ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

CAVALGANDO NA LUA


Estava eu desanimado, acabrunhado
Sentindo frio, um vazio,
encolhido, introvertido, soturno.
Minha alma estava triste e nua,
estava tão estranha a rua
que fiquei ainda mais noturno,
havia uma grande nuvem cobrindo,
me impedindo de ver a lua.
De repente, encoberto por aquele imenso véu,
uma luz descia por uma fresta do céu...
e eu fiquei encantado,
era uma Fadinha, em seu cavalo alado:
- Menino, não fique triste, pare com esse desatino.
não é porque a lua não veio que ela não existe,
Às vezes, ela precisa brilhar em outro lugar,
mas como você é um bom menino,
não vou deixar você ao léu.
Venha, vou lhe mostrar,
eu tenho um pedacinho do céu
onde a lua foi brilhar.
Quando eu disse sim,
ela fez plim plim,
e eu já estava no seu cavalo alado,
à sua cintura, agarrado,
E assim , me esqueci do frio, do escuro
e da solidão da rua,
me senti seguro
fui com ela cavalgar na lua.
////////////////////////////////////////////////////////////
Fiz esse poema ontem (20/08), após dois dias sem ver a lua, mas eu sabia que ela brilhava em outro lugar, porque assim é necessário, assim como são o sol e a chuva.

12 comentários:

✿ chica disse...

Lind[íssima tua inspirção e cavalgar nela, lindo demais! abração,chica

Paula Barros disse...

Uma linda lição de vida, e de reflexão. Há sempre uma lua a brilhar em algum lugar, há sempre o sol a brilhar em algum lugar. Assim são os dias, os problemas, a vida...sempre há dias melhores.
abraço

Evanir disse...

Mesmo , que esteja vendo a vida preto branco.
Olhe para o céu veja o inifito azul onde quem
tem fé no criador encontrara coragem e força para passar
pelas tribulações.
E a noite se emocione com a beleza da lua e do céu estrelado.
Em cada estrela vera um anjo zelando e olhando por você ..
enquanto a lua ilumina sua linda alma
veras como pode ser feliz na graça e na presença de Deus.
E muito carinho eu trouxe para você , que tanto amo.
Beijos na alma afagos no coração.
Evanir.
PS: fico triste em não poder informar
como anda minha vida;
Basta vc notar minha ausência creio ,
que já diz tudo.
Eu não ando nada bem .
Deus abençoe seu final de semana
paz e luz.

Ritinha disse...

Que lindo isso! Lindo demais!
E olha que em todos esses dias de lua cheia aqui onde moro, ela estava deslumbrante, maravilhosa, pomposa e belas estrelas lhe faziam companhia.
Algo lindo de se ver.
Sua inspiração foi o encaixe perfeito entre você e a lua.
Parabens!
bjs
Ritinha

Lis Fernandes disse...

Querido poeta,
a sua inspiração envolve a gente de uma maneira que nos sentimos cavalgando junto nesse belo cavalo alado.
Lindo mesmo!
Beijos,
Lis

Anne Lieri disse...

Que bonita sua poesia!É bom saber que mesmo que não possamos ver, a lua sempre está lá!Bjs e boa quinta!

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Carlos
Lindo poema, parece mais um conto de fadas.
Abraço

Nyce Pinto. disse...

Carlos, você tem o dom de nos fazer sonhar... Ao ler fiz aquela "viagem" entre fadas, duendes... Com certeza amigo, a Lua, o Sol, as Estrelas, mesmo quanto não vemos, continuam existindo... Uma poesia/conto de fadas, será? Tenha uma enluarada noite! Abraços...

Fernanda Oliveira disse...

Encantador seu escrito amigo Carlos!
Fico impressionada com a sua imaginação em criar tão belos textos!
Sua criatividade é linda!

Beijos em seu coração!

Fernanda Oliveira

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Bonito este poema feito de forma singular.
Muitos dias estamos sem luar mas podemos sabe-lo vivo noutro lugar.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Carlos. Eu já havia lido no face, e posso reafirmar, que é lindíssimo o seu poema!
Interessante, é que você permitiu aceitar uma nova oportunidade para recomeçar, não ficou no estado de negação e pessimismo eternamente, aproveitou a luz, a fresta e sorriu com esperança para o novo, o outro lugar desconhecido.
Parabéns, ficou lindo, amigo.
Tenha um dia de muita paz e um lindo fim de semana.
Beijossssssssssss!

Evanir disse...

Eu sempre procuro levar palavras de Deus,
palavras de amor e muitas vezes de
conforto quando alguém precisa .
Nunca soube falar nem colocar amigas
ou amigos um contra outro isso é pura maldade.
Em minha postagem procuro sempre postar
coisas , que sinto de verdade mesmo nao
sendo minhas as poesias ou reflexão.
Foi com muita tristeza , que fiz a postagem de hoje
sinto doer meu coração por estar vendo ,
que muita coisa mudou .
Em quase dez anos no mundo virtual.
Hoje venho te desejar um feliz e
abençoado final de semana.
Que , nossa amizade seja eterna
vivendo sempre na fé ,
que conduz nossas vidas ,
e no amor , que alimenta nossas almas.
Beijos ternos e carinhosos hoje e sempre sua amiga.
Evanir.