ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

domingo, 2 de agosto de 2015

PARTIU... BRASÍLIA.






Ter uma conversa séria com a Dilma  rs rs. O negócio está meio bagunçado por lá.

8 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Belas imagens

Bom Domingo
Beijos
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Dorli Ramos disse...

Oi Carlos

Você não viveu a Ditadura, é só o começo.
Beijos
Dorli

Ivone disse...

Boa viagem!
Abraços apertados!

✿ chica disse...

Lindas fotos! Vê se consegues arrumar a casa por lá,rs..Tá braba a coisa! abração,chica

PAULO TAMBURRO. disse...

CARLOS,

você é um otimista contumaz, afinal milhares de pessoas já foram as ruas exigindo o diálogo e, ainda não conseguiram,nada.

A nação tem mostrado a cara irritada com este pessoal a cada nova conta de energia elétrica,água (que água?) supermercado e o escambau e nada!

Bem, sendo você um otimista contumaz ou não, devo reconhecer que sua viagem a Brasília já começou a render frutos, pois, afinal, o José Dirceu voltou a ser preso.

Sugestão: Ao regressar dê uma passadinha pelo reservatório do Sistema Cantareira e acenda velas de 7 dias para acabar com aquela miserável situação do volume morto daquelas naquelas águas.

Enterre,definitivamente aquele tal de inexpressivo volume d'água!

Tenha fé, você em Brasilia já conseguiu coisa pior (rs).

Um abração carioca.

Arte & Emoções disse...

Realmente! Bagunçado e carente de vergonha na cara de muitos daqueles que circulam pela Praça dos Três Poderes. Boa viagem e boa sorte amigo.

Abraços,

Furtado.

Lindalva disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK esse é meu menino :-) Olá meu querido Beija Flor, passando para fazer viver a saudade e te dizer que no Ostra da Poesia da Ilha um singelo mimo te espera. Um enorme beijo no coração.

http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com.br/

http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com.br/2015/08/4festa-da-semifinal.html

Marisa Giglio disse...

Aproveite bem a viagem , Carlos . Depois , nos conte tudo , rs,rs, Beijos