ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sexta-feira, 6 de julho de 2012

CARLOS NA BALADA



Comecei mal, plagiando o Teló, não que ele seja ruim, é que plagiar é coisa feia, mas o Chacrinha já dizia, “no Brasil nada se cria, tudo se copia”, então resolvi dar uma plagiada também. Tive um sonho engraçado, aliás, sempre tenho sonhos engraçados, já tive até sonho que continuou no outro dia. Já viram isso? Sonho com requintes de novela... “continua no próximo capítulo” rs rs. Sonhei que compus uma música dessas de verão que rodam cinco ou seis semanas, com rimas pobres e previsíveis, e o cara fica milionário. Não sei nem o nome do cantor que estava no sonho, só sei que o cara estourou, vendeu muitos discos, e meu sucesso misturou-se ao dele, todo mundo queria saber quem era o autor do novo hit, e comecei a dar entrevistas nas rádios e nas TVs, gente me parando nas ruas pedindo autógrafos, eu recebia cartas e mais cartas de fãs, as emissoras me disputavam tanto quanto a ele, estava maior briga de audiência. No domingo principalmente, eu passava o dia todo na TV, de emissora em emissora. O engraçado era que meu cachê não era depositado em conta, me davam dinheiro vivo ali na hora, eu saía com um tantão de dinheiro na mão, nem dava conta de carregar, caíam algumas notas pelo chão, e eu nem me importava. Eu não tinha mais onde colocar dinheiro, tinha dinheiro em cima da geladeira, da TV, no fogão, debaixo da cama, na mesa, nas gavetas. E eu pensava. “Preciso trocar de carro, aquele está velho. Vou comprar um jatinho também, agora sou famoso, tenho me locomover com mais rapidez pra atender tantos compromissos. Claro, um iate também para as folgas... quando tiver, né?”. Porém... sempre tem um porém. Apesar de todo o sucesso algo me incomodava por dentro. Se eu dissesse que não gosto de dinheiro, seria mentiroso, dinheiro é necessário, abaixo de Deus, é ele quem nos dá conforto, saúde, viagens etc. O que a gente não pode é se deixar escravizar por ele, colocando-o como centro de tudo. Acontece que a letra vinha de encontro ao que eu sempre falo sobre cultura, que não gosto de banalidades, de futilidades, de mídia forçada etc. Entrei numa crise de consciência, e pensava coisas assim. “Drummond deve estar chateado comigo”. “Se Fernando Pessoa me visse, ia me xingar todo”. “Como vou ter coragem de ler Ariano Suassuna, Jorge Amado, Camões, Saramago, depois disso?”. De antemão, nada tenho contra o artista que ganha dinheiro, se está ganhando é porque estão comprando, então o artista e os marqueteiros têm seus méritos. Mas eu estava justamente praticando o que sempre reneguei, virei um escravo da mídia. Olhei aquele monte de dinheiro à minha volta e fiquei me perguntando se valia a pena tudo aquilo, deixar meu caminho reto de poeta, que eu chamo de meus trilhos dos quais nunca quero me descarrilhar... por causa de dinheiro. Não, a minha poesia não é para isso, ela me alimenta sim, mas ao meu espírito. Acordei quando um empresário chegou e disse. “Você tem que fazer outra música, esta já está acabando”. Amassei uma nota de cem reais na mão, e disse a ele com calma. “Sinto muito, eu não sei compor assim”. Fui feliz pro meu trabalho, dele sim, tiro o dinheiro que preciso para viver. Mas uma coisa eu digo... a letra está todinha na minha cabeça, é bem engraçada com toques leves de sensualidade, e confesso que estou doidinho pra registrar na Biblioteca Nacional e mandar pro Neymar. Já imaginaram... Carlos e Neymar juntos no Programa do Faustão? Por favor, me belisquem, acho que estou sonhando de novo rs rs .

14 comentários:

Secreta disse...

Ahahahahah... é tão bom sonhar!
Por isso, eu não te belisco!

Beijito.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Carlos. Eu havia comentado no face, não sabia que era a mesma postagem, contudo, eu penso que os sonhos são necessários, mas que devemos manter o foco em quem somos, na nossa autenticidade.
Fazer o que gostamos sem nos corromper, sendo leais aos nossos ideais é fundamental.
Beijo grande, e fique na paz!

