ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 18 de março de 2015

NÃO SEJA ZUMBI... SEJA GENTE!


Sabe aquele dia em que você falou um palavrão porque bateu a canela no pé da cama ao acordar? Aquele dia em que você quis bater em alguém por ter pisado no seu pé? Sabe aquele dia em que você foi ambicioso, invejoso, rancoroso, mesquinho, egoísta, intolerante? Sabe aquele dia em você foi cego, surdo ou mudo por opção? Aquele dia em que você passou blasfemando? Aquele dia em que você desejou o fim do mundo?Sabe aquele dia em que você foi mais erva daninha do que flor, mais mosca do que abelha? Aquele dia em que você gerou  caos em vez de apaziguar? Aquele dia em que você desejou e até gerou o caos? Pois é... você não viveu, esse dia você perdeu. Seria mais proveitoso ter saído por aí, distribuindo abraços e sorrisos, bom dia a toda a gente, transmitindo esperança às crianças, agradecendo e louvando a vida. Melhor seria ter brilho nos olhos para iluminar o dia das pessoas e receber de volta o brilho do olhar delas. Teria sido melhor se sentar no banco da praça e ouvir passarinhos cantando. Ter tomado banho de chuva, caminhado à beira mar, visitado alguém doente. Ah teria sido tão melhor ter feito uma oração. E um poema então? Teria sido melhor se portar como criança docemente inconsequente a ser um adulto engessado pela viseira da ignorância, da soberba, da frieza. Parece, ou melhor, estamos vivendo uma versão real de THE WALKING DEAD, porque o que vejo são zumbis andando tontos nas ruas, sem brilho nos olhos e sem rumo, batendo cabeça um no outro. Com todo respeito, parafraseando Chaplin que disse: "Não sois máquinas, homens é que sois", eu digo:  "Não sois zumbis, gente é que sois", ainda é tempo, mas o tempo também acaba, ele passa. Não seja zumbi, seja gente, zumbis também andam, mas não vivem. Pense nisso enquanto ainda lhe sobra um pouco de cérebro: Você até pode ser egoísta e não querer dividir seu espaço com ninguém, mas saiba que no abismo vão caber  todos. Vou ali.. tenho uma vida a viver...

7 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Belo texto, Carlos

Tenho dias que pareço um Zumbie lool
Gostei de ler-te

Beijinho e um dia Feliz

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

✿ chica disse...

Beleza de texto e recado nele imbutido! vale sempre! abração,chica

Dorli disse...

Oi Carlos, infelizmente do jeito em que o mundo está, vai ser difícil entrar alguém que não vire zumbi. A vida está muito difícil.
Beijos
Lua Singular

Rô... disse...

oi Carlos,

gostei muito,
também prefiro ser gente...
me sobra tempo pra ser muito mais feliz...

beijinhos

Nádia Santos disse...

Que lindo passarinho... Infelizmente é isso mesmo que está acontecendo. mas eu não vou me deixar contaminar... gente como eu e vc, cheios de alegria e amor, e que temos a certeza de um Deus maravilhoso, jamais seremos zumbis. I love you Carlos. Bjus querido.

Eliete disse...

Carlos, bom dia! Gostei muito do seu texto e gostaria de pedir-lhe permissão para postar em meu blog. Posso? um abraço

Eliete disse...

Bom dia, Carlos! Gostei muito do seu texto "Não seja um Zumbi".Gostaria de postá-lo em meu blog. Posso? um abraço