ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sábado, 6 de fevereiro de 2010

VEM


( imagem public.bay.livefilestore.com )
Muito me incomoda essa noite tão calma
Se dentro de mim grita uma alma
ávida, impávida, cálida.
Tudo bem, nasci mesmo para incoerências
mas não tenho ponto final... só reticências.
Vem...
igualar essa noite ao meu coração
completar minha cama
há um espaço vazio
e meu peito está em cio
e pede mais sim do que não.
Vem ser a outra metade,
metades separadas são metades perdidas
e não causam emoção em nossas vidas,
a não ser a da saudade
que bate covarde num cruel açoite
Ah! Vem melhorar minha noite.
Vem... atende meus ais,
está escuro demais.
Enquanto não chegas
meu corpo faz tantas perguntas:
De que adianta, sol e lua
duas lindas estrelas que fazem o dia com brilho profundo,
mas nunca estão juntas?
Vez em quando se encontram num eclipse.
Sem ti no meu mundo
eu prefiro o apocalipse.

23 comentários:

Fatima disse...

Que lindeza Carlos!
Bjs.

Felina Mulher disse...

Fortes sentimentos em palavras sentidas, beijos e deixo meu rastro__________________Felina.

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Não tinha visto voce escrever poemas de amor...
Fiquei encantada.
És homem multi tarefas, heim...!
Nunca consegui escrever texto, não sei ordenar ideias...

A parte que mais gostei
"Tudo bem, nasci mesmo para incoerências
mas não tenho ponto final... só reticências."

Que lindooooooooooooooooo!!!!!!

Beijo e bom dia!

Carlos Albuquerque disse...

Meu caro xará!
Não ter ponto final...metades separadas são metades perdidas...sem ti no meu mundo prefiro o apocalipse!
Com este belo jorrar poético você ultrapassou as reticências...
Bfs
Um abraço

Everson Russo disse...

Nossa, pra prender a respiração antes de se ler,,,,muitas vezes nos sentimos inquietos assim, sem motivos aparentes,,,mas por dentro,,,bate um coração, uma alma chora o vazio,,,é complicado,,,só quem ja sentiu entende...abraços amigo poeta...otimo sabado pra ti.

Juliana Sphynx disse...

belo poema que soa como música

Palavras que falam por mim disse...

Olá, antes de mais nada, parabéns pelo blog!

E por acha-lo de muito bom gosto é que o/a convido a vir conhecer a proposta do meu Blog para você.

Aguado sua visita!

Forte abraço!

Karina

Sandra Botelho disse...

Vim rapidinho te fazer uma visitinha,
e deixar um super beijo.
Assim que puder volto para ler todos os teus posts.
Amigo cruzeirense.
Bjos cruzeirenses.
7x0 uhuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Lou a esquizoffrenica disse...

Muito bom o seu chamamento, ainda bem que ela já respondeu, lol, também a chamar assim...

Majoli disse...

Lindo por demais.

Parabéns Carlos.

Beijos meu amigo.

Sandra disse...

como sempre tudo muito lindo por aqui!!!

tenha um ótimo fim de semana


bjs

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Carlos
As vezes nos sentimos com a pessoa amada, como o sol e a lua, nunca estão próximos.
Abração

Pelos caminhos da vida. disse...

Sem ti no meu mundo
eu prefiro o apocalipse.

Disse tudo nesse poema.

Bom domingo para vc Carlos.

beijooo.

Juliana Pires disse...

Eu ainda busca minha metade, ainda a procuro para me completar!

Beijos

Se7e/5 disse...

Numa noite quente e cheia de tesão estava necessitada de um duro e quente "rolinho de carne" bem dentro da caverna húmida do amor, entrou num barzeco e, foda-se!!, que moço lindo, uma autêntica obra de arte, perfeito e, saltava ás vistas, lindo, lindo, lindo! Um Adônis único com todas as letrinhas do desejo e tentação. Aproximei daquela montanha de beleza e tentei a sorte: -Você quer..., -ainda nem tinha bem articulado a palavra seguinte e já aquele corpão de bronze suado me arrastava para fora do bar. Meio desmaiada de emoção, recobrei meus sentidos num quarto excelente de hotel. Vá livrando da roupa, disse o pedação, e eu livrei, ficando nuinha e brilhando num calor intenso entre minhas coxas que já se escancaravam para receber o “rolão duro de carne”. Quando o gatão começou a despir-se...

O restinho???, nã, nã... só lá no se7e/5.

MARIA L. BÓZOLI disse...

Hoje eu não sei dizer.
Só sei sentir..
Há dias em que palavras
não são capazes de traduzir
o sentimento.Bom mesmo
é ser compreendido
mesmo quando não sabemos
dizer...Amar é uma forma
de crêr em silêncio!

Bom Domingo! Beijos na alma!

Elzenir disse...

Carlos, maravilhoso, principalmente para quem está lendo numa noite de sábado estrelado a exatamente zero horas no relógio!!Bjs

Sonia Schmorantz disse...

"É a possibilidade que me faz continuar e não a certeza. Uma espécie de aposta da minha parte. E embora me possam chamar sonhador, louco ou qualquer outra coisa, acredito que com Deus tudo é possível..."
Um lindo domingo e ótima semana!
abraços

Maria Ribeiro disse...

CARLOS SOARES: não ,meu amigo, o Sol e a lua não estão separados! porque se completam na dualidade HOMEM-MULHER, elemento masculino fecunda o elemento feminino! Resta saber se essa "tua lua" está comforme... para que tu encontres uma nova lua e afastes essa ideia do Apocalipse...
BEIJO AMIGO DE
LUSIBERO

~❤ ~º♥º ~Graciete ~º♥º~❤ ~ disse...

Olá meu querido, ontem estive aqui para comentar, mas o meu pc fez-me a partida de não deixar. Então aqui estou hoje, para desejar um grande TDB, com muita paz em seu coração,
e não esqueça aquele abraço bem fraterno.

ஜ♥_Karolina_♥ஜ disse...

carlos,
concordo que deveriam ter mais eclipses do céu e também na vida. bjos

meus instantes e momentos disse...

muito bom. como sempre.
Maurizio

Elaine Barnes disse...

Uma declaração de amor sensível e ao mesmo tempo um grito. Questionamentos amorosos e sublimes, constatações de saudades boas e a gente sente dessse derramar de poesia a vontade de poder voar feito beija-flor e ir lá roubar um beijo da sua flor e ficar com o perfume para sempre. LIndo de viver amigo. Gde abraço