ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sábado, 17 de agosto de 2013

RECITANDO - AQUI JAZ UMA FLOR

video


Não havia me dado conta de que havia atingido a marca de 1.000 postagens, desde quando comecei em 2.009. É uma marca importante, apesar de que não me apego a estatísticas, haja vista que nem coloquei contadores no blog. Dá uma breve impressão de que poderia ter sido mais, mas o mais  importante  não é a quantidade, e sim a qualidade, e dentro do possível, vou tentando inserir essa qualidade. Por coincidência resolvi me gravar recitando o primeiro poema que fiz, que serve para coroar a marca desse blog que gosto muito e que narra toda a minha estrada poética, e parte também de minha vida, se é que é possível separar as duas coisas. Sem o leitor, não adianta existir a escrita, por isso, aos  que estiveram comigo lá no começo e permaneceram, e aos que chegaram agora, meu MUITO OBRIGADO!!! Aos que partiram por um motivo ou outro, saudades.

9 comentários:

✿ chica disse...

Lindo poema recitado e parabéns, felicidades pelos 1000. Que venham muitos ,muitos mais! abraçso,chica

Anne Lieri disse...

Muito legal ver e ouvir o poeta ao vivo!Uma poesia maravilhosa e que venham muitas mais com a mesma sensiblidade.bjs e bom fim de semana,

Élys disse...

Parabéns pela bela marca alcançada.
Bonita a sua poesia, declamada com o coração.
Um abraço.

Dorli disse...

Nossa Carlos!
Recitou com tanta paixão que quase me fez chorar e olha que sou durona.
Vi sua poesia no blog da Nádia e vim visitá-lo
Aqui tem muita coisa boa que vou ler "devagarzinho".
Pena não tê-lo conhecido antes, pois hoje, no meu blog fiz uma homenagem aos meus amigos blogueiros autores.
Virei visitá-lo sempre
Beijos
Lua Singular

Nyce Pinto. disse...

Amigo Carlos, que linda essa poesia e desta forma e com a emoção que você nos passa é como se fosse um pedido de socorro, "reguem e amem todas as flores"... Não deixem as flores morrerem! Atrevo-me a dizer que somos como as flores!! Parabéns pelo Blog e por todas as postagens sempre lindas, ternas e que são convites a reflexão! Obrigada pela visita, pelo comentário e tenha uma feliz semana! Abraços...

Vera Lúcia disse...


Oi Carlos,

Gostei de ouvi-lo recitando este lindo poema.
Seu blog é um espaço de qualidade e sensibilidade e é um prazer poder desfrutar de suas inspirações.
Parabéns!

Abraço.

Paula Barros disse...

Carlos, parabéns pela qualidade das postagens, e por sua escrita.
Interessante a ideia de recitar o poema, e melhor ainda porque pude escutar a tua voz, observar o rosto, diferente de ver uma foto.
abraço.

Brisa Petala disse...

Oi amigo
Parabéns vc recitou muito bem. Passando para te desejar uma boa noite. Um braço da amiga.
Ana

Claudete disse...

Bela forma de comemorar ,recitar o primeiro poema é ímpar e saiu-se muito bem! Carlos, obrigada por permitir que continuemos sempre nos enriquecendo aqui .Grata pelo carinho por Luana.