ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

EU... UM RIO


( imagem elisaqueiros.files.wordpress)
Como um rio de águas turvas
vou fazendo minhas curvas
sabendo aonde posso chegar
contornando as montanhas dessa vida
Não sou tão grande,
mas ajudo a compor o mar.
Também não sou pequeno, sou intenso
Sou o que falo, o que ando, o que penso
Sou minha lógica, minha ciência
Sou o que sou, sem excessos ou deficiências
sou o que sou na minha própria medida.
Se às vezes transbordo é por emoção demais
que me fazem sentir tão rapaz.
Às vezes cristalino, às vezes manchado
pelo lodo, pelas lamas dessa vida
mas um rio teimoso, nem por isso deixa de navegar.
Às vezes silencioso, às vezes caudaloso
assim é o meu leito, meu peito
sinuoso, insinuante, insinuado
beijando flores pelo caminho
e das que não tiverem brotado me deixando sozinho,
não levo mágoas
transformo minhas lágrimas em novas águas
que me fazem recomeçar,
um rio torto, mas não morto
que nasce filete d’água
mas, ousa ver o mar.

33 comentários:

Elaine Barnes disse...

Arrepiei! Perfeito amigo!Lindo demais,sua sensibilidade na interação com o rio e todas as suas fases arrasou!
"não levo mágoas
transformo minhas lágrimas em novas águas" uma das frases mais bonitas que já vi.Realmente uma "ousadia" de poema. Você se renova a cada,surpreende com o rio de palavras que o seu dom nos tras. Obrigada por acordar com uma beleza dessas. BOM DIA! Montão de abraços e bjs

Luciana P. disse...

Puxa Carlos, que bela analogia, um rio, com todas a sua brandura, sinuosidade e encanto...
Adorei o sentido metafória que deste ao seu texto.
Ficou lindo!

Beijos e um ótimo dia pra ti.

Pelos caminhos da vida. disse...

Belo texto Carlos.

Bom dia!

beijooo.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Carlos
A praia só existe porque os grãos de areia se uniram. Cada um de nós é único, mas podemos formar uma grande raça de seres realmente humanos.
Abração

Faces de Mulher disse...

Meu Amigo Carlos...
Você pequeno é um gigante...
Mesmos em rios de seguimentos tortos és profundo...
Não deixa abalar-se...
Nas curvas e nos trajetos difíceis cheio de correnteza que o mesmo faz...
Sabedoria ganha na dificuldade...
Sinto que cada barreira consegue mais forças...
Você rio de águas claras...
Que nos deixa hipnotizados...
Com a beleza da alma...
Segue sempre deságua no mar perpetua na imensidão...
Tornando-se imortal em seu rio de palavras e sentimentos...
Tenha um lindo dia meu AMIGO...
BJKS
Chrys
;)

Maria Bonfá disse...

amei ! lindo de viver..parabens..que rio mais gostoso de navegar..um convite irrestivel.. beijão

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Que poema mais lindo!
Visualizei cada imagem, cada cena!
É preciso muito talento para nos fazer voar assim...

Beijo!

Sandra disse...

nossa Carlos, o texto falou por mim, tô atravessando um momento delicado, contornando as montanhas da vida...
" navegar é preciso " já dizia o poeta...

BjãO

:)

paula barros disse...

Um rio que sempre flui e que segue o leito.

abraço

Everson Russo disse...

Meu amigo poeta,,,nessa vida da gente será melhor sermos as calmaria de um rio, ou a loucura de um mar? a gente sempre reclama de tudo né? se ta calmo,,,ta marasmo,,,se ta agitado,,,nao to aguentando...rs..rs...mas acho que vou ficar com a serenidade das curvas e turvas aguas do seu rio,,,belissimo,,,abraços e um belo dia,,,e ainda vou pensar se vou perdoar sua falta ontem...rs...rs...rs...rs...tenha um belo dia.

ஜ♥_Karolina_♥ஜ disse...

um certo desenho desenho japonês em outra dimensão o homem se torna a natureza em seus rios, folhagens e animais. Seu texto me lembrou esse desenho q eu gosto muito ^^

BANDEIRAS disse...

Amigo,

Não carregar mágoas, essa é uma grande lição de vida de tua parte.


Belo texto,
Bjs

Anne Lieri disse...

Carlos,nesse rio grandes e sábias lições de vida!Simplesmente lindo seu texto!Abraços,

Fatima disse...

Linda imagem vc construiu Carlos!
Bjs.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Olá,amigos.Respondo a todos à tarde. Me perdoem. Um abraço

Bia Maia disse...

Carlos!

Que lindo esta versão de ser o Rio!

Meus parabéns!

Uma linda quarta-feira para você!

beijos!

Bia

Sonhadora disse...

Carlos
Lindo e belissimo poema, inspiração sem limites.

não levo mágoas
transformo minhas lágrimas em novas águas

És uma pessoa maravilhosa.

beijinhos
Sonhadora

Juliana Pires disse...

Que poema bonito! Que todos nós possamos ser um Rio que de tão cheio de emoções, transborde coisas boas!

Beijos

A Loba disse...

Ola amigo alem dessa poesia linda vim agradecer a voce de ter ido ao meu blog pra me dar forca, amigo e pra se guarda dentro do peito , obrigada sempre e aceite meu award viu nao sei se te dei , enfim pega la no meu blog da loba faco questao, seu blog e td de bom bjs... da jake

Sandra Botelho disse...

