ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

domingo, 18 de novembro de 2012

O Profeta | Zé Geraldo | Clipe


8 comentários:

BRISA disse...

Meu querido
Meu Deus como o meu coração ficou triste quando vi esta cena. Não da para falar mais nada. Bom dia ! Que o dia de cada um hoje seja de otimismo! fé e muitas realizações!
Ser feliz não basta ter dinheiro, fazer viagens, estar na moda, e ter um montão de amigos! Ser feliz é ter saúde e humildade pra tratar bem o ser humano e saber se desculpar quando errar, e ter sempre uma palavra de fé quando alguém precisar!
Diva Lima
Um beijinho
Ana

Maria Cristina Gama disse...

Letra triste e forte, imagens que chocam e fazem o coração chorar...

O nosso tempo finda, damos tanta importância a coisas sem importância... E deixamos de ajudar o próximo e de viver intensamente nossos momentos...

Tudo pode acabar amanhã, antes de um "obrigado", antes de um pedido de perdão, antes de apertarmos as mãos, antes dizer "eu te amo"...

Acredito que esse clipe e essa letra mostrem como o poeta está se sentindo agora, pensando que nada importa mais, as críticas, a ambição acima dos sentimentos, o que as pessoas pensam sobre a gente...

Temos que amar as pessoas como se não houvesse amanhã, como se fosse a última vez, perdoar, dar atenção, valorizar e passar um bom tempo junto delas...

Boa dica, poeta amigo.

Com carinho
Chris Amag

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Querida amiga, Cristina Gama. Gostei muito que tenha ouvido, essa música tem mesmo uma bela mensagem.E você já disse tudo no seu comentário. E sobre a fadinha, moderninha ela, né? Foi de propósito mesmo. Beijos, amiga.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

obrigado, Brisa e parabéns, captou bem a mensagem da canção. Beijos,amiga.

Maria Cristina Gama disse...

Gostei sim, caro poeta, aliás, sinto muita falta de ler algo assim "inteligente", que mexe com o imaginário...

Esse clipe, essa música(que ainda não tinha ouvido) mexeram muito comigo, deixaram-me reflexiva e, ainda mais, como acabei de chegar da igreja, o assunto tb trazia esse contexto, usando como disparador o filme "Antes de Partir", com Jack Nicholson e Morgan Freeman...

Chris Amag



Maria Cristina Gama disse...

Ah!
Fui ler a biografia de Zé Geraldo e li que é de Governador Valadares, por isso nos apresentou a sua música, não é? Li sofre o acidente que sofreu e teve de se afastar do futebol e talvez por isso tenha virado compositor e se inspirado para escrever essa letra...

Legal essa coisa de cultura e arte, eu sempre aprendo com você!

Chris Amag

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Que legal! Essa é a Cristina Gama, pesquisadora, como deve ser uma poeta e/ou educadora. Na verdade, Zé Geraldo nasceu numa cidade pequenina perto de Gov Valadares, chamada São Sebastião do Rodeio, mas foi criado sim em GV. Essa música é de 1977, lembro que meu amigo Francisco, o mesmo de tantas artes na escola, até o cito em alguns de meus textos, a gente cantava essa música no violão, ele gostava que eu cantasse, pois dizia que eu punha vida e intensidade à música. Zé Geraldo é um grande poeta, poeta rebelde, tem várias canções lindas assim, como RIO DOCE, que sugiro que ouça, é uma homenagem à cidade, esse é o nome do rio que banha a cidade. CIDADÃO é ele quem canta, mas é composição de um nordestino, Lúcio Barbosa.Ainda tem MILHO AOS POMBOS, PROMESSA DE UM IDIOTA ÁS SEIS DA MANHÃ, TERCEIRO MUNDO, OURO EM PÓ etc etc etc etc. E é um cara gente fina, sai do show e vai tomar cerveja e trocar ideias com fãs. É bem o jeito que gosto. Hoje tenho texto a postar, mas de vez em quando vou postar algo dele aqui. beijos e obrigado pela atenção.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

CORREÇÃO: "ÀS SEIS DA MANHÃ"... com crase, professora rs rs.