ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

CONQUISTANDO UMA MULHER


“Mulheres são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo. Os homens não querem alcançar essas boas, porque eles têm medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo, mas são fáceis de se conseguir. Assim as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas, quando na verdade, ELES estão errados . Elas têm que esperar um pouco para o homem certo chegar, aquele que é valente o bastante para escalar até o topo da árvore. Têm uns que se acham capazes, valentes, alcançam o topo e descobrem que é preciso mais do que coragem para conseguir a maçã perfeita. Descobrem que é preciso que ele continue acreditando que depois de colhida a maçã é homem suficiente para manter e proteger sua maçã e, principalmente, que não é porque a maçã estava no topo da árvore que ela é inalcançável e precisa ser colocada num pedestal.... o caminho é muito grande, do tamanho talvez da coragem que precisa resgatar em si mesmo, para se acreditar capaz de voltar a conquistar o que está em um patamar acima; ou seja, voltar a buscar a maçã do topo da árvore, que jamais aceitará qualquer coisa, ou deixará seu nível de exigência, uma vez que já teve ou sempre terá o melhor para si, não aceitando nada menos daquele capaz de proporcionar-lhe sua felicidade.” (Machado de A ssis)
Obs: Reduzi um pouco o texto para a postagem não ficar muito longa
///////
Machado de Assis em 1930 era rapaz e em 1950, um quarentão. Muito mais que isso, um grande escritor, o maior de todos os tempos do Brasil. Nem gosto de falar muito dele, pois para falar de Machado de Assis, é preciso entender sobre ele. Alguns acham que ele escrevia complicado, clássico demais, mas existiam outros escritores clássicos, porém não tão “complicados”. A verdade é que não alcançamos mesmo seu grau de inteligência poética. Mas o assunto é outro. Essa foi uma época sabidamente romântica, de cavalheirismo e gentilezas. E curiosamente e paralelamente, a mulher ainda era muito submissa. Vejo uma contradição, não no texto evidentemente, mas nas relação homem/mulher na época. Se os homens eram mais românticos e gentis e a mulher, submissa, a conquista deveria ser mais fácil, seja por causa do romantismo do homem, seja pela submissão da mulher ou pelas duas coisas em conjunto. Reparem no texto que o monstro Machado de Assis (até ele), com certeza já muito famoso e respeitado, fala da dificuldade do homem entender e conquistar a mulher. Na minha humilde opinião a mulher nunca foi submissa. Legalmente falando foi sim, não podia votar, etc, mas quando se trata de encantos, de relacionamentos, sempre exerceu domínio sobre o homem. Ou então era um falso romantismo dele e a mulher sabia disso. O domínio do homem também era falso, ele controlava a mulher, mas não a tinha, isso é muito diferente. Não é pela força física, por autoridade de leis, poderio econômico e até mesmo com falso cavalheirismo que se conquista alguém. Esse é um tema sem fim. De qualquer forma não é de hoje que “sofremos” com elas, mas o “trem é bão, uai?”. Vai entender.

16 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Esse é um assunto muito complexo, mas uma coisas é certa, se as maçãs do topo se vendem muito caro, acabam apodrecendo no pé.
Grande abraço

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Concordo, Wamderley. Gente metida ninguém merece,né? Merecemmesmo apodrecer. Um abraço

Majoli disse...

Oi Carlos, gostei do texto, mas adorei o finalzinho:
De qualquer forma não é de hoje que “sofremos” com elas, mas o “trem é bão, uai?”. Vai entender.

rsrsrs.
Beijos meu amigo.
Tenha uma linda noite.

HSLO disse...

Texto maravilhoso do Machado, não conhecia...

abraços
ótimo final de semana para ti.

Elaine Barnes disse...

A árvore do pecado.rs...Na verdade subir ao topo para conquistar a melhor requer disposição,vai dela também conquistar com seu perfume e beleza primeiro. Adorei! Monte de bjs e abraços

Everson Russo disse...