Você pode até ser como um rio...
Mas suas palavras são como o mar...
Infinitas, belas e intensas.
Bjos meus!

Deusa Odoyá disse...

Meu querido amigo e poeta.
Me emocionei com seu poema.
Lindo, divino e encantador.
Um rio transformado em lágrimas vivas de um novo amanhecer,não deixando correr em seu leito nenhuma dor.
Perfeito...
Beijinhos doces em vc. e na anita.
Fiquem na paz.
Obrigado por sua visita ao cantinho da Deusaodoya

Regina coeli.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Elaine, você também nos proporciona belos voos nas suas asas.Beijos
///
Obrigado,Luciana.Ótima noite pra você.Beijos
///
Obrigado, 'Pelos caminhos da vida'.Beijos
///
Abração Wanderley."Nenhum de nós é mais forte que todos nós juntos"
///
Oi,Leila. Me emocionei com seu comentário. Obrigado mesmo.Beijos
///
Maria Bonfá, nada melhor que navegar na poesia.Beijos
///
Obrigado, Karolina. Que bom que gostou.Beijos
///
Obrigado pelas palavras, Ana Cristina. Volte mais.Beijos
///
Sandra, você é forte e uso sua frase "não desista do amor", nem da vida.Beijos
///
Sim,Bandeiras.Esquecer mágoas e viver a vida.Beijos
///
Anne Lieri.Menina voadora.Beijos
///
Valeu,Fá. Sempre presente, rápida, mas presente rs rs.Beijos
///
Você que é fera,Bia. Beijos
///
Ah,Sonhadora. A recíproca é verdadeira, és grande pessoa também.Beijos
///
Sim.Juliana transbordar,irradiar coisas boas. Assim minimiza um bocado de problemas por aí.Beijos
///
Oi,Loba.Claro que vou pegar.Beijos
///
Oi,Sandra Botelho.Só serve assim pra mim... intenso. Beijos
///
Obrigado,Regina.Você é um pessoa especial. Beijos

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Obrigado, caro Everson. A gente sempre está se queixando mesmo, mas ontem tive um motivo. Texto todo pronto faltando umas três linhas somente, um sol danado, calor terrível... de repente falta energia e eu não havia salvado nada do texto.Falei do sol quente porque normal é faltar energia quando chove, mas não, calor de 36º. Sempre vou fazendo e salvando, mas ontem vacilei. Nâo posso me queixar muito,afinal depois saiu esse poema. Ah... e o rio nem sempre está calmo assim não.Tem dia que tem umas quedas,umas corredeiras que sai de baixo. Um abração e boa noite

Laurita disse...

Olá Carlos, você não é um rio... você é um mar de surpresas sempre a correr inesgotável. Gostei do poema. Beijos

Nathália (Ná) disse...

Nesse momento, esse poema me serve perfeitamente.


Beijos!

**P.S.: Estou de volta!

Sandra Mara disse...

Desculpe-me por só responder agora meu amigo, mas estou dodói e
proibida de entrar na net até
"segunda ordem"...
Menino, mas q lindo o q escreveu sobre nós, amigos e seguidores de seu blog. Me emocionei de verdade.
Amei mto por ser lembrada por vc, obrigada!
Ainda estou sem condições de entrar e voltar a postar em meu blog, mas assim q me for dada a "carta de alforria"(alta médica)rsrsrs ... eu voltarei a comentar em seu cantinho todo dia, tá bom?
Por enquanto, uma ótima semana para vc. Fique em paz e com Deus. Beijossss e até já já!

Sueli disse...

Lindo, lindo, lindo! Embarquei nesse rio e realmente cheguei no mar! Abração!

Sonia Schmorantz disse...

Um poema especial, de grande qualidade, emociona...
abraço

Everson Russo disse...

Um forte abraço meu amigo poeta,,,tenha um belissimo dia.

Ricardo Calmon disse...

BELO,AMADO POETA E MININU BEIJA FLOR,TEXTO POÉTICO ESSE EM AMALGAMENTO COM O RIO DE VIDA SUA!
TE ABRAÇO E ADMIRO!

VIVA LA VIDA!

Pelos caminhos da vida. disse...

Desejo que em sua vida...

Não exista cara feia,
Não exista bolso furado,
Não exista tempo apressado,
Muito menos grãos de areia.
Não exista tempo fechado,
Não exista problema dobrado,
Não exista sonho frustrado,
Muito menos amor acabado.
Não exista amigo esquecido,
Não exista negócio falido,
Não exista boato mexido,
Muito menos dinheiro sumido.
Não exista tempo nublado,
Não exista ambiente abafado,
Não exista corpo dobrado,
Muito menos bom senso abalado.
Não exista mágoa engolida,
Não exista emoção reprimida,
Não exista alma sofrida,
Muito menos felicidade perdida...
Só desejo que você seja feliz!!!

(Desconheço o autor).

beijooo.

Majoli disse...

Carlos, você encanta muito, faz poemas que diz da alma, do coração, e esse "Eu...Um Rio"...é de deixar a gente emocionada, arrepiada, como disse nossa amiga Elaine.

Parabéns!
Beijos com muito carinho.

Silvana Alves disse...

somos um rio.. prontos para desaguar.. em algum lugar... ou em alguém