ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

TEMPO DE LOBOS





Eu queria cantar
“quando entrar setembro e a boa nova andar nos campos”...
mas não há mais campos.
Vou  chorar minha lágrima mais sentida
exibir meu sorriso mais tímido
minha dor mais doída
pela injustiça engolida.
Minha esperança mais pálida
Meu olhar deserto nesse horizonte incerto.
Mas meu olhar fec undo
E minha fé ainda cálida
me dizem para não desistir.
Talvez um dia voltemos a sorrir,
mas  agora desligo o rádio,
não posso ouvir a canção do Beto que é linda,
pois não consigo cantar ainda,
porque o rei dos lobos abriu o covil,
uivam tanto que não consigo cantar nem mesmo
PÁTRIA AMADA BRASIL!
==
Nota:  O trecho  “quando entrar setembro e a boa nova andar nos campos”... é de música de Beto Guedes , intitulada SOL DE PRIMAVERA, que é mesmo linda, mas não tem nada a ver com toda essa sujeira acontecida neste momento.
==
( Imagem  br.pinterest.com )

6 comentários:

Observatorio Proletarios disse...

Saudações

Observatorio Proletarios disse...

Saudações poéticas

Cidália Ferreira disse...

Muito bom . Adorei

Beijo e bom fim de semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ivone disse...

Poeta Carlos, não podemos deixar a crise nos alcançar!
Vamos cantar, ainda é, o nosso Brasil, uma linda pátria amada!
Abraços apertados!

Arte & Emoçoes disse...

Há muito já não sinto o fedor, pois dei descarga na política brasileira.

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

Anne Lieri disse...

Realmente essa politicagem tirou tudo do povo, até a poesia de uma bela canção! abçs