ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

QUANDO OS SINOS DOBRAM

( imagem pensadortupiniquim.blogspot.com )

Por quem os sinos dobram?...
Perguntam por aí.
Ora, eles dobram por mim e por ti,
em meio às misérias e mazelas
que nos sobram.
E não adianta fechar as janelas
pra se sentir imune, impune
porque é por mim e por ti que os sinos dobram.
O universo canta um único verso,
réquiem para uma humanidade
que não sabe a arte simples de viver em sociedade.
As consequências de nossos atos cobram,
porque é por mim,
e é por ti que os sinos dobram. 
Universo... uno verso...
palavra profunda,
mas não fecunda nos corações de egoísmo
que preferem e proferem o diverso,
não sabem que vidas perdidas no abismo,
não se recobram.
A dor que doi em mim, doi em ti, 
É por toda a humanidade
certamente, infalivelmente,
que os sinos dobram.
=====
“Nenhum homem é uma ilha isolada; cada homem é uma partícula do continente, uma parte da terra; se um torrão é arrastado para o mar, a Europa fica diminuída, como se fosse um promontório, como se fosse a casa dos teus amigos ou a tua própria; a morte de qualquer homem diminui-me, porque sou parte da humanidade. E por isso não perguntes por quem os sinos dobram; eles dobram por ti”.
John Donne
( imagem pensadortupiniquim.com)

======
Esse poema é uma referência ao egoísmo humano. As pessoas pensam: 'Não é comigo, não me interessa'. Mas estão enganadas porque a humanidade é uma só.

28 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Bom dia Poeta
Hoje aprendi que os sinos choram por ti, por mim, pelos nossos. Os meus e os teus.
Existem dias em que ouvimos os sinos dobrar, mas muitos outros não conseguimos ver nem ouvir.
Corações de pedra - egoísmo.

Todo o homem é um animal colectivo.

✿ chica disse...

Maravilha de poesia e a inspiração nela contida...Verdade, cada vez, as pessoas olham mais para o seu umbigo!! Os outros, danem-se!Pena! abração,chica

Dorli disse...

Oi Carlos
A maior dor é a da injustiça, a dor da carne se da um jeito, ex: estou respondendo todos os comentários com os pé dentro de uma bacia com gelo. E daí? Amanhã é outro dia.
Beijos
Lua Singular

magna farias disse...

Os sinos dobram pelo amor Carlos, por vida por caridade,, bjus lindo

Carla Fernanda disse...

Dobram para que haja esperança amigo, para que o amor vença toda a dor...
Lindo viu?

Beijos

Fernanda Oliveira disse...

Uma lição esse post !
Gostei amigo Carlos.
Estamos vivendo um época onde as pessoas só pensam em si própria, sempre ouve esse egoismo, mas a verdade é que ele tem aumentado.
Você disse bem, somos todos somente um, uma humanidade que se se ajudasse mais, seria bem mais feliz... resumindo.
Admiro sua sensibilidade para tais assuntos.

Beijos em seu coração amigo, da sua amiga Fernanda Oliveira

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Olá Carlos, muito interessante seu blog. "Quando os sinos dobram", penso que choram por tantas crueldades do nosso mundo.Há o sofrimento em cada canto e de todas as formas. Os sinos ainda vão dobrar por muito tempo, até que haja a conscientização de que todos somos irmãos.Parabéns pela postagem. Grande abraço!

Marli Soares Borges disse...

Olá Carlos!
Amei o post, lindo poema e verdadeiro. Os sinos dobram por todos nós, por tudo o que realizamos e deixamos de realizar, por nossas ações e omissões, pois como você deixou muito claro no poema, tudo está conectado. O universo é uno. E nossas atitudes, não importa onde vivemos, repercutem em todo o universo. Aliás, se você observar a capa de meu blog, verá que estão lá essas palavras, um dos meus mantras. Mais uma vez obrigada por esse post maravilhoso. Bjs. Marli

Ângela disse...

Se todos pensassem assim, se fizessem ao outro, somente o que querem para si proprio, o mundo estaria no melhor dos estágios.
bjs bom sabado

Zilani Célia disse...

OI CARLOS!
QUE MARAVILHA DE POEMA!
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Jessiiiih =) disse...

adoro seus textos
http://umagarotacitouu.blogspot.com.br/

Sônia Amorim Neto disse...

Saber que por nós os sinos dobram, é uma alegria, pois nunca estamos sozinhos, lindo texto meu amigo, bom domingo para ti, beijos

Arione Torres disse...

Oi amigo, ótimo post.
O egoísmo nunca deveria ter sido "inventado". As pessoas devem se ajudar, isso sim.
Tenha uma ótima semana, abraços.

Smareis disse...

Oi Poeta!

Uma poesia que contém muitas verdades. Lindo o que escreveu!
Beijos!

Vera Lúcia disse...


Oi Carlos,

Bela composição reflexiva.
Sim, o ser humano anda distraído com relação aos interesses do próximo e deixando-se dominar pelo egoísmo, que apenas atrasa o progresso individual e do mundo.

Os sinos dobram pelo despertar dos homens e da humanidade.


Parabéns!

Abraço.

Anne Lieri disse...

