ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quinta-feira, 28 de junho de 2012

VALSANDO



Antes era escuridão...
E de repente estávamos dançando
rodopiando pela vida como num grande salão.
Sob os olhares da ribalta,
aplausos para o amor em alta.
Felizes são os corações que ao amor exalta.
Naqueles melódicos momentos
éramos nós mesmos os instrumentos
afinados pelo mais mágico diapasão.
Ao som do bandolim e da flauta
éramos par e ao mesmo tempo um
felizes são os corações que ao amor exalta,
pois não veem o mundo como um mero lugar comum.
Não sei se era a canção que nos embalava
ou se éramos nós que embalávamos a canção,
como não sei se era eu quem lhe levava
ou se era você quem me levava,
só sei que a gente bailava.
Era tudo uma grande profusão...
de luzes, de cores, de perfumes, sabores...
e de romance.
A vida sempre dá uma chance
para quem dá chance à vida.
Da escuridão da solidão sofrida às luzes da ribalta.
Felizes são os corações que ao amor exalta
porque para esses, a dança nunca termina,
amor de verdade, sozinho se afina.

26 comentários:

✿ chica disse...

O amor é uma bela música que embala sempre...Basta saber danças...abração,linda poesia!chica

Mari Rehermann disse...

Lindo!! Como sempre, seus poemas são de muito bom gosto!! Adoro aqui!

Acabaram as provas na faculdade, agora, vou colocando as visitas em dia aos poucos...

Tenha um ótimo dia, amigo!!
Beijos!♥

Maria Cristina Gama disse...

Carlos

Não há como destacar um trecho desse belo poema, mas posso dizer que li com muita emoção, emoção de quem canta e dança, emoção de quem vê também de longe esse amor tão afinado...

Os versos ora curtos ora longos parecem o movimento de um valsa...

Tudo perfeito, no ritmo, na linguagem metafórica: inspiração pintada com versos do poeta Carlos Soares...

"Não há mais escuridão, pois o brilho dos seus olhos iluminou meu coração e me puxou para dançar..."

FASCINADA!

Bjs
Chris Amag

Néia Lambert disse...

Que belo bailar!

Um abraço.

Cristal de uma mulher disse...

Amigodepois de algum tempo distante da internet eu volto para apreciar os escritos de meus amigo.
Linda literatura..o amor eatá em alta para ti pois só vive dando chance a vida quem realmente sabe apreciar o maravilhoso mundo de luz.

Beijo amigo

MARILENE disse...

Da escuridão fez luz e alimentou com melodia os versos ao amor. Essa dança dispensa qualquer som, pois ouve aquele que vem do coração.
Bjs.

Marly Bastos disse...

xexudo que lindo poema! Poetaste a valsa da vida e qa vida em valsa.
Bjkas doces

Vera Lúcia disse...

Olá Carlos,

Que linda essa dança do amor!
Para quem ama a vida é um eterno bailar de emoções.

Grande abraço.

Edna Lima disse...

Poxa Que lindo!
Quase saí valsando.
Beijos. Edna.

MA FERREIRA disse...

Oi Carlos...

Belo teu poema..emociona.....parabéns!!

bj

Everson Russo disse...

E que se faça sempre da vida um palco de dança,,,onde corpos colados escrevem suas histórias de amor...abraços de bom final de semana pra ti amigo...

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Carlos. Adorei o poema!
Acredito que o amor deva ser vivido assim, em profusão, como você bem escreveu, e nessa dança, creio que um conduziu o outro com elegância, felicidade e um encontro de alma tranquilo, vivo e voraz!
Casal que vive o amoe em toda a sua plenitude, ama, vive, se entrega, se encaixa em tudo, e em todas as ocasiões, sejam elas serenas ou não.
Viva o amor, e viva quem sabe vivê-lo!
Um beijo e fique na paz!

Anne Lieri disse...

Carlos,muito linda e romantica poesia!A valsa foi feita para o amor!Bjs,

Marilu disse...

Querido amigo, dançar nos braços de quem se ama, nos leva a flutuar, é bom demais. Tenha um lindo final de semana. Beijocas

Cristal de uma mulher disse...

Passei para leer de novo sua literatura e deixo um grande abraço amigo

Um belo fim de semana

Vinicius.C disse...

Olá Carlos!!

Primeiro peço desculpas pela falta de tempo!

Como sempre, todas as vezes que venho adoro! Forte abraço Carlos e um ótimo fim de semana!!

Orvalho do Céu disse...

Olá, Carlos
Felizes os corações que ao amor exalta!!!
Seja abençoado e feliz!!!
Abraços fraternos de paz

Vivian disse...

Olá,Carlos!!!

Uma poesia linda e envolvente!!!Tão bela quanto uma valsa!
Onde há amor, tudo fica mais bonito!
Beijos!
Ótima semana!

Estrela disse...

Oi, Carlos!
Tá lindo demais!
Bjus no core!

tecas disse...

Olá, poeta Carlos! Excelente valsa de palavras poéticas. Uma vénia. Grata pela sua visita ao meu blog e desculpe de só hoje agradecer. Motivos de saúde.
Abraço amigo.

Lita disse...

Olá Carlos
Li seu texto "Sonhos e Picolés" no Recantos dos Autores, e vim espreitar o seu Blog. Amei! Vou voltar sempre. E este poema... é simplesmente magnífico!
Um abraço
Lita
(http://misturadeafectos.blogspot.pt)

Anne Lieri disse...

Oi Carlos!Passei para rever essa bela valsa e te avisar que está no meu cantinho hoje,obrigada!bjs,

http://recantodosautores.blogspot.com.br/2012/07/sonhos-e-picoles.html

Marlene disse...

lindo poeta a dança tem o poder de como as poesias e os poetas encantar e iluminar as nossas vidas um abraço amigo meu carinho para voce parabens bjs marlene

Arione Torres disse...

Oi Carlos,
o amor é uma ótima música que devemos saber cantar a letra.
Tenha uma linda semana, abraços.

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite meu menino beija-flor !!!
Lindo vc está ai de abertura,jogado ao chão para nos receber,rsrsrsrs
Que lindo e sensível !
Parabéns!
Tão doce e terno a descrição desse amor,ficou um poema lindo !
Bjs com recheio de saudades!

♥**♥*✿Beatriz✿ ♥**♥ disse...

Olá meu querido, faz tempo que não comunicava-mos, seu poema está lindo como todos.
Às vezes me pergunto o quanto gostamos das pessoas que nunca vimos e fazemos sempre poucas visitas mas o mais importante de tudo é um dia passar e nunca tivemos tempo para dizer aos amigos o quanto gostamos , a vida tem destas coisas.
A mim já me vai faltando além de muitas coisas também me faltam um pouco os movimentos, porquê nos deixamos envelhecer?
Beijinhos de luz e muita paz...