ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

domingo, 19 de maio de 2013

CRIANÇAS ( porque gente foi feita para brincar, não para guerrear )

Venham, crianças!
A vocês, jardins, patamares.
Sacudam escadas e chão e teto e pilares.
Na aurora ou no fim do dia,
 corram e zumbam como abelha nos campos.
Minha alegria e humor,  minha alma e meus campos
 seguirão sua energia.

( Victor Hugo )

Muito bonito!

15 comentários:

✿ chica disse...

Lindo,Carlos!!!Adorei! abraços,tudo de bom,chica

Ricardo e Regina Calmon disse...

Olá amado fraterno poeta , vislumbrar doçura tua em domingo pleno, nos acalanta...

hugs del casal

Nyce Pinto. disse...

Carlos, é sempre pensando nisso, na doçura de ser criança...que me nego a deixar de ser!!! Que possamos continuar "brincando" vivendo e sendo feliz! Um abraço e lindo domingo!

LUCONI disse...

Boa tarde Carlos, com saudades desta tua casa virtual decorada sempre com belíssimos textos, parece que me demoro a me firmar novamente, levanto vem a rasteira e caio de novo, mas como sou teimosa levanto de novo. Querido amigo ser criança, conseguir mantê-la viva dentro da gente, é a receita certa, lindo beijos Luconi

Anne Lieri disse...

Para as crianças sempre belas poesias!Adorei!bjs e boa semana!

Maria Cristina Gama disse...

Victor Hugo sabia das coisas... da miséria à riqueza das palavras, ainda mais para falar de crianças...
GOSTEI!

Lis Fernandes disse...

Olá querido poeta!
Como não encantar-se com a simplicidade e a doçura das crianças.
Muito lindo!
Beijos,
Lis

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo.

Desculpe minha ausência, é que estou cuidando do meu neto não tenho tido mais tempo.

Obrigado pela sua visita amigo.

beijooo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Criança, tenho um em casa agora, é uma dádiva.

Obrigado pela sua visita amigo.

Bom dia!

beijooo.

Vera Lúcia disse...


Oi Carlos,

Lindo isso!
Deveríamos cuidar sempre para que o espírito infantil nunca nos abandonássemos, pois ele traz leveza para os nossos dias, seja em qualquer estação da vida.
Dia excelente para você.

Abraço.

Marilac disse...

Oii Carlos

Belos versos que expressam bem toda a alegria, espontaneidade das crianças!
Época de pensamentos leves, floridos, risonhos

Marilac

ॐ Shirley ॐ disse...

Muito bom cantar a inocência e a energia das crinças. Abraços, Carlos!

Arione Torres disse...

Oi amigo, lindo! Devemos aprender com as crianças!
Tenha uma ótima semana, abraços!

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

A criança é tudo de bom.
Trabalho com elas a vida toda e agora tenho uma neta de 3 anos.
Bela poesia.
É um marco na sua escrita.
Bjins

Néia Lambert disse...

Essa energia é incomparável!

Um abraço.