ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

UMA FONTE ESTRANHA


Minha fonte é estranha.
Às vezes me esquece, às vezes me assanha.
Às vezes me sacia, noutras me condena à sede
e minha cabeça vira um emaranhado, um labirinto, uma rede
de confusões, de indecisas sensações.
Às vezes fala não, às vezes fala sim.
Meu peito não concorda
é maldade fazer assim
Mas o que me alegra o coração e a mente
nessa fonte tão estranha e tão bela
é que ela é eficiente
nas vezes em que transborda e minh’alma abastece
fazendo com que eu ainda goste dela
mesmo quando me esquece.

39 comentários:

Parole disse...

A minha fonte é assim também...

Beijo

Edna Lima disse...

Há menino!!!!! Lindo
Bjs. Enda

Maria Marluce disse...

A fonte que nos inspira é a mesma que nos sufoca, nos alegra, nos mata e nos dá prazer. Obrigada por seguir o blog e pela visita. Antes que eu esqueça, o poema é LINDO!!!

GUIOMAR disse...

A poesia é fonte de inspiração...
É amar o além,
É escrever sem fim,
É articular sílibas,
É moldar as palavras,
É o caminho para o Amor,
É a felicidade encontrada,
É tudo o que se vive,
uma fonte estranha de inspiração...

romantic disse...

menino quem esquece um poeta desse!!obrigada pelo seu carinho viu? moras no meu coração menino poeta,beijos e beijos para ti!

Eduardo Medeiros disse...

carlos, seria a mesma força "estranha" que o poeta escreveu que o levava a cantar?

abraços

Hanukká-valquiria disse...

Olá, vim te convidar a passar no hanukká e ler sobre anjos, a ministração deles em nossas vidas.
Os anjos são reais! São seres espirituais criados em tempos eternos com finalidades definidas e que estão ao derredor dos escolhidos do Senhor, livrando-os e conduzindo-os no dia-a-dia. Não devem ser adorados, cultuados. Em relação a eles cabe a nós a certeza do grande amor de Deus, que de todas as formas procura amparar os seus filhos e propiciar-lhes uma vida de vitórias.

bjos.

Marli Borges disse...

Perfeito esse poema. Você está muito inspirado mesmo!!! Bjssssss

Amor feito Poesia disse...

O sono chega
quando a noite tenta
pendurar-se em minhas pálpebras
amarrando estrelas
- uma a uma -
em cada cílio.

Rita Apoena

Beijos e Flores no seu dia...M@ria

Secreta disse...

Fonte preciosa.

Everson Russo disse...

Tambem sou assim,,,tudo vem de uma fonte inesperada e estranha,,,sem regras....abraços meu amigo e um belissimo final de semana pra ti.

Malu disse...

Carlos,


Sua fonte é sempre bela , em qualquer situação , sempre bela ...


Bjo e um Dia Feliz !

IT disse...

Clamou!Reclamou...
Dessa força estranha que no enche de emoção,uma força que nos aquece e assanha,o profundo infinito do coração!

Somos assim Carlos...

O silêncio dói,dilacera e lateja
Das cinzas,clama,chama e ama.
Haverá pergunta,haverá peleja...
Clame,reclame,implora,
és um escolhido,
a história não acaba.

Beijos meus ♥

JoeFather disse...

Nossas fontes podem parecer ser as mais variadas, mas no fim, lá no fim, trilham o mesmo caminho da sensibilidade.

Se a sua fonte lhe faz bem, dificilmente irá secar...

Abraços renovados!

Majoli disse...

Carlos, meu querido amigo, estou me afastando um pouco do blog.
Não sei por quanto tempo, pois sempre a vontade de voltar é maior.
Mas ando um pouco decepcionada com algumas coisas, e preciso urgentemente repensar sobre isso.
Vim deixar meu carinho.
Beijos no teu ♥

Ah, logo continuarei aquele conto, isso não vou deixar parado não.
Quem sabe assim, aos poucos eu vou voltando.
Fique com Deus meu amigo.
Obrigada por teu carinho de sempre.

Professora Carla Fernanda disse...

Boa tarde Carlos!
Lindo!
Bj,
Carla Fernanda

Pena disse...

