ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

UMA SEMANA MUSICAL- O MONSTRO MÍDIA


( imagem de MOZART- google )
O tema não é musical, mas fala de arte.
Algumas das funções e obrigações da tv, segundo a constituição são: informar, entreter, divulgar, educar, fomentar bens sociais, promover cultura, imparcialidade, etc. Já disse em vários textos que a ditadura tem muitas faces e sou repetitivo de propósito, pois existe entre elas, a ditadura do “MONSTRO MÍDIA”. Há uns vinte anos, vi uma entrevista de Oswaldo Montenegro, respondendo sobre sua música não ser comercial. Disse mais ou menos assim. “Não é comercial porque alguém lá em cima fica definindo para o povo , o que é e o que não é comercial. Não é como uma prateleira de supermercado, onde você escolhe o que quer para comprar e comer. Precisa engolir o que eles lhe dão”. Glauber Rocha, disse nos anos 70, que os anos 90 seriam os anos da idiotice. Acho que acertou. Aguentar as tardes de domingo na tv brasileira, está difícil. É concurso de piadas, de dancinha das crianças, dancinha de artistas, de mágicos, de paródia, etc. E quando pegam um certo ritmo musical ou determinada dupla para fazer sucesso, é pior. Pode trocar de canal que eles estão lá. Já ouvi à boca miúda, que tem gente que paga não, só para tocar sua música, mas também para não tocar de algum outro artista que esteja despontando. Olha a ditadura musical aí. Por isso Chacrinha é o que é até hoje, imbatível. Era um programa democrático, todo mundo cantava lá. Todo artista se sente meio apadrinhado pelo Velho Guerreiro. Há uns dois anos, vi Raul Gil, que tem um programa manjadíssimo, mas até mantém algum sucesso, face às poucas boas opções que temos, falando sobre jabá em seu programa. Pelo menos foi honesto. Mais ou menos assim. “ Claro que cobro jabá porque televisão não é de graça.Tem todo um aparato por trás que eu preciso bancar. E mais... o artista vem aqui, de repente se projeta e sai ganhando milhões e as gravadoras mais ainda. E desafio qualquer apresentador, seja Gugu, Faustão e das tv’s fechadas a dizerem que não cobram jabá.”. Bem, ainda sobre o domingo, às vezes temos que ver o jogo de outro estado na tv, porque a tv que pagou, manda e pronto. Ditadura até no futebol. Deixando o domingo, há poucos meses tivemos acidente com Felipe Massa . O povo inteiro, inclusive eu, rezou, orou, fez corrente, torceu para que o piloto se saísse dessa. Quando saiu a boa notícia, a esposa chamou a rede Globo para agradecer à população pelas orações. Agora monopolizam até minhas emoções? Não seria mais bonito convocar uma entrevista coletiva para isso? Na semana, convivemos com as novelas. Agora eu apanho. Novela vê quem quer, eu não sou noveleiro, apesar de já ter visto algumas como Tieta, Rei do gado... e Salvador da pátria. Que estória linda entre o boia fria (Sassá Mutema) e a professorinha! Só que no geral, os temas são os mesmos. O cara namora uma menina, transam até metade da novela e depois descobrem que são irmãos. Ohhh! Comoção nacional. Mas aí para não cair na mesmice de baixa audiência, nos últimos capítulos, descobrem que não são mesmo irmãos e se casam e são felizes para sempre. Afora isso, sempre que a audiência está baixa, colocam uma cena quente de sexo, um encontro fatal e bate nos 80 pontos. Alías, gostaria de saber mais a fundo esse negócio de medição de audiência. E por aí vai ,desrespeitando religiões e família. Mas repito, vê quem quer. Voltando ao início, os programas de auditório promovem concursos e disputas citadas acima. Por que não um grande concurso de poesias a nível nacional no Domingão do Faustão? Ou no Gugu? Ou na Band? Ou na Record? E aí o ganhador passaria no horário nobre,.daria entrevista no jornal e teria seu livro lançado para todo o país. Talvez a resposta seja simples: “Porque não dá dinheiro”. Não concordo. Primeiro que poesia não é pra dar dinheiro. E isso é fácil, existe a Lei de Incentivo à Cultura, é dedutível de imposto de renda. Se pensam assim, então senhores Gugu’s e Faustões, vocês que são, embora sem nossa autorização os porta-vozes do povo , não venham debater violência na tv. Não venham dizer que o povo não sabe votar, que o povo é alienado, porque vocês tem o canal na mão e a falta de cultura é um dos ingredientes para a violência no país. E para não terminar este texto assim de forma tão pessimista, conto duas lindas declarações de amor à arte. Numa madrugadassem sono, comecei a ver um filme cujo cenário era início da segunda guerra. Lógico, Hitler eram o monstro a ser batido. O sargento dava instruções à tropa, com aqueles brados de guerra, que os soldados vão respondendo. Um desses brados era: “EU ODEIO MOZART” ( que era austríaco como Hitler). Um dos soldados não gritou, o sargento percebeu e aproximou-se aos berros. “Você está surdo, soldado?”. E ele. “Não senhor, senhor”. O sargento. “E por que não respondeu com a tropa, soldado?” . “Por que eu não odeio Mozart, senhor”. E por que não odeia Mozart, soldado?”. E o soldado respondeu agora com voz amena. “Por que Mozart é um gênio, senhor. E os gênios precisam ser respeitados”. E a outra, vi um grande ator de teatro respondendo, se após cinquenta anos de carreira, ele ainda sente um friozinho na barriga, antes de entrar pro palco e ele disse. “Claro que sim. Para mim todo dia é uma estreia. Quando eu não sentir mais isso, posso encerrar a carreira e morrer”. É isso que me alegra.

