ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

SEMANA "AVENTURAS DO CARLOS"- O DIA EM QUE QUASE FIQUEI RICO


Acredito que as situações acontecem para testar a gente, nossa conduta, nossas opiniões. Você só vai se conhecer quando essas situações acontecerem. Aí sim você verá se é reto naquilo que diz. Comecei namorar uma garota que para estudar morava com a tia, e nos finais de semana ia para casa na roça. Dizia a todo mundo que namorava um poeta. Daí uns três meses ela me chamou para conhecer sua cidade, sua família, etc. Tive que pegar dois ônibus apesar de não ser muito longe. Aproveitei o feriado, cheguei ao sábado, ela já estava lá. Fui muito bem tratado por todos, inclusive o pai, no estilo fazendeiro boa praça, feliz, de bem com a vida. Tocou até um pouco de sanfona depois do almoço. Única coisa que ele me disse a respeito do namoro, e com muito bom astral, com a mão no meu ombro, foi mais um pedido. “Cuidado com minha 'bonequinha', só tenho ela de moça”. Foi um sábado muito gostoso, de boas prosas e comidas saborosas, café de rapadura, broas de milho, doces etc. Deram-me uma bela cama. Enfim tudo perfeito. No domingo do mesmo jeito, café da manhã bem da roça mesmo. Uma família muito feliz eu percebi. Lá pelas nove horas fui jogar bola com os três irmãos da menina, voltamos às onze e tome comida e mais prosa. Passado um tempo, ela me chamou para passear e fomos andando até sair da pequena cidade. Chegamos a um pequeno despenhadeiro, de onde se via muito gado e plantações e ela me disse mostrando com o dedo de norte a sul. “Está vendo toda essa região, até naquele morro vermelho onde tem umas antenas?”. Firmei bem o olhar, acho que tinha uns dez ou doze kilômetros de extensão. “Sim, estou vendo. O que é que tem?”. Ela respondeu. Tudo isso é de meu pai”. Pronto. Eu estava namorando uma menina muito rica, e já não gostei, mesmo ela sendo tão gente boa e a família ter me tratado tão bem. “Isso não é para mim”, pensei.
Quando voltei para a cidade e contei pros amigos, os comentários foram quase os mesmos. “Você se deu bem”. “A sorte só bate na porta uma vez. É a sua chance”. Quando falei que eu não queria, o nome mais leve que ganhei foi de “burro”. Dizer que não fiquei tentado seria mentira, eu estava numa pindaíba danada, como se diz na gíria, estava no ‘bico do urubu’, mas não foi isso que aprendi. Aprendi a valorizar o sentimento e não coisas materiais e eu não gostava dela para casar. Com certeza, seriam dois infelizes com dinheiro, isso acaba refletindo um dia. O namoro não durou muito mais, talvez mais uns dois meses. Foi um rompimento sem grandes traumas, ela não insistiu muito, só nunca entendeu porque eu terminei. Eu também não falei os reais motivos Ficou minha amiga um tempo e depois sumiu. A 'bonequinha' segiu intacta.

13 comentários:

Everson Russo disse...

Mas meu amigo, se tem amor não há problema,,,a maior riqueza seria o amor nisso tudo,,,e não as terras de norte a sul...abraços de boa semana.

Valquíria Oliveira Calado disse...

Oi amigo, temos uma riqueza maravilhosa, a paz, a saúde, a certeza dum Deus por nós, e o amor, o resto conquistamos. abraços.

Secreta disse...

A riqueza material não é importante, mas quando existe amor, também não é impedimento para nada.
Beijito.

Tatiana disse...

Você é cruzeirense!!! Que maravilha!

O amor é uma rica fonte que jamais nos deixa ser pobres!

Tenha uma ótima semana!

Beijos

Jorge disse...

Coisa de poeta. Afinal és sentimento, fazer o quê, né?
Creio que o mais importante é que buscas seguir seu coração.
Parabéns!!

Um grande abraço!

Elzenir Apolinário disse...

Carlos, pena é que o quase está na frente...rs. Convido-o a responder a uma pergunta para os homens lá no blog. Obrigada. BjS

claudete disse...

tudo isto nos prova o quanto você é sensato e o quanto assimilou do que lhe foi transmitido pela sua familia..é meu querido, nossas raizes falam mais alta que o interesse do compromisso sem amor..você é mesmo um poeta. Beijos. Feliz Ano Novo!

Pérola disse...

Gostei da história meu querido.
Se ela é rica e vc gostando dela,ñ seria tão ruim,junta-se o últil ao agradável rs.
Mas eu concordo que se ñ existe sentimento também fica complicado.
Ao olhar de muita gente ñ foi uma decisão tão madura...mas a sua felicidade quem decide é vc.
Parabéns.
Gostei muito.

Talita disse...

Lindo!!

Passando para lhe desejar uma linda e abençoada semana.

Beijos no coração!!

Amor feito Poesia disse...

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...


Vinicius de Moraes

Amor & Paz no seu dia...Beijos...M@ria

Bloggirls disse...

A maior riqueza é sermos francos conosco mesmos,quando mentimos pra gente,nos enganamos o resultado é mesmo desastroso. Muito bom voc~e ter feito a escolha que julgou melhor pra você. Montão de bjs e abraços
Elaine Barnes

dja disse...

ola Carlos
casamento, pensando que se está apaixonado e que aquela pessoa, é quem vc procurou a vida inteira, já é osso, imagina sem amor e por interesse, nem pensar.
bjos, hj tirei o dia pra te ler, a cada tempinho q passo aqui em frente ao pc, e escutando suas musicas, adorooooo.

Majoli disse...

Bem, você fez o que seu coração pediu, e se não queria "ser rico", fazer o que né?
rsrs
Brincadeirinha meu amigo, dinheiro não é o mais importante nessa nossa vida, a gente precisa dele pro nosso sustento, mas o amor é o que mais conta, e se não seriam felizes juntos, antes terminar na época do namoro do que depois de já casados.

Beijos meu querido amigo.