Conquistar e por consequencia tentar entender uma mulher é muito complexo,,,muito complicado,,,muito louco,,,mas um exercicio que faremos eternamente,,,,muitas vezes tentamos estrategias imensas e nada,,,e noutras coisas pequenas surtem um efeito imenso,,,é muito de momento,,,de intensidade,,,as vezes,,,até um poema que diz apenas,,,eu te amo...eu disse,,,apenas....rs..rs...abraços de bom sabado pra ti.

Elzenir Apolinário disse...

Carlos, que coincidência, vim visitá-lo e convidá-lo a falar sobre a mulher em meu blog. Agora encontro este texto dialogando com oo meu. Gostei mto. Bom final de semana. Bjs

ValeriaC disse...

Carlos querido...as mulheres são mesmo complexas...mas isto é bom para os homens, pois tem que se empenhar em conquista-las, mas no final, vale a pena para ambos...o conquistar e ser conquistado sempre...e neste se envolver, cultiva-se o amor.
Beijos...
Valéria

Rose disse...

Caro amigo! O Universo feminino sempre foi e será um grande mistério é tão complexo que nem nós mesmas conseguimos entender... rsrsrsrs
E Machado de Assis foi um escritor empenhado em desvendar esse mistérioso Universo, da forma mais lúdica e sensível. Belo texto e contexto! Beijos

legalmente loira... disse...

muito bom texto de machado,
mas se concorda que mulher faz sofrer mas é uma coisa muito boa rsrsrs...
adorei este jogo de conquista...
Bom fim de semana amigo.

bjos.

Eduardo Medeiros disse...

Carlos, você tocou numa questão muito interessante...mas será que para o Machado, as maçãs do topo eram metidas ou especiais, por isso tão difícies de alcançar?

De uma coisa eu sei: as mulheres sempre "mandaram" nos homens através da sedução, da beleza e do fascínio.

A história tá aí para comprovar.

abraços

IT disse...

Carlos,
Conquistar um mulher é saber encantá-la.Ela fará feliz.Muito curioso ler outro poeta descrever Machado de Assis, aliás, fez isso,
com sutileza admirável, parabéns!
Como vc mesmo disse,"Essa foi época sabidamente romântica,cavalheirismo e gentilezas" é isso meu caro! gentileza gera admiração, que gera encantamento. Certamente, o memorável escritor conhecia bem o universo feminino,embora,peculiar dos poetas saber encantá-las!
Forte abraço de IT

Maria Dias disse...

...Para se conquistar uma mulher tem q bater a quimica...è simples assim como morder uma daquelas belas maças Argentinas...rs...

P.s. Mas cuidado pq a maça pode estar envenenada aí nao tem mais volta!rsrsrs...

Machado de assis é o orgulho de todos nós brasileiros!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Pois é, Carlos, como diz o nosso amigo, é mais complicado, ao meu vi.ver. As relações têm que ser mais humanas. Há muita gente que morre no pé de maduro, sejam homens ou mulheres. Nem o topo, nem o capacho são bons.
Bom é ser do tamanho do se vê e não do tamanho da própria altura, como disse Pessoa, naquele texto de que vc gosto lá no bloguito. Do tamanho do humano.
Há outro poema em que Pessoa diz que *não basta abrir a janela*. É preciso pular, sair pro mundo.
Pela própria estrutura, os homens até hoje são levados a sair; já quando se trata de mulheres, há muitas que são super-protegidas, e quando saem e conhecem alguém, este alguém tem de ser um príncipe, a qualquer custo. É desumano fazer isso com quem quer que seja. Ninguém merece.
Mas o texto do Machado é muito bom. Não o conhecia. Muito obrigada.


"Ser você mesmo e não ter medo de estar certo ou errado é mais admirável do que a fácil covardia de render-se à conformidade"

Irving Wallace.



Beijos********
Renata

Amor feito Poesia disse...

Não fiques em terreno plano.
Não subas muito alto.
O mais belo olhar sobre o mundo
Está a meia encosta.


Friedrich Nietzsche

Um Domingo de amor & Paz...Beijos!

romantic disse...

menino querido que postagem linda!!!!
amei viu? e amei tbm carinhos a mim deixados como fragancia em meu blog bjs lindo domingo!!!