OBS: O COMENTÁRIO ESTÁ DIFERENTE, É CLARO, MAS VALE A ESSÊNCIA!

Sonhadora disse...

Meu querido Carlos

Sonhar é tão bom, não queremos mais acordar.
Lindo como sempre ler-te.

Beijinho com carinho
Sonhadora

claudete disse...

Agora é encarar poeta, rsrsrsrsrsrsrs, quero você riquinho da silva, parodiando com Neymar!Como é bom sonhar! abração.

Marilu disse...

Querido amigo, tenha um lindo final de semana. Beijocas

Janaina Cruz disse...

Graças a Deus mesmo dormindo tu és um acordado... rsrs

Também não tenho nada contra quem vende seu trabalho e recebe por isso, , é melhor assim do que nos fazem alguns políticos, nos roubam na cara dura.

Mas venhamos e convenhamos, a música "fraca" anda ganhando tanto espeço na mídia, que as boas canções andam caladas... Assim não pode ser!!!

Também já tive sonhos estranhíssimos... rsrs

Muitos abraços e um ótimo fim de semana pra ti.

Mylla Galvão disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Carlos...
Acho melhor vc registrar em cartório a música, vai que alguém te plagia...
E depois vc podia mandar para o Teló...
Vai que o sonho vira verdade!
Eu sempre sonhei a prestação, como vc...
Esses sonhos invariavelmente são como se fossem premonições de que vão acontecer realmente... pelo menos os meus são assim...

Abraços...

P.s - Seu time perdeu de 2 x 0 do Inter... E o meu (Galo) é líder!!!

Dá-lhe Galo!!!

Maria Cristina Gama disse...

Carlos

Sonhos são nossos desejos escondidos, olha nós aqui descobrindo os seus segredos rs

Beija-flor na balada... Fiquei curiosa para saber qual é a letra que está todinha aí na sua cabeça e com toques de sensualidade... Quem sabe vira compositor de um desses que estão estourando na mídia e consegue colocar um pouco da sua poesia nessas letras sem conteúdo.

E aí? O sonho continuou depois daquela noite? Tem parte II? Rs

Saiba que cada vez o admiro mais quando leio os seus textos, você escreve muito bem, tem conhecimento da gramática normativa e, sabendo disso, brinca com o formal e o informal...

Ótimo domingo meu poeta-compositor!

Com carinho
Chris Amag

Lindalva disse...

É capaz do Neymar criar uns passinhos novos kkkkk Olá meu menino passarinho... Passando para te convidar a participar de uma brincadeira poética... está no meu Ostra da Poesia...topas? Dias de luz e paz meu querido.. Um beijo doce no coração.

Arione Torres disse...

Oi Carlos, sonhos são muito importantes porque quando estamos sonhando podemos fazer qualquer coisa.
Tenha um ótimo começo de semana, abraços!

Smareis disse...

Oi Amigo, Adorei a postagem,
Sem sonho a vida perde o sentido. Sabe, eu também ja tive continuação de um sonho, realmente parece continuação de novela. São força positiva que não deixa o sonho morrer por isso é que tem sempre segunda parte risosss.
Carlos e Neymar juntos no Programa do Faustão, tudo é possivel quando se acredita.Os sonhos se realizam!

Adorei amigo!

Grande abraço!

Estrela disse...

Que é isso Carlos? Vais nos deixar morrendo de curiosidade sobre a letra da música?
Ah, gostei do sonho que continua no outro dia.kkkkk
Bjus!

MARIA DA GRAÇA REIS disse...

Olá!
Garanto que o sucesso é garantido!
Pense bem,vc pode ficar milionário!
O que vale no nosso país é o" Eu quero thum,eu quero tcham"...
Acabei de escrever uma postagem sobre isso.
kkkk!!!
Garanto que comprarei seu CD e esterei sempre nos seus shows.
ADOROOO!!!! esse tipo de música.

Um abraço e muito SUCESSO na nova carreira.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Carlos. Vim ver se havia postagem nova, nas é a mesma que eu comentei no face.
Um beijo grande, e obrigada pelo carinho.
Sinto falta das suas postagens no blog!
Tenha uma noite de paz!