ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

sábado, 26 de maio de 2012

VOU ALI SER FELIZ



Amigo, sol, bom dia.
O dia raia em poesia
que se derrama sobre essa cama
que não me ama, apenas me aceita,
lembranças de um dia longo
suspiros de uma noite estreita.
Passarinhos em si be mol
e em qualquer outro tom
iniciam a orquestra, é mais uma festa
abrindo um dia bom.
Estou indo amigo, sol.
Conhecer a aquarela que me mostras à janela.
Sei que não mereço este quarto
pelo sorriso que me apresentas,
então eu parto
para viver o dia, e até fazer o dia,
pois o que não estiver bom, a gente reinventa.

22 comentários:

Maria Cristina Gama disse...

Bom dia!
Também fui acordada por um passarinho hoje na minha janela, ele sempre vem me visitar, já fiz até poema para ele e já cheguei até a fotografar...
O vento que entra agora pela sala e balança a cortina deixa um ar de mistério se misturando a esse seu poema pintado com cores douradas para representar o seu dia tendo como companhia a poesia.
Muito lindo.
Bjs
Chris Amag

MARILENE disse...

Se a cama não o aceita é porque a vida o chama e o sol anseia por lhe fornecer luz e alegria. A poesia quer nascer! Há um novo amanhecer!
Bjs.

blog. da Tereza Maria disse...

Olá Carlinhos
Parabéns pela sensibilidade sempre a flor da pele
Amei essa poesia
Um abraço poético!

Eliete disse...

O sol te chamava para que vc fizesse mais uma obra poética linda,Carlos.bjs

PRECIOSA disse...

Como todos seus poemas, conseguistes passar muita paz...O sol traz alegria..seu poema tem muito disso
Parabéns..amo estar sempre aqui..
Que seu final de semana seja regado de amor
Preciosa Maria

Janita disse...

Olá Carlos!
Quando se saúda um novo dia com o sol a raiar, é inevitável que um poeta, como tu, sinta despertar em si a poesia. O resultado foi este poema lindo.
Reinventar, será sempre a solução para colorir, na nossa vida, aquilo que estiver mais cinzento.

Carlos, vou ficar na expectativa para ler o texto com que pensas homenagear Monteiro Lobato.
Tenho a certeza que será uma homenagem muito bonita.
Beijinhos e tudo de bom, meu amigo.

Janita

✿ chica disse...

Que lindo,Carlos e que sejas feliz sempre!!abração,chica, lindo domingo!

Sonhadora disse...

Meu querido Carlos

Se o sol te chama...vai e aproveita a luz que ele dá e vive-te.
Como sempre BELO.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Carla Fernanda disse...

Oiii! Boa noite!
Um poema com cara de domingo!!!
Estou já com passagem comprada para Minas amigo! Dia 23 de junho!!

Beijos e bom domingo!

Linda Simões disse...

Carlos,

É isso aí.O que não estiver bom se reinventa.

Beijos

**♥✿Franciete-✿♥** disse...

Carlitos amigo querido, do fundo do corarão sou uma amiga um pouco,muito ausente, mas por vezes você sabe como é a gente gosta a gente ama mas sempre vai passando o tempo, esse desgraçado que não espera por nós. E quando se entra nos sessenta é tudo a ir embora, até que um dia o nosso espírito também vai, mas com isto tudo só para dizer que você meu querido foi um dos meus primeiros amigos e que eu deveria visitar mais vezes, mas olha meu bem não é por isso que diminui mais a minha amizade.
Te desejo de coração sorte , saúde, paz, e tempo bastante para amar pois que a vida passa tão depressa beijos meus...com sabor a Oceano.

MA FERREIRA disse...

Parabens pelo seu poema..
Todo dia temos a oportunidade de inventar o nosso dia. ou de reinventa-lo se necessario..

Bom domingo!!

bjs

Sandra Subtil disse...

É o apelo da vida.
Beijinhos Carlos

Everson Russo disse...

E assim se faz a poesia da vida...abrir a janela, ver que o infinito é o limite dos sonhos e sair,,,se jogar,,,ser feliz...amar...versejar a alma...abraços de bom domingo e uma bela semana pra ti amigo.

Anne Lieri disse...

Carlos,linda a msg dessa poesia!O poeta é mesmo um grande inventor de vida e de felicidade!Somos especialistas em nos transformar quando é preciso!Amei!bjs,

Desnuda disse...

Querido Poeta,

Além de lindo o poema tem sabedoria!


Beijos com carinho e feliz semana

Estrela disse...

Viver é imprescindível. Se a vida se nos apresenta,vamos vivê-la!
Bjus!

Secreta disse...

Temos de correr atrás da nossa felicidade!
Beijito :)

P/s: gostaria que me informasses de para que email poderei enviar convite para leres o meu blog "Secreta", visto que o coloquei privado.

vitalina de assis disse...

Hola amigo!

O dia e a vida nos chamam todas as manhãs.

Andemos!

Bjs.

Smareis disse...

Olá poeta Beija-flor!

O sol sempre acorda os poetas com a sinfonia afinada dos passarinhos.Isso é uma benção.

Grande abraço amigo, e ótima semana.

Paula Moraes disse...

Olá Carlos, vi que publicou um livro e antes sonhou muito com ele...Estou nessa fase, mas pretendo torná-la real o mais rápido possível...rs
Muito legal seu blog, seja sempre bem vindo ao meu.
Abs poéticos.

Anne Lieri disse...

Carlos,sempre lindas as suas poesias!E o poeta é o maior reinventor que existe,com certeza!...rss...bjs,