ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

segunda-feira, 23 de maio de 2011

AVENTURAS DO CARLOS - UM SAPATO EM CADA PÉ




( Brad Pitt que se cuide )

Minha mãe sempre disse. “Não quer, tem quem quer”. A garota morava a uns três quarteirões do meu e a gente começou a flertar. Passava do outro lado da rua jogando olhares e charmes e afastava-se num andar malicioso. Trabalhava numa loja de calçados e eu queria muito comprar um tênis recém lançado, claro que fui unir o útil ao agradável. Cheguei, ela praticamente atropelou as outras vendedoras. Muito cheia de graça, deu bom dia, perguntou o que eu desejava. Pensei.”Ah se eu pudesse falar”, rs rs. Respondi apontando para o tênis na vitrine, adiantei que era número 39 ( pé delicado), ela foi rapidinho, pôs no balcão, e sempre sorridente pediu meus documentos e contracheque. “Em quantas vezes você vai querer?”. Pensei de novo. “Ah se eu pudesse falar”, é evidente que se referia às prestações. Falei. “Três vezes”. Ainda meio abestalhado, tirei os documentos e entreguei-a. Simpaticamente pediu licença, subiu uma escada onde tinha um letreiro “CREDIÁRIO”. Passados uns dez minutos desceu, agora não mais sorridente, com semblante pesado e mau humor. “Seu crédito não foi aprovado”. Minha cara foi ao chão. Que vergonha! Fosse só a vergonha estava tudo bem, ela mudou toda comigo, foi grosseira, passou a me tratar com desdém. Fui embora mais chateado com isso do que pela vergonha do crédito não aprovado. Ela me decepcionou, nunca espero isso das pessoas. Não nasci com essas maldades. O tênis era caro, eu até tinha o dinheiro para comprar, mas tinha um bocado de despesas em casa. Dali uns dias ela virava o rosto pro outro lado, nunca mais me cumprimentou. Aquilo foi mexendo comigo. Ora, além de modesto, eu era um dos rapazes mais bonitos do bairro ( na minha opinião só perdia para dois), quem aquela menina pensava que era? Resolvi sacrificar e voltei para comprar o tênis. Cheguei lá mais cheiroso que Brad Pitt, passei pelas vendedoras, fui até ela que me cumprimentou com um obrigatório bom dia. “Quero comprar aquele tênis”. Ela estranhou e disse. “Mas você não esteve aqui semana passada?”. Deduziu que meu crédito não seria aprovado de novo. “Sim, mas eu quero o tênis e estou com pressa”. Vacilou uns segundos, mas como funcionária, não podia deixar de me atender e meio nervosa pediu os documentos. Enfiei a mão no bolso, tirei o dinheiro, abri em leque e respondi calmamente. “Não serão necessários documentos, vou levar à vista, mas quero outra vendedora, pois você atende muito mal ”. Uma que parecia ser gerente, interveio. “Algum problema?”. Respondi. “Não. Quero levar um tênis, só que desejo outra vendedora”. A garota ficou branca. Rapidamente veio outra, comprei e paguei. No cantinho, a gerente em murmúrios parecia lhe chamar atenção. Saí com o tênis debaixo do braço cantando. “lé com lé, cré com cré, um sapato em cada pé”. Depois fiquei meio com remorso, não sou de fazer isso, mas aquela garota merecia uma lição. As pessoas têm de gostar de mim pelo que sou e não pelo que tenho. Com meus defeitos e qualidades, defeitos principalmente, pois amar o que é belo, é muito fácil.

24 comentários:

Aleatoriamente disse...

Ás vezes ficamos tristes, comas atitudes de algumas pessoas.
Na maioria das vezes julgam um livro pela capa.
Mas nada melhor que os ensinamentos da vida para arrumar as coisas.
E já dizia Drummond “Ninguém é igual a ninguém. Todo o ser humano é um estranho ímpar”.
Belo texto Carlos.

