ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

SOMBRAS SOBRE MIM


O sol vai ficando tímido no horizonte.
Parece olhar pra trás, pede licença
e se perde atrás dos montes,
deixando que a noite venha, envolvendo, engolindo
em cumplicidade com a lua,
fazendo meia-luz no meu quarto.
Projetando sombras sobre mim...
de desejo e ansiedade.
Daria muito gosto
se fossem os cabelos dela cobrindo meu rosto
nessa meia-noite, nessa meia-luz
onde de inteira só tenho a saudade
que desatina, domina, me açoita covarde assim
Pergunto o que é que eu fiz pra tanta maldade
dessas sombras sobre mim
nessa cama, meio divã
onde me afago,
divago até de manhã.

20 comentários:

Sandra Botelho disse...

Que lindo!
Bjos no coração!

Elaine Barnes disse...

Caramba amigo! Isso é que eu chamo de romântico!Lindo de viver! bjão e excelente final de semana com sol, lua...tudo que tem direito!

Wanderley Elian Lima disse...

Nossa amigo, que melancólico, porém bonito.
Abração

Barbara disse...

Imagine, poeta, que são sombras amigas, mesmo que doam, são amigas e por já, elas não terão tanta autoridade sobre tua alma.
Sombras - dissipam-se em realidade.
Não são mitos.

paula barros disse...

De forma poética, fala da saudade, e mostra o quanto incomoda.

abraços, bom final de semana.

Fatima disse...

Tristinho hoje heim!
Daqui a pouco passa viu.
Bjs querido.

Sonhadora disse...

Carlos
Belo poema...embora de voltas com a solidão.
Beijinhos
Sonhadora

Layara disse...

...menino lindo!

as vezes nos perguntamos pq. tanta maldade,saudades que nos deixam a meia-luz a meia-noite, a imensa distancia que nos deixa assim, sozinhos e na solidão...

não há explicação...

palavras sentidas Poeta.

beijos de Luz!

SONHADORA disse...

Divagando até de manhã...
Que coisa maravilhosa...
Também quero divagar...
Estou ficando ansiosa....
Tenho a lua como cúmplice....
Tragando a escuridão...
E um imenso amor....
Embrulhado na ilusão...

BEIJO

Sonia Schmorantz disse...

Quando se é poeta, até a insônia vira poesia, e uma linda poesia!
abraço

(CARLOS MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Obrigado, gente.Bom fim de semana a todos

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Obrigado, gente.Bom fim de semana a todos

Marcia disse...

Olá Carlos,
Primeiro agradeco pelo carinhoso comentário que deixastes em meu blog. Acredito que é nos versos e na poesia que o poeta exprime os seus sentimentos. Em cada poesia está um momento de vida, vinda através da inspiracao e da sensibilidade.
Abracos com carinho e bom fim de semana.

Everson Russo disse...

Porque será meu amigo que quando a noite chega a gente se perde, se torna mais sensivel que o normal, é so a luz da lua dar o ar da graça parece que uma chavezinha muda dentro da gente e os sentimentos ficam fervilhando na alma...olha, nós dois estamos parecendo aqueles alunos que assentam perto um do outro pra colar...olha a lua aqui e lá...rs..rs..rs...agora me responda, o que voce acha, devemos ou não confiar nela? rs..rs..rs...abraços e um belo sabado pra ti....

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Meu bom amigo,Everson.Eu acabo confiando,cara.Quando a gente olha da janela e só vê ela.Mas gostei muito dos dois alunos sebtados ao lado colando.Boa essa.Vamos ver qual será a próxima.um abração

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Sim,Márcia.O poeta vive e escreve de momentos.Beijos

Majoli disse...

Que triste sua poesia Carlos.

Também sinto essas sombras...ah ando muito triste.

Beijos meu amigo e um final de semana de paz pra você.

Sandra disse...

Lindo este momento.Digavo até de manhã. com os pensamentos, voltado a ti.
Como é bom escrever com a voz do coração amigo.
Se ainda não conheces este cantinho da poesia, deixo o convite para vc.
Poetas um Voo Livre te espera.
http://sandraregina7.blogspot.com/
Seja bem vindo neste mundo, da poesia, onde o Amor dos poetas falam mais lato.
Com carinho
Sandra

Ricardo Calmon disse...

CONTUNDENTE CARO MIO,POEMA ESSE,QUE EMANASTES ,COM AFRODITE INCORPORADO EM ALMA VIVA SUA,POETAR É ISSO,NARRAR O QUE SENTE,VISCERALMENTE!
pOST ESSE ABRIU DOMINGO NOSSO,AMADO POETA E AMIGO!

VIVA LA VIDA!

BANDEIRAS disse...

Oi amigo, td bem ?
Vim agora lá de Anita, ela fez uma postagem linda sobre o amor, tbm fiz uma falando do amor.

Teu texto é simplesmente maravilhoso.

Bjs