ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

terça-feira, 26 de abril de 2011

AVENTURAS DO CARLOS- É PROIBIDO TIRAR 10!


( imagemm google )
Não vou citar o nome da instituição porque apesar do que vou contar considero uma instituição séria. Mas que aconteceu, aconteceu. Após concluir um curso de seis meses, estava eu fazendo um estágio operacional de mais dois meses, estágio esse, dividido em etapas de quinze dias, e a cada fim dessas etapas, havia uma prova, até chegar à conclusão para uma prova final, de maneira que nada adiantaria ir bem nas etapas, se fosse mal na última. Prova é assim, a gente sabe quando vai bem ou mal, e eu saí da sala bem confiante. Daí uns minutos um dos instrutores me chamou. “Acho que deu problema na sua prova, acho que vai ter que fazer outra. O chefe está lhe chamando na sala dele”. Sinceramente, gelei um pouco. Bati à porta, fui autorizado a entrar e sentar, e assim o fiz. Rabiscando alguns papeis e ainda sem olhar muito para mim, o homem falou. “Tivemos problema com sua prova, infelizmente vai ter que fazer outra”. Respondi. “Posso saber por quê?”. Agora sim, olhando direto e altivo, disse. "Você tirou 10 e não é fato comum, nem mesmo entre meus instrutores. Não posso mandar para o alto comando no RJ uma prova de aluno com nota 10, se até mesmo os instrutores têm média de 8,25 ou 8,50”. Com respeito, retruquei. “Olha, tenho dois argumentos que contrariam o que o senhor pensa. Primeiro, seria motivo de orgulho para o senhor apresentar ao seu comando a prova de um aluno nota 10, é sinal de que ensinam bem aqui. Segundo, que culpa tenho eu, se estudei, se me dediquei e superei outras pessoas?”. Irredutível, fez valer a autoridade, embora com voz mansa, afinal, por dentro vi que me deu razão. “Você nunca vai entender. Já está decidido, vai fazer outra prova. Dou-lhe a opção de fazer daqui a três dias, tempo necessário para estudar mais, pois a nova prova será mais aprofundada... ou fazer hoje mesmo”. Poxa, eu estava ansioso para voltar para casa, dois meses confinado, ia passar mais um final de semana ali? Resolvi. “Não senhor. Eu prefiro hoje mesmo”. Marcamos para de tarde e a prova estava dificílima. Matreiramente puseram coisas que eu não vi durante todo o curso. Era da mesma área, porém de uma outra esfera de atuação, que não se aplicava ao que eu ia desempenhar. Sorte a minha e mérito também é que sempre fui dado às pesquisas, à curiosidade cultural, nunca me permiti ser totalmente leigo, principalmente no trabalho, e por isso não fui tão mal assim. Tinha até questões com expressões em inglês, eu já dominava um pouco o inglês e me safei nelas. Conclusão, tirei 06 na prova que somados aos 10 da outra, deram média de 8,0, conforme o que eles queriam, conforme os “padrões”. Não briguei porque estava meio de favor lá, era funcionário de prefeitura, diária curta, não me cobraram hospedagem, e da comida pagava só 50% do valor. Em toda a minha vida escolar infanto-juvenil-adulta, só tirei um 10( numa redação). Pensei comigo desapontado. “Caramba, custo tirar um 10 e quando tiro, me dizem que é proibido?”.

21 comentários:

Silviah Carvalho disse...

Muito bom e interessante seu texto, não poder tirar 10, essa eu desconhecia.

✿ chica disse...

Puxa!!1Sabes que quando estava na faculdade de Direito, tinha um dos professores que dizia aberta e claramente que NÂD DAVA 10. Essa nota era apenas dele. Pode? Pode e aconteceu...abraços,chica

Barbara disse...

Console-se.
Contigo mesmo, teu esforço, tua coerência.
Não se incomode não, a mediocridade é o padrão ( do tal do sistema)
Pobres de nós.
Não. _ Pobres deles.

e
Parabéns pelo 10 - vai poder tomar sorvete!

Priscila Lima disse...

obrigada pela visita amigo
e saiba voc~e é sempre nota 10!

abraço

Sonhadora disse...

Meu amigo

Infelizmente temos que nos sujeitar...mas custa a engolir, isso custa, como sempre um texto muito bem escrito.

Deixo um beijinho
Sonhadora

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Carlos
Fato inédito para mim, nunca ouvi alguém contar algo semelhante. Tem de tudo nessa vida.
Grande abraço

Luciane Morais disse...

rsrs
Carlos! Como pode isso! É proibido tirar 10. É brincadeira, heim!