Notável e Precioso Amigo:
A sua fonte é um significativo prodigioso que faz pensar e reflectir sobre a vida.
Entre alegrias e tristezas é um anjo da guarda admirável.
Narra o choro da vida com beleza e pureza do seu extraordinário e perfeito pensamento.
Essa Fonte inesgotável de sensações é-lhe indispensável pelo encanto da sua narração conseguida da sua virtude gigante, fantástica e profunda.
Parabéns.
Abraço amigo de respeito e gratidão pela visita fantástica no meu blogue.
Sempre a admirá-lo, com um Bem-Haja, ao ser humano genial e talentoso amigo que considero de forma constante.
Com estima pela sua grandeza de sentimentos.

pena

Adorei.
Perfeito.
Parabéns renovados.

Paula Barros disse...

Estou para escrever sobre minha fonte. Porque a minha fonte sempre me faz transbordar.

Essa fonte é malvadinha, quando deixa essa cabecinha confusa. rsrs

abraço

olhar disse...

que lindo isto de fonte...

beijos em voc~e, querido Carlos e um ótimo final de semana!

Bia

Vinicius.C disse...

Olá Carlos!

Estou conhecendo seu blog, vistando seu espaço e gosto de tudo que vi!

Espero que possa vir conhecer o "Alma do Poeta" meu blog.
Um espeço onde coloco desd poesias a pensamentos soltos.

Espero que goste!

Abraços!1

Otelice disse...

Que lindo, poeta! Amei.
Parabéns.

MEUS PENSAMENTOS disse...

bom fim de semana lindinho!

Everson Russo disse...

Um belo sabado pra ti meu amigo,,,abraços fraternos.

RECANTO DOS AUTORES disse...

Carlos,sua fonte não seca nunca!Sempre belos textos por aqui!Bjs,

Dri disse...

"fazendo com que eu ainda goste dela
mesmo quando me esquece."

Lindo o que escreve.
Amei seu blog.
Sigo-te

Beijo

Dri

http://calmaamor.blogspot.com

Morena disse...

A sua fonte é parecidíssima com a minha!

AMEI!

Beijos!

Dayse Sene disse...

Estamos sempre sendo surpreendidos, com as mudanças, que nosso coração de poeta nos faz passar...mas já aprendemos a conviver com essas mudanças, pois em cada poesia, somos o ator principal, e em cada peça , vivemos um personagem dos nos sonhos.
Amigo! Deixei selinhos para você, não gostou? Um noite linda...abraços da amiga que te gosta muito.

feiticeira disse...

Aposto que a sua fonte é amor, só o amor faz a gente sentir assim, inseguro, sem saber se sim se não se o quê se porquê. Mas é o amor a fonte mais pura que jorra em nossa boca palavras que alimentam a inspiração. Bonito, que a fonte nunca pare de te alimentar.
Beijos encantados.

Everson Russo disse...

Uma otima semana pra ti amigo,,,abraços.

Priscila Lima disse...

a fonte pode ser estranha...
mas o inesperado é magnifico Poeta!

abraço das conchinhas

Priscila Lima

Elaine Barnes disse...

A nossa fonte é de emoções,águas de poemas e canções.Ela as vezes estranhamente diminue e mesmo assim teima em não secar completamente,pois, logo vem nova chuva de vida e garoa textos de lembranças. Adorei amigo! Montão de bjs e abraços

Hugo de Oliveira disse...

Bonito texto.

Te desejo uma ótima semana.

abraços

Vivian disse...

Olá Carlos!!Bom dia!!

Amei o poema!!Encantador!
Parabéns!!
Ah!...

Beijos!
Boa semana!

Sandra Botelho disse...

Uma fonte que transborda amor...
Bjos achocolatados

Vinicius.C disse...

Olá Cralos!

Agradeço a sua vista e seu comentário no "Alma do Poeta"

Venho retribuir e vistar o seu espaço!

Forte abraço amigo!

Arione Torres disse...

Carlos,
obrigada por seguir o meu blog e deixar um comentário. Estou seguindo o seu, volte sempre e tenha uma boa semana.

IT disse...

Tem gente sumida!
Ai ai ai.rs

Vinicius.C disse...

Comentar para que?

Mexer em algo tão bem colocado, bem sentido.

A minha sede é do sempre mais!!

Agradecendo sua passagem pelo Alma!

E claro, esperando que retorne!

Forte abraço!

Insana disse...

Seu verso me lembrou um outro verso de um outro momento e eu fui de hoje ate o meu ontem, fui tao fundo que não sei onde ficar.

bjs
Insana