ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

domingo, 17 de abril de 2011

SEMANA DA LIBERDADE- PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DE FLORES ( VANDRÉ )



Já que entramos na SEMANA DE TIRADENTES, nada melhor que falar de liberdade do que através da música, principalmente dos anos 60, 70. Acho que foram os anos mais produtivos de nossa música. Essa sim, uma juventude que fez as coisas acontecerem. Geraldo Vandré, foi preso no camarim do teatro, após a apresentação dessa música num festival. Era bem criança, mas me lembro de algumas coisas, além de gostar de pesquisar. Vandré não mais falou de música, mesmo anistiado depois, talvez por desgosto. Foi bloqueado e se bloqueou. Como disse Gandhi: " A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência". Essa música foi a mais forte, mas Vandré tem outras belas composições, como "Aroeira" e "Disparada", que foi uma das campeãs de festival. Ironicamente, uns quinze anos depois, a música virou hino das DIRETAS JÁ, mas o grande autor já estava exilado em si mesmo. E muita gente ganhou dinheiro com ela. Espero que ele tenha pelo menos recebido direitos autorais, já que o direito de falar e cantar, lhe foi negado. Gosto muito de arte, de qualquer tipo de arte. Poesia, música, teatro, dança, pintura, desenho, grafite, charge, mímica, palhaço, etc etc etc. A arte é expressão da alma, a arte é a forma mais bonita de alguém se expressar e a maior liberdade que temos é o pensamento. Sempre digo a alguém mais jovem. "Não se prive do seu pensamento. É a única coisa que ninguém pode lhe tirar". Talvez seja uma pequena frustração minha: não ter um microfone para dizer algumas coisas. Coisas diferentes. De maneira que pudesse abrir o coração e a mente das pessoas. Vou fazendo o que posso com a minha poesia.

19 comentários:

нєllєи Cαяoliиє disse...

Pode ter certeza que sua poesia encanta todos os que aqui passam!
Lindo vídeo junto do Post.
Beijos e uma ótima semana para ti,querido amigo!

Hugo de Oliveira disse...

Essa música é boa demais...gosto muito.

Ótima postagem.

abraços

Elaine Castro. disse...

Ei Carlos,

Existem poucas coisas tão precisas quanto a liberdade, e muitos não a valorizam até que a perca.


Beijocas e belo Domingo.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Carlos
Essa música tornou-se um hino, e até hoje é tocada e cantada em qualquer movimento de protesto e de reivindicação. Adoro.
Grande abraço

Majoli disse...

Oi Carlos, adoro essa música, seu gosto musical é ótimo, viu?

Beijos de uma boa semana.

Carla Fernanda disse...

Liberdade ainda que tarde me aguarde.
Boa noite e ótima semana!
Beijos Beija Flor!!
Saudades!
Carla

Carla Fernanda disse...

Música linda!!

Sonhadora disse...

Meu querido carlos

Adorei a música é linda e o texto muito verdade.

Deixo um beijinho
Sonhadora

Everson Russo disse...

A musica sempre foi uma das maiores formas de expressão,,,de todos os sentimentos meu amigo,,,abraços fraternos de boa semana pra ti.

Parole disse...

É sempre tão bom ler o que vc escreve, querido.

A maior luta que travamos pela liberdade, com certeza, é com os nossos próprios pensamentos.

Uma semana linda.Beijinhos em seu coração.

ValeriaC disse...

Carlos meu amigo, com certeza voce se expressa divinamente em seus escritos.
Bela musica mesmo...que pena que ele aprisinou o que temos de mais lindo... nossa liberdade de pensamento e expressão.
Tenha uma feliz semana Carlos...beijos
Valéria

Marlene disse...

Linda post lindo texto,amei poeta como tudo que escreve,,
sua poesia é algo de muito especial que encanta sempre a quem vem em busca de beleza ternura sensualidade,coisas que são próprias dos poetas em suas mais lindas
espirações,um abraço meu amigo com carinho marlene

Enigma disse...

Isso é muito importante, devemos nos pronunciar sempre que podemos. A sua poesia faz diferença. Saudades. Kiss!! Kiss!!

Nectan Taurus disse...

Carlos,
tem um selo no meu blog "Selos e Mimos" te esperando.

Um abraço, Amigo!!!

Paula Barros disse...

Gosto muito desta música. E é assim mesmo, muitas vezes estamos preso por dentro, sem nos sentirmos livre.

abraço

Elisabete Lira disse...

Seu blog é muito interessante...
Estou te seguindo.... Tenha um Lindo Dia!
Siga meus Blogs: http://cartasdeumcoracao.blogspot.com/
E
http://deusemminhaalma.blogspot.com/

AFRICA EM POESIA disse...

CARLOS
Depois da liberdade e de flores o verde de
ESPERANÇA...


UM BEIJINHOOOOOOOOOOO






PRADO VERDE


Como o prado é verde...
Verde com salpicos aqui e ali...

Mas o todo é sempre verde...
E o olhar corre toda a extensão...
E fico a ver o verde o tal verde...
Que nos dá liberdade...
Que nos mostra esperança...
Que nos deixa que o infinito seja verde
E deixa que os olhos continuem...
A olhar e continuem a amar!...

LILI LARANJO

dja disse...

A nós vc fala, Carlos e encanta sempre.

Essa musica é linda.
Tomara que Vandré esteja bem.


beijos.

IT disse...

" A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência".

Carlos,tal qual o Vandré,o Gandhi e outros, o poeta vem sempre falando e nos encantando.Sempre!
Sou sua fã, a número um.rs

Parabéns e honrada de conhecer pessoa bacana como você! Beijos vários.