Abraço.
Fernanda

нєllєи Cαяoliиє disse...

Querido Carlos,
infelizmente algumas pessoas agem de tal forma a nos surpreender sempre,e quando pensamos que ainda não irão mais nos surpreender sempre tem alguém,e que tenhas ficado para esta moça um grande ensinamento de vida!
Parabéns pelo texto.
Beijos

Sandra disse...

O importante não é o rótulo da embalagem, mas sim o conteúdo, não é?
Beijinho

Sandra Ribeiro disse...

Meu querido, adoro te ler, nem sei se esta expressão está correta, vou te dizer uma coisa, este post seu me fez ter coragem de fazer um post sobre algo da minha vida, e o farei qualquer hora dessas. Gostei muito da maneira como vc contou aqui e a atitude que tomou, embora sério em alguns trechos eu ri, me perdoe!"Cheguei lá mais cheiroso que Brad Pitt", rsrsrsrs. Ahh e você está lindo nas fotos, o Brad já está meio vencido, mais risos!

Everson Russo disse...

Dificilmente vamos entender o ser humano,,de um olhar carinhoso a um raivoso de desprezo pelo fato do credito nao ter sido aprovado, e ainda com desdem na volta e o olhar incredulo de,,,xiii,,,voce aqui de novo? as vezes a gente fica triste com as atitudes...até as nossas mesmo, nesse caso, foi necessario fazer com que ela visse a realidade,,,somos todos iguais,,,,e não devemos ter como documentos cedulas do vil metal...grande abraço de boa semana pra ti meu a migo,,,gostei da historia e concordo,,,Brad que se cuide,,,não só ele como Tião Macalé tambem...rs...rs...rs...rs...desculpa,,não resisti a piada...rs...rs...

p.s. por aqui, ainda de cama, tomando medicamentos,,,mas melhorando,,,acredito que amanhã eu volte pra pista...rs..abraços...

Wanderley Elian Lima disse...

Correto. Eu também não deixaria por menos. Principalmente se tratando de uma vendedora, ela deveria saber que simpatia e atenção é a alma do negócio.
Começamos mal, ainda bem que é só o começo.
Abração

Carla Fernanda disse...

E o tênis é esse bonito no seu pé?
Beijos e boa semana!
Carla

valquiria calado disse...

Eu gostei do que li, vi tua personalidade, e tua sensibilidade, és um humano bonito.
Sabe que tbm sou assim, me magoou com essas coisas, e com as atitudes simples de pessoas, tbm me doí quando faço algo grosso, mas por ai a fora nos esbarramos com pessoas que só se aproximam por enterresses, viver feliz está ficando difícil. beijos amigo.

Elaine Barnes disse...

É porque ela não conmhecia tua alma. Pobre dela né?! Adorei a maneira com que colocou a situação. Montão de bjs e abraços

Marlene disse...

adorei o texto poeta é isto ai se não quer tem quem queira!!!
parabens ficou uma linda história
pequenas coisas que machucam eque não nos deixa que sejam esquecidas.
tenha uma linda semana,a minha começou com chuva e tempo enferruscado,mas é quase inverno vai fazer o que?..bjs marlene

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

kkkkkkkkkkkkkkk Carlos morri de rir da história do Brad Pitt e de so perder pra dois outros garotos em beleza, igualzinho eu: o que nos sobrou em beleza faltou em modéstia quando se trata da auto estima(risos)
Mas, voltando ao texto, acho que as pessoas devem as vezes receberem lições sim, e se deixarmos sempre pra lá, corremos o risco de nos amargarmos.
Adorei a sua desforra! Com classe e pisou bem no calo.
Beijokas e uma semana maravilhosa pra você.

Anne Lieri disse...

Carlos,com certeza vc saiu ganhando!Uma pessoa que pensa desse modo,não merece um jovem como vc!Gostei muito de sua história e dei algumas risadas tb!Quer dizer que só dois rapazes ganhavam de vc em beleza?...rsss...adorei essa frase!E tb quando foi a loja mais pefumado que Brad Pitt...rsss...tomara que ele tome banho!...rsss...Muito bom texto!Bjs e boa semana!