Que bonito poema,Carlos!É tb um alerta para que pensemos mais no nosso próximo! bjs e boa semana pra vc!

Pelos caminhos da vida. disse...

Natal é época de encontrar antigas amizades, Rever familiares que durante o ano todo não deram um telefonema. O ano passa na correria, E natal é época de parar e restaurar as forças para mais um ano. Natal é época de amor, Época de encontros. Momento de rever tudo o que durante o ano passou-se despercebido. Natal é planejar uma noite diferente, um instante iluminado. Natal… é ansiar por instantes de alegria e de conforto, Na presença escolhida a dedo de pessoas que fazem parte de sua vida. Presentes e mais presentes, com um único significado: “Lembrei-me de Você! Feliz Natal”

Estou de volta Carlos.

beijooo.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Catlos.
Infelizmente o que vemos na maioria das pessoas é o cuidar apenas de si mesmas e dos que amam e a humanidade que se exploda!
Uns dizem que não existe egoísmo, não creio nisso, para mim ele existe e acontece quando você fecha os seus olhos para os que precisam de uma palavra amiga, uma mão para levantar, um ouvido que o ouça com atenção, uma pessoa que visite e ajude a quem precise.
Mas o egoísmo só faz pensarmos em nós, nós e nós!
A evolução do nosso pensamento e um coração mais generoso deveria ser um pedido nosso a Deus todos os dias.
Não somos perfeitos, mas deveríamos nos ajudar mutuamente, é o que penso.
Já pensou o quanto de suicídios poderíamos evitar se deixássemos um pouco de lado os nossos problemas e ajudássemos ao próximo?
Sim, suicídios, pois apesar de sermos seres sociáveis, existem muitos que vivem numa ilha tristemente solitária, que clamam por ajuda inconscientemente, mas ninguém vem para socorrer, e com isso, morrem!
Que Deus me ensine a pensar mais no meu próximo, não esquecendo de mim, mas sabendo que você faz parte de mim!
Beijos na alma e paz!
Amei!
Fique com Deus e paz!
Excelente dezembro!!!!!!!!!!!!

O tempo das maçãs disse...

Do que eu preciso, precisa o outro e as vezes esse outro nem precisa de muito e um sorriso apenas já bastava..., mas como sorrir quando não se está feliz? Como oferecer amor, se muitas vezes não temos nem para com nós mesmos? Reflexões necessárias e até uma certa interiorização para pensar onde nós erramos.

Que texto maravilhoso, Carlos.Escrito com a emoção de quem se cansou com as misérias do mundo, mas que ainda assim mantém as esperanças e continua a dobrar os sinos.

Beijinho meu querido poeta.

Machado de Carlos disse...

... por isso devemos ser cidadãos do mundo, caro Amigo! Às vezes nos perdemos nas fronteiras por causa das diferenças de linguagens!

Machado de Carlos disse...

Vamos então apreciar juntos, nobre Amigo!

Janita disse...

Amigo Carlos,

passar por este espaço é garantia de sairmos mais enriquecidos e felizes com os teus pensamentos quer em prosa, quer em verso.
Adorei ver-te dentro desse coração!

Foi esse maravilhoso e solidário pensamento de John Donne, que levou o escritor Ernest Hemingway a escrever o livro "Por Quem Os Sinos Dobram".
Tenho-o há tanto tempo que as folhas já amareleceram com a 'idade'.
Parabéns por seres esse ser humano, culto, simples e sensível, Carlos.
Adjectivos que nem sempre se coadunam na mesma pessoa. É isso que te distingue dos demais e me faz sentir um grande orgulho de te ter como Amigo!

Beijinhos com amizade.

Janita

Nyce Pinto. disse...

Olá Carlos, fiquei aqui pensando: "porque os sinos dobram ou por quem?" Várias respostas... Dobram "por mim e por ti" como tão bem escreveu, dobram com saudade do tempo onde o amor era mais real... Ah! Meu amigo por tantas coisas dobram, choram e gemem os sinos...
Uma linda noite e aplausos pela bela reflexão/poesia! Abraços...

Marisa Giglio disse...

Belo poema ,Carlos .
Quando os sinos dobram nos perguntamos por que e por quem .
Beijos

Palavras disse...

Oi Carlos

"Por quem os sinos dobram",para mim é um dos títulos de filmes mais belos. Lembrei da minha mãe me contando o filme quando eu era criança. Boas lembranças!

Os sinos dobram por todos nós, você tem razão. Pena que não nos damos conta disso...

grande abraço

Leila

Arione Torres disse...

Oi amigo, o melhor era que todos ajudassem um aos outros.
Tenha uma ótima semana, abraços!

Sônia Amorim Neto disse...

Passando para desejar um Feliz Natal cheio de paz, amor e felicidade, desejo um ano novo com muitas realizações, agradeço pelo carinho de todo o ano, beijos e boa noite!!

Arione Torres disse...

Oi Carlos,
Papai Noel existe? Enquanto houver esperança, sim. Enquanto houver paz, sim. Enquanto houver harmonia, sim. Existe sim, na imaginação de cada um. Feliz Natal e um próspero ano novo para você! Abraços e boa semana.