ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

SEMANA DA REFLEXÃO- O SÁBIO PEDIU SABEDORIA


( editorasalomao.com.br)
“ Em Gibeão, apareceu o Senhor a Salomão, de noite, em sonhos.Disse-lhe Deus: Pede-me o que queres que eu te darei.Respondeu Salomão: De grande benevolência usaste para teu servo, Davi, meu pai, porque ele andou contigo em fidelidade e em justiça, em retidão de coração, perante a tua face.Agora, pois, ó Senhor, tu fizeste reinar teu servo, em lugar de meu pai, Davi; não passo de uma criança, não sei como conduzir-me. Teu servo está no meio de teu povo que elegeste, tão numeroso que não se pode contar. Dá, pois, ao teu servo, coração compreensivo, com sabedoria e justiça, para discernir entre o bem e o mal.
Essas palavras agradaram ao Senhor, por haver Salomão pedido tal coisa. Disse-lhe Deus: Já que pediste estas coisas e não pediste longevidade, nem riquezas, nem a morte de teus inimigos; mas pediste entendimento para discernir o que é justo, eis que faço segundo as tuas palavras. Dou-te coração sábio e inteligente, de maneira que antes de ti nunca houve igual, nem depois de ti haverá. Também até o que não me pediste eu te dou, tanto riquezas como glória, que não haja teu igual entre os reis, por todos os teus dias. “( REIS CAP 3-VERSÍCULOS 3 A 13 ).
OPINIÃO PESSOAL:
O sábio pediu mais sabedoria. Mesmo com toda sua sapiência considerou-se não mais que um menino e pediu o dom do discernimento, da justiça, da moderação, do equilíbrio na hora de ponderar entre duas partes. Normalmente tomamos decisões que agrada um lado e desagrada outro. Mas Salomão, não. Pediu uma balança justa em seu coração, e isso, só com sabedoria. Sabedoria dos grandes mestres, que ao contrário do que pensamos, ser humilde não é ser pequeno. Um amigo já me disse que a cada passo que damos rumo à humildade, estamos evoluindo, atingindo um estágio de perfeição espiritual. Humildade não é humilhação. Salomão não quis riquezas, nem longevidade. Quis o SABER. E saber está muito além de nossos diplomas, de falar idiomas, que são necessários sim, mas que nunca devem se sobrepor à sabedoria íntima, ao domínio do ego. Salomão, podia pedir o que quisesse, pois DEUS, estava muito satisfeito com a retidão de Davi, seu pai e com ele próprio, tanto que o próprio Deus na sua imensa fidelidade disse: “Pede o que quiseres”. Mas não. O sábio Salomão, do alto de sua sabedoria, mas colocando-se em posição de criatura, respeitando o Criador, pediu o quê? Mais sabedoria. E o mais importante disso tudo, é que Salomão acabou sim, sendo um homem muito rico, teve longevidade e governou por muitas gerações sendo muito querido pelos súditos e respeitado por outros reis. Não pelo poder bélico ou econômico, mas pela sua maior riqueza: a sabedoria. E tenho comigo a certeza de que até sua riqueza material aconteceu em consequência dessa riqueza íntima, porque não é fácil administrar tesouros materiais. É preciso ser sábio, para não deixar que nosso ouro nos afaste das outras pessoas. Outro dia vi um filme em que o menino diz a um velho muito rico: “Não sei pra quê tanto dinheiro se o senhor não gasta nunca?”. O menino só queria ir a um parque de diversões.

10 comentários:

Everson Russo disse...

Nessa louca vida nossa meu amigo, cada dia mais e mais a gente tem a certeza de que Deus não escolhe os capacitados e sim capacita os escolhidos, nada melhor do que sabedoria pra seguir em frente...maravilhoso seu post...abraços e uma semana de paz.

Fatima disse...

Lendo seu texto me lembrei de todos os textos de Salomão que eu conheço.
Bjs.

Rosa dos Ventos disse...

Diz-se que os ricos são ricos porque não gastam...
Nessa não acredito! :-))

Abraço

Vem desfrutar do Amor de Deus disse...

Oi Carlos,
Realmente você acertou...adorei ler esse texto e essa passagem da biblia, nos faz lembrar que a maior riqueza que temos em nossas vidas é a humildade e que através dela chegamos a sabedoria e equilibrio. Deus se agrada sim quando pedimos a Ele que nos dê sabedoria para enfrentarmos nossos conflitos e lutas e com certeza quando a usarmos o resultado será surpreendente.
Bjs e tenha um lindo dia
Ps: meu email: marciadefreitas11@hotmail.com
Marcia

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Acabei de chegar de viagem e Jota Cê ainda está voando, chega só à noite. Estou com tanta saudade de vocês, acreditam? Esse carinho pelas palavras faz uma falta, mas sei que vocês sabem que essa ausência foi por uma boa causa. Amanhã é nossa blogagem coletiva e vou esclarecer o método para alguns que não entenderam:

1- Todos os participantes vão ter que postar o seu conto/texto no seu blog com o selo da postagem.
2- Só vai participar do sorteio do orkut e das bíblias quem participou da blogagem
3- O sorteio do orkut vai ser pelo randon e vou dar um jeito pra ser filmado no dia 25/11
4- A votação da blogagem começa no dia 25/11 e todos os participantes irão concorrer.

Agora vou ver se durmo um pouco... tô numa saudade que nem sei... a distância maltrata, mas o amor acarinha com aquele dengo danado de bom.

Beijos jogados no ar, sempre!

Rebeca


-

Edna Lima disse...

Seus comentários me encehem de estímulo. Engraçado eu estava em seu blog lendo este texto qdo ele chegou. Eu sempre peço a Deus muita humildade , pois tb tenho minhas pedras no meio do caminho bastante pesadas. E tenho sempre tentado a aprender ler a vida. Grande bj conterrâneo.Edna Campos

Wanderley Elian Lima disse...

Muitos sabem, mas poucos têm a sabedoria.
Abração

AFRICA EM POESIA disse...

Carlos Soares


obrigada por estares...

Gostei do sábio da sabedoria...

com carinho...
deixo-te as minhas mãos

MÃOS


Mãos...
Trémulas
Cansadas...
Mãos que esperam...
Por algo que não vem...
Mas esperam...
Pacientemente...
Porque...
Mesmo cansadas...
Afagam...
E acarinham...
E estão à espera
Que venhas...
Porque estão cansadas...
De esperar...
E de sofrer...
E querem...
Com muito carinho...
Dizer-te baixinho...
Vem e deixa-me...
Acariciar-te!...

Lili Laranjo

Maria Emília disse...

Pois é Carlos, história interessante para recordar que o que realmente conta é a sabedoria. Não há que pedir aquilo que podemos ter ou o que podemos dar. Com a sabedoria aumentaremos enormemente tudo isso.
Um abraço,
Maria Emília

Barbara disse...

o primeiro valor do dinheiro é o da sobrevivencia e o segundo o da alegria.
Tudo o que excede a isso é sovinice.