Parabéns, pelo texto! Gostei!

Abraços,
Lu

valquiria calado disse...

sabe que perdi uma oportunidade de emprego por saber demais...eles queriam alguém que não soubesse, pra dar um treinamento, como eu já tinha, me dispensaram, eu precisava tanto...coisas da vida vai entender.

bjos.

Elzenir Apolinário disse...

Carlos, como professora penso que seguramos o dez com as as mãos fechadas para que nossos alunos sempre pensem em fazer melhor....rs. Dói? Mas é um método eficaz. Abraços.

Dri disse...

Isso sim é ser um cara nota 10!

É cada coisa que a gente vê, vive, assiste.

Beijo

ValeriaC disse...

Nossa que absurdo... mas no fundo voce sempre vai saber o quanto é o seu valor, afinal superou tanto as expectativas que te forçaram a fazer outra prova.
Beijos amigo...
Valéria

Carla Fernanda disse...

Eu hein? Que isso? Tô pasma! Para mim vc é nota 10 e 10. Tem coisas nessa vida que vou te contar.
Beijos,
Carla

Eduardo Medeiros disse...

carlos, amigo, essa é boa mesmo!! já tirei alguns 10 pela vida escolar e ficaria furioso se me surrupiassem algum deles...kkkkkkkk

seus textos, no entanto, são sempre nota 10. sem querer fazer média...

abraçls

Marli Borges disse...

Ah, Carlos, que patuscada dessa instituição! Ninguém merece. É o tal "acredite se quiser", mas como a mediocridade é a regra, eu acredito sim! Mas que isso é de tornar público, ah, isso é!
Independente da história, adorei o texto. Superbem escrito, aliás, como sempre.
Bjssss

Marilu disse...

Querido amigo, esse é o nosso País, onde a inteligência é proibida, tirar um 10 é vergonhoso. Cada vez mais, acredito menos no Brasil. Mas você provou que é bom, mesmo sendo "sacaneado". Parabéns. Beijocas

Everson Russo disse...

Uai,,,essa é do fim do mundo mesmo...não poder tirar 10...rs..rs...so faltava essa...abraços de bom dia...

Vivian disse...

Bom dia,Carlos!!

Nossa!!!Será este um reflexo de como anda a nossa educação??? Por que se nas escolas não se cobra, que saiba a matéria, não se reprova aluno...quando estiver em cursos de aperfeiçoamento no trabalho, não pode ter um ótimo desempenho, porque vai contra as normas...
Pois é meu amigo...vamos ter muitos profissionais com média 60...e olhe lá...
Beijos!!
Parabéns!!!Que você tirou um DEZ, a tirou!!!!

Evanir disse...

Bom Dia Querido Amigo Nota 10..
Hoje para mim é um dia muito especial
você é um dos homenageados na minha doce Viagem.
Quero ver se tira nota 10 lendo a postagem de hoje lá já tem visitante que foi muito mal.
Eu tenho como regra ler as postagem para não correr riscos de escrever asneira uma vez que já sou ruim de Portugues.
Querido sei que vai dar razão a mim quando ler.
Deus abençoe seu dia beijos e beijos ,Evanir.
www.aviagem1.blogspot.com

IT disse...

Eu dou nota 10 a este poeta lindo que sabe escrever muitíssimo bem!!!

Que instituição antipedagógica é esta heim Carlos?


Beijim, aliás 10 deles.Rs

JGCosta disse...

Meu amigo, que sacanagem da grossa!

Mas entendo bem esse tipo de politicagem, fazer o que! O mais importante, a meu ver, é que as malandragens podem mudar diversas coisas durante a nossa vida, mas não alteram a nossa essência!

Abraços renovados!

Zéia disse...

Esse seu amigo parece ser tão figura quanto o fusca envenenado, tanto que mereceu um texto ao sem lembrado.
Com certeza a saudade batem sim, não tem como esquecer. Suas aventuras vivenciadas com seus velhos amigos. Que delícia!
Coisa boa! E vc compartilha suas memórias.
E sua postagem me fez rir. Essa é boa! Proibido tirar "10". Vai dormir com esse barulho... Que padrão de mentalidade tacanha.
Seus argumentos foram precisos. Tão precisos que pela segunda vez agiram de injustiça com vc, forçando uma nota "6".
Parabens pela nota merecida. É 10 pra vc meu amigo!!!

Um abraço.