ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

DOR DE CABEÇA!!!



MINHA CABEÇA TÁ DOENDO, MÃE

9 comentários:

Majoli disse...

Ah, vai passar loguinho, se Deus quiser, mas se cuide, procure ajuda médica, viu meu amigo?
Beijos no teu ♥
Fique com Deus.
Melhoras pra essa dor de cabeça.

Paula Barros disse...

Espero que tenha seguido o conselho de Anita, não pode brincar com a saúde.

Espero que tenha melhorado. abraço.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Com dor de cabeça não se brinca. Se cuide.
Abração

Insana disse...

A minha tambem doi..

bjs
Insana

Sandra Botelho disse...

Cuide-se menino...Não se pode brincar com a saude.
Bjos achocolatados

Fatima disse...

Se cuida direitinho viu poeta!
Bjs.

romantic disse...

menino olhe isso viu? espero que melhores logo bjs!

Secreta disse...

Já passou? Espero que sim.
Beijito.

Dayse Sene disse...

É amigo! Acho que agora quem terá dor de cabeça sou eu...acredito que fiz um comentário no post errado, (risos).
Ai anula aquele , se realmente fiz e deixa esse, que minha cabeça não irá dor, tem tudo a ver.
Como disse, já sinto saudades de suas visitas em meu blog, adoro te ver por aqui e por lá. Um abraço