19 comentários:

Everson Russo disse...

Bom dia meu amigo, hoje tenho resposta pro seu post...rs..rs..sabe porque os grandes programas, logico que esses grandes são entre aspas, não abrem espaço a um concurso de poesia por exemplo? é que eles não estão interessados em cultura, o negocio é peito, bunda, um ritmo só, carinhas bonitas, e mais nada, não importa o que vem de dentro, não importa uma obra de arte, se voce tem anos de musica na veia, se voce tem cultura suficiente, passe longe, eles querem é moda, mercado, uma vez, ouvindo Renato numa entrevista ele disse mais ou menos assim, quando perguntado porque nao ia aos grandes programas da tv, "Eles não vão me acrescentar nada, jamais ficarei mendigando espaço por ali, se eu for bom, se minha musica for boa, eles que corram atras de mim, já me basta a gravadora mandar o clp de trabalho pro Fantastico", achei isso demais, porque, o que eu vejo, ou melhor, não vejo, é a falta de talento se revezando a cada domingo nos programas, senão vejamos, Daniel no Faustao, Leonardo no Gugu, e vice versa no final de semana seguinte, agora eu te pergunto, onde entra nesses programas, Chico Buarque, Ney Matogrosso, Caetano Veloso e tantos outros, não tem espaço, simplesmente porque são bons, tem ideia proprias, tem cultura, tem talento, agora o "famoso" axe, o "famoso" funk, olha as aspas ai de novo, estão dominando com suas passagens efemeras e nada aproveitaveis...mas isso meu amigo, é só minha opinião, como ja te disse, vivi o auge do rock brasileiro e tambem já vi muita gente passar e voce nem saber onde estão hoje....Voltando a sua resposta do pos anterior...rs..rs...não foi uma aula de Renato...quem sou eu, apenas um fã que ainda não encontrou ninguem pra ouvir depois dele...rs..rs...e concordo contigo, a gente falar desse rock, ficam pra tras muitos bons, Capital, Nenhum de nòs, Engenheiros, interessante que pra mim, Titãs enfraqueceu na saida do Nando, que é muito bom...abraços e um belo dia pra ti...to adorando esse debate musical...rs..rs...

(Carlos Soares) disse...

Meu amigo e xará,Carlos. Esses que você citou no post anterior, são grandes sim e gosto muito também.Como eu disse, não dá pára citar todos, pois a cultura do Brasil é enorme,felizmente. E só quis prestar uma homenagem a alguns grandes que morreram. Um abraço

Carlos Albuquerque disse...

Volto.
Estou abismado! O que você escreve é um retrato fiel do que acontece em Portugal! Já esteve cá?
Um abraço

(Carlos Soares) disse...

Caro, Everson. Tv e arte no brasil tem que ser tudo entre aspas mesmo.Eu até citei no post anterior que Renato Russo, não andava beijando a mão da mídia. Outros bons também não. Mas você disse. Os caras revezam aos domingos nos "grandes" programas. E aquelas homenagens "surpresas", que o artista não espera e vai aparecendo gente no telão falando. Quando vou pra praia(quando o dinheiro dá) procuro um quiosque bem afastado pra não ouvir os tigrões e lacraias. Um abraço

(Carlos Soares) disse...

rs rs. Não xará.Mas tenho vontade.Um abraço

Joéliton dos Santos disse...

Oi, tudo bem?
Eu relancei meu livro no site Clube de Autores. Entre no site e adquira minha obra...É uma bela história, você vai gostar...No site tem mais informações. Copie e cole o link abaixo e confira esse novo sucesso..rs......abraçoss
Ou se preferir, no meu blog tem a capa dele, é só clicar emcima.

http://clubedeautores.com.br/book/8217--Realizando_meu_sonho

Wanderley Elian Lima disse...

Pobre povo brasileiro que é obrigado pelo mercado consumista a conviver e engolir cantores, artistas descartáveis. Hoje eles são programados para durar o tempo que estão rendendo lucros, passou, passou, a fila anda e na fila existem milhões de medíocres esperando a vez de envadir a nossa casa que suas músicas de qualidade duvidosa.
Abração

Nathália F. Cortez disse...

Oi Carlos, eu fiz uma indicação no Veja Blog, e eles me mandaram um e-mail dizendo que receberam a indicação. Eles entraram no seu blog, e enviaram uma mensagem para você pegar o selo.

Tenho certeza que irão eleger o seu blog como um dos melhores.

Beijos!

BANDEIRA disse...

