///
Valeu Wanderley. Caiu bem. Um abração
///

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Oi,Irlene amiga querida. O poeta é um seresteiro, o seresteiro é um poeta. Parece que gostam de cantar para janelas fechadas. Sem as dores não haveria poesia. O peito do poeta nunca é uma janela, digamos, exatamente fechada, é só fazer toc toc e ela abre, pois o coração do poeta está sempre acessível aos bons sentimentos. Seu comentário, posso dizer, que completou meu poema. Gostei muito.Obrigasdo pela atenção. beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Pensou que estivesse te esquecido? Não, amigo estive ausente, voltei essa semana e acredite ainda não consegui colocar a casa em ordem.

O nosso caminho é feito pelos nossos próprios passos...
Mas a beleza da caminhada depende dos que seguem conosco!

(desconheço autoria).

Fim de semana de luz, paz, amor, saúde.

beijooo.

Sandra Botelho disse...

Sempre tem um ouvido apaixonado ouvindo as canções do seresteiro, mesmo que não seja o seu amor.É como a poesia, é universal, sempre toca a alma de alguem por mais que tenha sido escrita para um outro alguem, que provavelmente nem a leu. Bjos achocolatados e um final de semana abençoado

Fatima disse...

Não só o poeta meu amigo!
Bjs.

ValeriaC disse...

Sempre encantadores seus versos...seja seresteiro, seja poeta...o coração é sentido...deles vertem palavras apaixonadas... beijinhos...
Valéria

Eduardo Medeiros disse...

Que cantadores e poetas continuem no seu ofício de cunhar sonhos.

abraços

HSLO disse...

Maravilhoso Carlos...ótimo texto.


abraços

Hugo

Jorge disse...

Meu amigo,
graças a sua forma sensível de escrever, estou reescrevendo também o meu coração para compreender tuas poesias. Pois se toda poesia é para se sentir, as tuas, talvez pela identificação, me causam dificuldades. Acho que é a sua sutileza. Mas, de qualquer forma, venho aqui sempre para sentir esta belezas tocantes. Mesmo que na tristeza, trazes a beleza da harmonia nas letras.
mais uma vez, parabéns!!!

Um abraço,

Paula Barros disse...

Carlos, a foto e o poema estão em belíssim sintonia.

Gostei do surda janela, bem criativo.

abraço

Anne Lieri disse...

Carlos,que beleza de poema!O poeta é mesmo um louco apaixonado!Faz poesia de tudo que vê!Adorei!Abraços,

Pérola disse...

Maravilhoso amigo,tudo de bom.
Faço minha as palvras do Everson.
Beijokas milllllllllll.

MEUS PENSAMENTOS disse...

eu achei lindo! bom fim de semana pra ti menino!

Silvia disse...

Nossa lindo demais.
Como disse a pouco em outro blog: essas histórias não vividas, ou não vividas até o fim, são as que rendem os melhores escritos.

Beijos

Majoli disse...

Muito lindo meu amigo, a gente nunca deve desistir dos nossos sonhos.

Acho seresta algo tão encantador.

Beijos de um bom final de semana.

Marilu disse...

Querido amigo, ser poeta é muitas vezes misturar realidade e ficção. O que vivemos e o que imaginamos ter vivido. Lindo poema...Tenha um lindo final de semana..Beijocas

Principe Encantado disse...

Se estiverem fechadas, olhe em frente e surgirá uma oportunidade para abrí-las.
Abraços forte

A Flor do Sul - Perah Hadarom disse...

Na verdade, tudo o que não se viveu guarda em si um pedaço de nós, e talvez seja até mesmo mais forte do que o que se viveu, pois não há como saber que pessoa seríamos hoje se as coisas tivessem sido diferentes...


Senti uma emoção forte aqui, estou certo? Senti uma dor de uma certa impotência. Mas só posso dizer uma coisa: amigo, cada um recebe o que dá. Se ainda não recebestes, é porque ainda não chegou ao fim aquilo que iniciastes.

Até mais!