Anne Lieri disse...

Carlos,com certeza vc saiu ganhando!Uma pessoa que pensa desse modo,não merece um jovem como vc!Gostei muito de sua história e dei algumas risadas tb!Quer dizer que só dois rapazes ganhavam de vc em beleza?...rsss...adorei essa frase!E tb quando foi a loja mais pefumado que Brad Pitt...rsss...tomara que ele tome banho!...rsss...Muito bom texto!Bjs e boa semana!

Elaine Castro. disse...

Ei Carlos,
Obrigada pelo carinho e compreensão desta nova situação, eu amo escrever e o blog é meu "canal" para isso. Amei a história, o que você fez, mesmo dizendo que não e dado a isso, mas acredito que muitas pessoas precisam de uma lição destas.

Beijos carinhosos.

Machado de Carlos disse...

Legal! Gostei da história. As coisas têm que ser assim mesmo. Devemos amar, não pela qualidade de vida e sim pela grande simpatia.
Parabéns amigo!
Saio cantando também!... (Risos!...)

M. Nilza disse...

Olá!!
Carlos, eu até gostaria de ter visto o tênis e a cara da moça!! rsssssssss
Não sei se vc está certo, mas, algumas pessoas merecem.
Beijos

Smareis disse...

Muitas pessoas estão na profissão errada , por esse motivo é que acham que podem tratar os cliente da forma que deseja. Ja sai do salto varias vezes com vendedoras. Um Abraço pra ti e ótimo começo de semana.

Majoli disse...

Eita, dei uns bons sorrisos aqui ao te ler.
Gosto da forma que narras, eu fico visualizando a situação.

Estás bem na foto hein meu amigo?
Gostei.

Beijos com carinho no teu coração.

Chris Amag disse...

Olá, menino beija-flor!

Cresci ouvindo que a gente conhece o homem pelo sapato que usa... Isso mostrava se ele tinha posses ou se era um "pé-rapado"...

Pensei que isso tinha ficado lá trás, mas pelo visto ainda levam isso muito em conta.

Parece a menina estava mais querendo a comissão!

Sorte sua e da outra vendedora...

Beijos e obrigada pelo carinho.

Bjs
Chris

Tatiana Moreira disse...

O ser humano é complicado... Quando passamos por algo assim descobrimos que há sentimentos em nós que não são tão bons quanto gostaríamos...Mas estão em nós!
O importante é que o tênis veio parar em suas mãos e o sentimento ruim passou...
Tenha uma ótima semana!
Um abraço carinhoso

Impulsiva disse...

"Ela me decepcionou, nunca espero isso das pessoas. Não nasci com essas maldades." - Já li trechos parecidos em outros textos seus, isso sempre me faz te ver como uma pessoa genuinamente boa, coisa rara hoje em dia.
Acho que sou assim e talvez por ser é que decepções me machucam tanto, hoje eu digo que espero o pior das pessoas, é como uma defesa, mas no fundo tem algo em mim que ainda crê!

Você deu uma ótima lição a esta moça, e infelizmente igual a ela existem milhões pelo mundo, mulheres e homens. Adorei o conto, parecia estar vendo uma cena de novela, rsrsrs.

Mas me diga, porque não estais bem?
Abraços,
Kenia.

Vivian disse...

Bom dia,Carlos!!!

Bah!!E que lição deste!!
É horrível isso, quando uma pessoa muda totalmente conosco...e ainda é grosseira...
Mas...
A maioria vive no mundo das aparências...cheias de máscaras...
Prefiro a simplicidade de ser verdadeira!
*Adorei seu texto!!
Beijos pra ti!!

Everson Russo disse...

Um belissimo dia pra ti meu amigo,,,abraços fraternos.

IT disse...
Este comentário foi removido pelo autor.