ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

domingo, 14 de dezembro de 2008

A NOVA VERSÃO DE GÊNESIS

No sétimo dia estava pronto o paraíso.
Parecia que nada mais era preciso.
Os rios, os mares
os bichos, as montanhas.
Todos em seus lugares.
A lua para a noite.
O sol para o dia.
E Deus contemplando a imensidão
benevolente que é,pensou:
Está faltando alguma coisa.Está faltando a poesia.
E disse:Faça-se!
E a poesia se fez.
E Deus viu que a poesia era boa.
Abençoou... e descansou.
E assim passam séculos e mais séculos e ela não acaba...
ecoaaaa.

Nota: O poeta não faz poesia. Ele apenas a transpõe para o mundo terreno. Ela está em alguma dimensão esperando que alguém lhe sirva de ponte. O poeta tem essa antena. Coisas que a parabólica não pode captar.

4 comentários:

mundo azul disse...

Carlos, muito lindo o que você escreveu!

É verdade, sem poesia o mundo seria pintado todo, em tons de cinza...


Que bom ler algo assim, logo pela manhã!

Beijos de luz e um dia MUITO FELIZ!!!

Um anjo sem rosto... mas não sem alma disse...

Pura verdade.A poesia está no ar.Estava tentando fazer essa poesia há quase um ano,acho.Não saia. Ontem saiu em 5 minutos.Deus me inspirou, como a todos nós.Obrigado por suas considerações muito importantes para mim

O mar me encanta completamente... disse...

Vejo aqui uma visão da tempestade torrencial de lirismo;imagem de esperança, compartilhadas num show de dualidade etérea e lírica.
A poesia dá cor a tudo...

meu carinho

Glória

(Carlos Soares) Quer me conhecer? Me leia! disse...

Olá, Glória.Acho que você já disse tudo.A própria poesia permite essa dualidade isso.Eu quis dar à poesia o tomo divino,que na verdade ela já tem