ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sexta-feira, 1 de maio de 2015

MARIA, MÃE DE JESUS SIM!!!

( imagem maosdepai.org)


Estive lendo que o Pe Fábio de Melo estaria sendo execrado por ter dito a seguinte frase: “Quem salva é Deus, e não Maria”. Tenho certeza de que o Pe Fábio não quis ofender a Mãe de Jesus, talvez ele, mesmo com todo o dom que tem de lidar com as palavras, no máximo tenha sido infeliz com a frase, ao não considerar que o fanatismo de alguns poderia atingi-lo, o que não é muito provável, pois o vejo muito querido entre os católicos. O que é bem provável sim, é que isso tenha sido distorcido tanto na interpretação quanto na divulgação da fala, hoje em dia acontece muito, fala-se um coisa, e ela sai ou é entendida diferente nas ruas. Padre Fábio não está errado, quem salva é Deus, mas ninguém está dizendo o contrário. Dizem que os católicos colocam Maria acima de Jesus, isso não é verdade, há sim um grande respeito, uma grande devoção à ela, e eu não vejo nenhum mal nisso. Explico. Por que os católicos a veem como intercessora? Isso vem da Bíblia, do primeiro milagre de Jesus; preocupada porque acabara o vinho numa festa de casamento, sabendo de Seu poder divino, Maria foi a Jesus e pediu que Ele ajudasse, haveria um constrangimento para os noivos, família e convidados. Mas, ela, em nenhum momento deu ordens a Ele, ela pediu como mãe, era um pedido de mãe. No primeiro instante, Jesus disse:  “Calma, mulher. Ainda não chegou minha hora”. Ela nem retrucou como qualquer mãe faria, e sim, respeitou o momento Dele, e retornou ao seu lugar. Minutos depois, Jesus em compaixão pelo pedido dela, transformou a água em vinho. Era um Filho atendendo o pedido da mãe. Que filho recusaria um pedido de mãe? Daí a expressão “intercessora”.  “Ninguém chega ao Pai senão por mim”, é outra frase marcante de Jesus, que os críticos de Maria utilizam, ora, quem ama a Mãe de Jesus, também ama Jesus, quem é devoto de Maria, está chegando a Deus também através de Jesus. A própria Maria colocou o Filho acima dela, quando no primeiro instante Ele se recusou a atendê-la. Nos primórdios, Deus Se utilizou de pessoas especiais para servirem de pontes para colocar sua obra na terra, vou citar somente alguns: Abrahão, Moisés, Salomão, Jeremias, Davi, Elias... e Maria. Essas pessoas foram mais importantes do que Jesus? Claro que não, mas foram importantes para Deus. Não fomos nós quem escolhemos Maria como mãe de Jesus, foi o próprio Deus Quem a escolheu. Deus é infinitamente poderoso,  se Ele quisesse daria um outro jeito de colocar Seu Filho no meio de nós, os próprios anjos desciam à terra quando era necessário, com grande facilidade eu diria, mas Deus escolheu uma mulher chamada Maria, porque Ele quis que Seu Filho  se fizesse homem no meio de nós, que passasse nove meses dentro da barriga, que crescesse como toda criança, aos olhos da mãe. Maria vivia numa região onde até hoje se apedreja as pessoas, imaginemos então naquela época, Maria que era comprometida com José, aparecer grávida, seria apedrejada até a morte, claro, pois na época, ser comprometida mesmo que só em palavras, já era coisa sagrada para a sociedade machista. Ela teve primeiro que lidar com a desconfiança do próprio José, nem mesmo ele estava errado por desconfiar, foi necessária a aparição do Anjo para convencê-lo. Depois Maria teve que fugir de Herodes pelo deserto, pensem numa mãe com barriga enorme em cima de um camelo ou cavalo, no calor e no frio do deserto. Mas, o ápice de tudo vem agora, essa mesma mãe assistiu o Filho sendo cuspido, xingado, chicoteado, arrastando uma cruz enorme pelas ruas, o tempo todo acompanhando tudo. Que mãe assistiria a tudo aquilo sem tentar fazer nada, que mãe assistiria tudo aquilo sem passar mal? Só mesmo uma mãe especial que abraçou a missão dada por Deus. Maria sabia da Divindade de Jesus, mas também O tinha como filho físico, afinal ela O carregou na barriga, e é claro que tinha o amor Mãe/filho aí, é impossível dissociar isso, querer dissociar isso é no mínimo uma burrice. Tem um trecho em Mateus, não me lembro do versículo, não decoro versículos, eu memorizo a essência das coisas, trecho esse que diz que Maria não sucumbiu, esteve o tempo todo , de frente para a cruz, altiva. O que quer dizer o termo “altiva” nesse sentido? Que não fraquejou, que não dobrou os joelhos, aguentou firme o martírio junto com Ele, talvez pensando: ‘Toma, Deus. Estou Te devolvendo Teu Filho, não como eu gostaria, mas seja feita a Tua vontade’.  
Por tudo isso, Maria é a Mãe de Jesus sim!!!
===
E assim, abro esse mês de maio, um mês tão feminino... mês das noivas... mês das mães... mês de Maria: As flores de maio.

