ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

domingo, 20 de maio de 2012

CAMINHOS E DESCAMINHOS DE UM POETA


(imagem google )

Andei caminhos ermos.
Encontrei sentimentos enfermos
indecisos, imprecisos,
mas com o coração sem meio termos.
Andei caminhos tortos
ressuscitando sonhos mortos
revirando gavetas reescrevi meu rascunho
fiz um mosaico de minha facetas,
a poesia como uma espada em punho.
Andei caminhos tantos
impuros e santos.
Não sei qual dos lados foi o mais importante em minha vivência.
Até jurei a mim mesmo não mais falar de amor... ou de guerra
enquanto vivesse nessa terra,
tratando tudo como um nada.
Mas ficaria vazia a estrada,
pois, nasci para a querência, está na minha essência.
É assim que eu vou!
Afinal, poeta eu sou!

15 comentários:

Marilu disse...

Querido amigo, o que seria do poeta sem o amor e a dor?
Esses dois sentimentos são a pena e o papel de quem escreve poesias. Não desista nunca. Lindo. Tenha uma linda e abençoada semana. Beijocas

Terê. disse...

Amigo que coisa linda, a realidade de vida, amei, bjus ,tere.

MARIA DA GRAÇA REIS disse...

KKKKK!!!!
Amigo,vc é poeta e uma vez poeta,sempre poeta!

Bjs

Toninhobira disse...

O bom da vida é estar neste caminho,trilhando versos e reencontrando palavras que fazem festa no coração e recriam emoções.
Parabens Carlos nesta bela construção/inspiração.
Entende-se uma publicação da querida Anne de uma poesia sua,que me fez vir aqui.
Meu abraço mineiro de paz e luz.
Gostei.

PRECIOSA disse...

Amei por demais!!!!!
Percebo que esse poema foi ditado por tua alma e escrito por teu coração...Parabéns poeta...
Abraços carinhoso
Que sua semana seja regada de muito amor
Preciosa maria

Everson Russo disse...

O poeta faz seu próprio caminho, e nele se perde, se encontra,,,e sente a poesia da vida...abraços de bom dia pra ti meu amigo.

ValeriaC disse...

MA-RA-VI-LHO-SO... num preciso falar mais nada né?
Beijos amigo,
Valéria

Mari Rehermann disse...

Que lindos versos, amigo Carlos, tão inspiradores...

Brijos!!♥

MARILENE disse...

Não são descaminhos, mas outros caminhos, pelos quais nos leva a sensibilidade. Há erros e acertos, dor e alegria, em todo eles. Impossível passar e sair como se entrou.
Lindos versos!

Bjs.

Estrela disse...

Também trilhei caminhos. Mas estes me levaram para longe dos meus objetivos e, quando caí em mim, vi que permanecia no mesmo lugar.
Bjus, querido!

Marilu disse...

Querido amigo, neste dia do abraço, vim te dar um longo e afetuoso abraço.

Aleatoriamente disse...

E que grande poeta és.
Um poema muito bonito, e na leitura , um brilho de preciosidade.

Beijão Carlos, e desculpa a demora.

cris photos disse...

Que bela poesia, escrita com sentimentos.

Beijos

Anne Lieri disse...

Carlos,muito lindos os teus caminhos!Obrigada pela sua gentil presença e comentario em meu blog no aniversario de minha filha!Bjs e meu carinho,

Só em Palavras disse...

Passa la
pra conhecer minha outra face de escrita....