ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

A LENDA DA FLORZINHA QUE NÃO PODIA SER BEIJADA

Beija-Flor era um bichinho atrevido,
não podia ver um jardim florido
que ficava a rodear.
Parecia insaciável,
mas as flores gostavam daquele passarinho amável.
Um dia, o levadinho,
avistou no cantinho
uma flor que mal havia despertado...
ele já ficou agitado,
foi logo querendo beijar,
e começou a abordagem
e se pôs a sobrevoar
Mas de repente, de trás da folhagem,
saiu um Zangão zangadão
com o ferrão pronto para espetar:
- Sai pra lá, passarinho enxerido,
seu oferecido,
desse mel só eu posso provar.
Beija-Flor se assustou, e para longe voou.
Aquietou-se,
desde então limitou-se a apenas sobrevoar,
e de longe, seus beijinhos jogar,
mas daquele mel jamais provou
a não ser em sonhos na hora de se deitar.
//////////////////////////////////////////////////

OBS: O Beija-Flor do texto é ficção, qualquer semelhança com o autor é mera coincidência. Eu nem sou atrevido rsrs. O problema é que eu adoro coincidências. Ai, ai

6 comentários:

Fernanda Oliveira disse...

Olá amigo Carlos!!!
Nossa essa estorinha ficou arrasante, eu amei... rs
É incrível a sua imaginação, você é um talento mesmo, e ninguém pode dizer o contrário.

Beijos de sua amiga Fernanda Oliveira

Fernanda Oliveira disse...

offff, gostei da gatinha ali na lateral,rs Beijos, saudades amigo, espero que esteja tudo bem por ai...

Élys disse...

Uma poesia bem agradável de se ler. Gostei!...

Wanderley Elian Lima disse...

Beija flor assanhado, tem que levar ferroada rsrsrs
Abraço

Evanir disse...

Procure curtir a viagem da vida,
observando cada arbusto, cada riacho,
beirais de estrada e
tons verdes de paisagem.
Preste atenção em cada ponto de parada,
e fique atento ao apito da partida.
E quando decidir descer na estação
onde a esperança lhe acenou,
não hesite.
Desembarque nela os seus sonhos.
De aquele abraço apertado nesse Dia Dos Pais ,
Que espera você na última estação .
Caso seu pai não esteja a sua espera
muitos pais estão a espera dos filhos.
De aquele abraço com um largo sorriso
o importante é saber , que nesse Domingo
esteja feliz seja como filha , filho
ou pai.
Um abraço e um beijo carinhoso.
Que seja eterna nossa amizade.
Caso gostar na postagem
deixei um mimo para você.
No Domingo Realizarei o sorteio do livro.
Evanir S Garcia.

Patrícia Pinna disse...

Sei, foi bom você fazer essa observação sobre a coincidência, rs.
Eu já estava pensando que na vida real, o poema se aplica demais, rs.
Não podemos cobiçar o que não é nosso, fato é.
Quando o fazemos, certamente mais adiante, pagaremos um preço por isso.
Ficou MARAVILHOSA E CRIATIVA, a poesia.
Amei!
Beijos na alma e tudo de bom, amigo!
Fique com Deus!