ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

segunda-feira, 6 de julho de 2009

VAMOS RIR UM POUCO - PIADAS DE MINEIRIM



Eu posso contar, afinal sou mineirim lá da roça... e com muito orguio. Trem bão sô.
XXXXX
O mineiro saiu para pescar e se perdeu na mata. Andando sem rumo achou uma lâmpada .Sim, dessas de Aladim mesmo, em piada pode tudo. Esfregou,esfregou e como de praxe saiu um gênio:
-Olá, meu amo. O senhor pode fazer três pedidos, mas pense, só três... e estarei livre dessa garrafa.
O mineirim, depois do susto, coçou a cabeça e pediu:
-Ara, eu quero um quejo bem bonito, redondão.
-Pois, não- disse o gênio, estalando os dedos e lá estava um belo queijo. E emendou mandando que ele fizesse o segundo, mas advertindo para caprichar no pedido.
Ele coçou de novo a cabeça e tacou:
-Já que pode caprichá, agora o sinhô faiz favô de me mandá um requejão. O gênio estranhou, mas mandou ver.Estalou os dedos e surgiu um requeijão perfeito. E adiantou que seria o último e precisava de mais capricho. Dessa vez o mineiro nem pensou.
-Tá bão. Agora se não for pedir muito, eu quero uma muié bem gostosona.
O gênio suspirou aliviado e fez aparecer uma mulher maravilhosa e disse:
- Pensei que o senhor ia querer outro queijo.
-Querê eu inté queria, sô, mais eu fiquei com vergonha
XXXXX
O mineirim e a Benedita, sentados no banquinho debaixo de uma árvore. Ninguém falava nada. Um com mais vergonha que o outro. Até que ela resolveu tomar iniciativa.
- Carlim ( pôxa, tinha que chamar Carlos?). Óia pra cima .Dois passarinho se beijano. Vamos fazê iguar a eles?
O mineirim, tirou o chapéu, olhou para cima e viu dois passarinhos se beijando no galho da árvore. Coçou a cabeça e perguntou:
- Mais será que o gaio aguenta?
XXXXX
O mineiro entrou na venda e viu a tabela de preços na parede
COXINHA= 01,00 REAL
PASTEL = 01,00 REAL
QUIBE = 01,50
REFRIGERANTE: 01,50
PÃO DE QUEIJO: 02,00 REAIS
ACARICIAR O ÓRGÃO SEXUAL: 05,00 REAIS

Ele matutou por instantes, conferiu a carteira, mineiro tem muito disso, sempre vê se tem dinheiro antes de pedir. Tem um medo danado de passar vergonha. Nisso chegou uma moça peituda, quase saindo do sutiã, saia curtinha, toda insinuante, se debruçando sobre o balcão. E disse:
- Desejo alguma coisa, gostosão?
- É a sinhora que alisa o órgão sexuar dos fregueis?
-Sim ,sou eu mesma.-respondeu mais melosa ainda
- Intão a sinhora faiz favô de lavá a mão bem direitin que eu vou querer um pão de queijo.
//////////////////////////////////
Que maldade com os mineiros. rs rs

10 comentários:

graciete disse...

Oi amigo os seus mineirinhos fazem lembrar os meus alentejanitos aqui, eu gosto muito destas piadas, e se quiser rir um pouquito também passe no meu blogue gastandootempo
que tem piadas um pouco ousadas.
Beijinho para si amigo mineirinho

Deusa Odoyá disse...

Olá meu estimado poeta e amigo de blog.
Adorei suas piadsa.
Tem muito senso de humor.
Parabéns...
Não conhecia essa sua façanha.
Leio sempre seus poemas, que são maravilhosos, sempre enaltecendo o amor.
Uma semana de muita paz, bençãos e glorias.
Beijinhos doces, meu amigo poeta.
Regina Coeli.

graciete disse...

Obrigado meu querido por tanta generosidade beijo em seu coração

SO PARA OS INTIMOS disse...

Adorei as piadas...rs. Vivemos dois anos em MG e os mineiros têm uma característica que me agradaram. Primeiro nos recebiam com desconfiança e curiosidade, mas depois, se gostassem, nos tratavam como velhos amigos. Muito bom!

Abçs
Adriana

José Carlos Brandão disse...

Gosto das piadas do mineirim - afinal meus antepassados eram mineiros, saíram de Minas pra fundar Dois Córregos, minha cidade natal, e cidades vizinhas. Penso sempre com carinho em Minas. De vez em quando visito algum lugar daí... Essa impressionante gruta de Sacramento, por exemplo.

Um grande abraço.

Fatima disse...

Gostei dimais da conta!
Bjs.

Rabiscando disse...

Carlos, começar a semana com suas
piadas é bom demais, ainda não parei de rir...kkkkkkk, acredita?

Parabéns pelo blog!

1 beijo!

Majoli disse...

rsrs......gostei muito das piadas, ri bastante. Tenha uma linda noite e obrigada por sua visita ao meu blog. Abraços.

lili laranjo disse...

Passei e deixo um beijo


CHEGUEI...

Cheguei aqui e parei...
Cheguei aqui e sorri...
Sorri com muita força...
Pois sei que aqui sou eu...

Aqui paro e escuto...
E sei que escuto o que eu gosto
E sinto o carinho que me cerca
E sei que é um querer de verdade...

Porque aqui...eu estou...eu fico...eu sou!...
E quando a amizade é de verdade...
Eu cresço e fico muito maior...

É por isso...
Que eu sou pequena...
Mas muitas vezes...
Me sinto "grande"-

Lili Laranjo"Reticências Apenas"

* Fada * disse...

*Bom dia, CARLOS !!! *

*Meu amigo, sou filha de

Pernamvucana com Mineiro ! *Adoro

piadas deste último !!! (kkkkkkk).

*Quero TE AGRADECER pelos teus

comentários no *Caderninho e te

desejar um alegre dia de

domingo !!!

*Beijossssssssssss.