5 comentários:

Ivone disse...

Salve Maria Mãe de Jesus!!!
Meus pais não eram católicos praticantes, portanto também nunca fui, mas em minha casa tinha uma linda imagem de Maria que ainda guardo até hoje, falo com a Santinha com tanta fé e Ela até me parece que me responde, portanto...
Padre Fábio de Melo foi infeliz com essa frase, melhor seria ter ficado calado!
Muito boa tua exposição por aqui, gostei!
Abraços!

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Pois é querido Carlos, escrevedor de sonhos,
sonhos, nem sempre basta ser bom e honesto.
Eu lamento que ele
tenha sido tão mal interpretado
seja la por quem seja.
Saudades de vc.
Passa no Espelhando?
Bjins
CatiahoAlc.

Cidália Ferreira disse...

Simplesmente Divino!!


Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Claudete disse...

Carlos não me surpreende esta sua colocação tão precisa acerca de mARIA , Se o Padre Fábio fez esta colocação , parece infeliz, entretanto como conhecemos de perto , antes de tanta fama ao seu redor , creio que deve ter sido mal interpretada sua frase. Na verdade se confunde adorar com venerar, nós católicos veneramos Maria , adorar somente a Deus. Ninguém nunca viu a face de Deus , mas quem vê o Filho Jesus vê o Pai! Revelação do próprio Jesus contida no evangelho.Deus quiz tanto uma familia que se fez Homem no Filho, para habitar no meio de nós e escolheu Maria , Ele pediu permissão , daí o famoso 'SIM" de Maria ao Anjo, ela poderia não ter atendido, mas Maria era uma mulher de Fé , de oração e sobretudo do SILENCIO, "guardava todas as coisas no seu coração".
por que silenciosa era Maria ? Porque cheia de Deus! Não é à toa que Deus
se revela no Silêncio...As vezes , como vulneráveis somos tentados e falamos demais ...São brechas por inde o "inimigo" penetra e nos tira do sério. A Biblia é um livro de Fé e revelações: A palavra de Deus é única (loghos) a revelação ( rhema) é-mos dada pelo Espírito Santo , porisso pela oração , somos inspirados, e quando verdadeiras são 100% confirmadas. Não adianta ao catolico tegiversar acerca de argumentos pifios sobre Maria que de tão grandiosa é a essência do SILENCIO de Deus, NOSSO ARGUMENTO SE CHAMA FÉ
e ponto! Maria é sim nossa Mãe e Intercessora, nunca se proclamou maior que Jesus , agora quem a repudia e diz amar Jesus das duas uma ou mente ou é mais um fanático que tudo decora e nada compreende dos mistérios de Deus;Abração amigo e grata pela visita seus comentários sempre são enriquecedores.

Linda Mel disse...

Claro que a mídia distorceu! Padre Fábio quis apenas fazer um alerta de que a Devoção Mariana é sadia desde de que não seja sobreposta à Devoção a Deus Pai Todo Poderoso. Quem salva é Deus, mas isso não quer dizer que a intercessão da Bem Aventurada Virgem Maria não tenha um papel fundamental aí! Ora, quando rezamos a Salve Rainha, nos dizemos "Eia, pois, advogada nossa"... então? Particularmente, é dessa forma que eu a vejo, como uma valorosa advogada, intercessora. Mas o veredicto final cabe realmente à Deus! Porém, isso não degrada a figura da Virgem Maria, pelo contrário, a eleva ainda mais pois já pensou como seria difícil alcançar a Misericórdia divina sem essa Rosa Mística intercedendo a nosso favor? Portando Pe. Fábio não foi infeliz. Infelizes são àqueles que distorcem o que ele diz com o desiderato de semear a discórdia.