Bom dia amigo,

Tudo o que vc falou é o que muita gente pensa. Sou revoltada com a programação diária das tv's e no sábado e domingo eu não ligo tv. Pq realmente, não há o que ver, durante a semana ainda restam alguns telejornais, que mesmo falando de tudo que a gente já sabe, pq lemos os jornais escritos e damos tbm uma olhadinha pela internet sobre tudo o que acontece no mundo, mas ainda assim, dá para assistir alguns, outros, seriam impossível assistir e dormir bem, pois só falam de violência, é gente morta na rua, baleada, ou falam de prostituição infantil, ou de mulher que usou roupa curta na facul....notícias que nada acrescenta.
Sem contar com a manipulação que é feita sem que as pessoas percebam. Piadas sem graças nesses programas de humor, programas para comover as pessoas, e assim, não mudar de canal. Existem uns durante a semana a tarde, que são impossíveis de se assistir, creio que quem os fazem, devem nos achar um bando de panacas...a perder tempo em frente a tv dando audiencia a tanta besteira. Nunca vi um programa de tv incentivando o povo a ler um livro ou fazer uma poesia, um conto, qq coisa desse tipo.
Qdo vejo crianças tentando imitar as dançarinas desses programas e mocinhas querendo ser iguais a elas, sinto pena. Pq sei que irão crescer, sem nada na cabeça que valha alguma coisa. Estamos no meio de um povo robotizados, alienados e o pior ! eles não percebem isso.
Pq enquanto bunda, rostinhos lindos e loiros são os pratos cheios para audiência, o povo tentando imitar esses exemplos, estão esquecendo de estudar, de ler e de se informar daquilo que realmente eles irão precisar para o decorrer de suas vidas. Faço um trabalho filantrópico aqui em uma escola e não me assusto mais qdo leio algumas redações onde a escrita é de péssima qualidade e sem teor algum, demonstrando assim, que o aluno não ler ou se ler não consegue interpretar o que leu. No entanto, qdo trabalhos são feitos sobre tv, praticamente todos tiram notas boas. Isso vem demonstrar que, o tempo que o aluno passa em frente a tv é infinitamente maior e mais aproveitado por ele, do que qdo ele está fazendo alguma leitura, se é que faz...
Amigo, estamos diante de um grande problema, pq me parece que estamos perdendo espaço para a TV.

Desculpe o texto tão longo, mas sou revoltada com a falta de talento até de alguns aprentadores na tv tentando enganar o povo.

BEIJOS

Anita "Menina Flor" disse...

Carlos, meu amor, seus textos são muito enriquecedores, é com eles que aprendemos mais um pouqinho sobre essas belas pessoas. Sou muito eclética, gosto de tudo, mas de tudo que seja bom. Parabéns!!

Bjinhos.

Chris... ჱܓ disse...

O nosso país precisa incentivar a cultura... Está morrendo...
É uma pena, os jovens não valorizam mais a poesia.. a musicalidade de letra...
Só pornografias...
Vão mudando a origem... misturando rítmos e deturpando as nossas raíses...

Obrigada pelas palavras de carinho.
Bjos!

Quintal das Rosas Decorações disse...

Oi Carlos,

Amigo concordo plenamente com vc, realmente as grandes tvs não sabem reconhecer os grandes talentos, o que é uma pena, e assistir televisão no domingo é penoso, não dá!!!

bjs
monica

(Carlos Soares) disse...

Pois é,gente. O bacana que estou achando é que os comentários se fecharam em torno de uma só preocupação:a cultiura. de coração fico felizp orisso.
Bandeiras, tem uma loira famosa dessas ai, que o entrevistador perguntou: "Qual seu hobby preferido?". Ela respondeu; "O cor-de-rosa". rs rs

Edna Lima disse...

Ainda bem que atualmente temos, internet. Bons DVDs e bons livros , pra quem não quer passar os domingos em botecos.
(KKKKKKK pelo hobby cor de rosa)
Grande bj Edna.

HSLO disse...

Seria interessante se essa realidade fosse aqui no Brasil.

abraços


Hugo

graciete filipe disse...

Amigo eu agora só passo para ir deixando um beijinho, porque quando há postagens que eu não percebo lá muito bem.
É mesmo só para marcar persensa.
Beijinhos de luz e agradecida por sua amizade.

Úrsula Avner disse...

Caro poeta, passando rapidinho para agradecer a gentileza de sua visita e comentários. Bj.

Elaine Barnes disse...

Muito bem escrito seu texto. Concordo. Fico sozinha aos domingos normalmente e desanimada com a tv. Desligo, ligo o sonzinho, entre os afazeres venho a internte.Não tenho paciência para os besteiróis da tv que nada me acrescentam.A cultura passa longe.Bons tempos dos festivais aos domingos né? bjão amigo

Armando Maynard disse...

Carlos, infelizmente a televisão de assinatura no Brasil ainda é muito cara, mas só assinando uma, para se poder libertar de tanta mediocridade. As tvs abertas estão muito mais preocupadas com o IBOP do que com a Cultura. É muita bobagem despejada para o nosso pobre povo, que na maioria das vezes tem a televisão como sua única diversão. Um abraço, Armando.