ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

INCOERÊNCIA


A noite é tão calma que chega a incomodar.
Ah... esse silêncio é um açoite!
Faz mais barulho na minha mente que todos os sons do mundo.
Todos dormem nessa noite.
Até os pirilampos. Até os bêbados e vagabundos.
Nem as aves noturnas se atrevem.
Nem um apito, nem um assovio. Parece que nem o rio.
Por que essa noite tão calma
se por dentro minh’alma grita, faz barulho e agita?
Por que esse contraste, essa incoerência
entre uma noite tão quieta e uma alma de poeta sem paciência?
Uma simples janela pode ser meu mundo. Meu mundo pode ser uma simples janela.
Dela... vejo a lua e as estrelas que são belas,
mas não falam, nem ouvem queixumes.
As flores também são perfeitas,mas apenas exalam seus perfumes...
de jasmins... dálias... e hortelã.
Isso não é tão ruim.
Assim não me sinto tão só até que chegue a manhã.

14 comentários:

Everson Russo disse...

A noite é incrivel, tem seus misterios e suas ruinas, e principalmente seus sons proprios, cabe a nós decifra los, muitas vezes a lua ou o silencio das estrelas nos dizem tudo que queremos ouvir, as sombras, vultos e coloridos em tons escuros nos revelam misterios que pela manhã nem lembramos mais...forte abraço amigo, tenha uma semana com muita poesia na alma...

Luciana P disse...

"Por que esse contraste, essa incoerência
entre uma noite tão quieta e uma alma de poeta sem paciência?"

Gostei especialmente desses versos. Acredito que os poetas assim como os prosadores têm muito dessa inquietação, essa efervecência na mente, e não se sabe, muitas vezes, o que fazer com ela.
Se isso é inspiração, impaciência, sensibilidade, não sei. Mas que daí saem textos lindos, ah, isso saem.
Como este, por exemplo.

Beijos!

*Adriana* disse...

Bom dia poeta!! Que se passa na alma do amigo?? Espero que na próxima o seu sono seja profundo e repador.

Que sua semana seja ótima

Abçs

(Carlos Soares) disse...

Obrigado,gente. Vocês são 10! Adriana, estou bem, só mesmo pequenas inconstâncias de poeta.É um tal de querer sempre mais. Poetas são gulosos.bjssss

paula barros disse...

Poeta, já me senti assim, sei bem do que falas, desse silêncio que grita, incomoda, pertuba.

Muito egoísta, gosto quando os poetas perdem o sono, e quando o silêncio incomoda, me deleito em ler os belos poemas.

Gostei quando citou os cheiros e os pirilampos, a criatividade que me transportou.

Quem é tua Dona? disse...

Estou aguardando o seu post sobre os dengos das mulheres, vamos ver no que vai dar. Hehe

Beijos,
Anita.

Princesa disse...

Obrigado pela visita

O tempo é muito lento para os que esperam

Muito rápido para os que tem medo

Muito longo para os que lamentam

Muitos curtos para os que festejam

Mas, para os que amam,

o tempo é eterno.
Beijinhos

Daiane Alcaântara disse...

eé a noite é um misteério *-*
(eé linda e misteriosa, além de amendrontar: sempre supreende, desde os primordios)

graciete disse...

Quem consegue descodificar o que vai na mente humana temos sempre pressa em chegar ao fim, mas quando lá se chega queremos encontrar continuação.
isso eu chamo de!
Só estou bem a onde não estou eu só quero ir a onde não vou.
Beijinho meu amigo lindo, muita paz, saúde e muito amor em seu coração

Maria Emília disse...

Quem disse que a lua, as estrelas e as flores não falam. Se falarmos com elas elas escutam e respondem. É só uma questão de ensinar o coração a escutar.
Um abraço,
Maria Emília

BANDEIRA disse...

Eu gosto muito da noite, é a hora que sempre escrevo meus posts e minha mente fica mais receptiva e criativa. Adoro as madrugadas...são sempre tão silenciosas e ao mesmo tempo misteriosas...
Mas gosto de saber que um novo amanhã virá.

Amigo, bjs prá ti.

♥ ♥ Rabiscando disse...

A noite todos os sons falam mais alto, veem a tona tudo q durante o dia ficou escondidinho e agora pode se libertar, será...ou só até o amanhecer.
Vc está bem?

Grande beijo!

Majoli disse...

Que lindo poetisar Carlos, me vi dentro dele, vivo na janela admirando as estrelas e o luar.
Só me falta aqui o perfume das rosas.

Parabéns pela linda poesia.
Beijos e linda semana meu amigo.

(Carlos Soares) disse...

Acho tão bacana a comunidade do blog, perguntando se estou bem. Estou bem sim,gente.
É que esses dias resolvi fazer uma homenagem à noite. Hoje vou postar mais uma poesia noturna.bjs a todos