ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sexta-feira, 3 de maio de 2013

SONHO MOLHADO



Eu sonhei com você um sonho molhado
daqueles em que a gente fica até envergonhado,
e realizado...
Ou quase...
faltou você aqui
para eu viver de verdade o sonho que vivi.
Você estava tão louca
risos gozados, gritos exagerados
de sua boca ouvi.
Eu sonhei com você um sonho tão louco...
mas ainda foi pouco,
eu quero mais, muito mais
e era assim também que você me pedia,
e eu fazia.
Eu quero sonhar com você outro sonho, mas um sonho acordado
para que seja verdadeiramente louco, verdadeiramente molhado.

4 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Puro erotismo. Gostei.
Abraço

Aleatoriamente disse...

Um texto intenso.
Um poeta e sua poesia.
Ficou bem interessante Carlos.

Abraço

Só pra você disse...

Delicia de poema, adoro esse poeta!

Bjs


Auxiliadora RS

°•ஜ♥ Sol ♥ஜ•° °•ஜ♥ ♥ஜ•° disse...

Olá, Carlos, primeiro quero agradecer suas visitas em meu blog, é uma honra receber vc.

Esse poema"Sonho molhado", é ótimo, amei, bem escrito, romântico com uma pitadinha de sensualidade, parabéns, vale a pena ler o que vc escreve.