ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

quinta-feira, 17 de março de 2011

UM NOVO JEITO DE VER DEUS


( IMAGEM cançaonova.com )

Sentado na velha cadeira, cotovelos apoiados na mesa, estava o pai proferindo blasfêmias e heresias enfeando ainda mais a pequena sala numa quase penumbra, não fosse a luz acesa num outro cômodo igualmente empoeirado. Foram tantos xingamentos que chegou a espumar o canto da boca. Por fim, talvez exaurido ou talvez por ter chegado ao fim do estoque de xingamentos, baixou a cabeça na mesa. Na cadeira oposta, aproveitando a pausa, o menino falou: "Por quê xinga tanto, papai? Essas coisas ofendem a Deus". Ele levantou a cabeça. Deus? “E quem é Deus para decidir o que vou dizer? Que Deus é esse que permite a um pai ficar desempregado não podendo cuidar de seu filho, única pessoa a quem tem no mundo? Que Deus é esse que permite tragédias, doenças como câncer e aids e não impede guerras? Um Deus que assiste a miséria. Um Deus que manda dilúvios e admite ditadores. Não, eu não quero esse Deus omisso, em quem não posso confiar. Um Deus que vem perdendo batalhas há dois mil anos que cruza os braços e assiste tudo do trono. Não, eu não quero esse Deus". E deitou de novo a cabeça. Aproveitando-se de novo da pausa, o menino falou. "Deus não criou as tragédias, pelo contrário cria expectativas a partir delas, propicia esperanças onde não parece não ter mais. Ele deu ao homem o livre arbítrio para decidir aonde ir, acontece que o homem se utilizando dessa independência, afastou-se de Dele, e aí quando as coisas dão errado, a culpa é de Deus? Deus não criou a poluição, o desmatamento e por consequencia, as catástrofes. Ele deu ao homem um planeta com águas límpidas e matas verdejantes. Será que Deus foi omisso enviando Seu único filho para morrer na cruz pela humanidade? Tempos antes, Deus ordenou a Abraahão que sacrificasse seu filho como prova de fidelidade, mas não permitiu que ele consumasse o ato. Deus fez o mesmo pela humanidade, porém com ato consumado. Jesus carregou nos ombros as dores e culpas dos homens. Será que Deus não sofreu vendo Seu Filho sendo , chicoteado, cuspido, xingado? Sim, mas havia um propósito mais grandioso, a morte de Jesus na cruz como prova de amor maior. Por causa desse ato é que o mundo segue, sobrevive, pois muitas pessoas, infelizmente não todas, seguiram o mandamento maior Dele que é o amor ao próximo. O mundo ainda segue justamente pelo ato de Jesus sofrer na cruz, um ato que evitou a tragédia maior que seria um mundo sem perdão e sem esperança. Ainda que Deus tivesse culpa em todas as tragédias que você citou, o que Jesus fez pela humanidade não seria motivo de agradecimento por parte dos homens? A intolerância do homem para com Deus é do tamanho do amor de Deus pelo homem. Portanto, Deus não é vingativo, é complacente, Ele perdoa o homem todos os dias”. O menino parou de falar, o pai levantou a cabeça. “Filho...”, mas não concluiu a frase ao ver a imagem do menino envolto por uma aura branca fazendo uma silhueta de luz. Repetiu. “Filho...”, ainda sem palavras para concluir, maravilhado com o que via, tocou a mão do menino sobre a mesa e a luz sumiu. Por fim conseguiu concluir. “Filho, onde aprendeu todas essas coisas bonitas que acabou de dizer? Quem lhe ensinou tanta sabedoria?”. O menino respondeu. “Papai, eu não disse nada. Estava apenas brincando de desenhar no meu caderno”. E mostrou o desenho de uma cruz envolta numa aura branca semelhante à que minutos antes contornava seu corpo pequeno. O pai fechou os olhos e compreendeu. “ O espírito de Deus esteve aqui. Deus usou a pureza de uma criança para falar comigo”. Foi até o filho, e depois de abraçá-lo por instantes, saiu andando e o filho perguntou. “Aonde o senhor vai, papai?”. Com olhos brandos, respondeu. “Vou para o meu quarto. Vou ali fazer uma oração. Agradecer a Deus por renovar a esperança em mim”.

24 comentários:

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Não consegui dar a esse texto o brilho que gostaria, mas penso que consegui colocar a intenção. Como sou muito sincero no que escrevo, vou dizer. Fiz esse texto baseado na ideia original do livro A CABANA, que recomendo. Um livro que ensina um novo jeito de ver Deus. A interação entre Deus e o homem é muito mais forte que o homem sabe ou pratica. A criatura respeitando o Criador, mas ciente de que por parte do Criador não existe hierarquia entre as partes, e sim, desejo de uma parceria cósmica em prol de um bem comum. O homem precisa de Deus... e Deus precisa e ama o homem. E acima de tudo, Deus não se afasta do homem, é o homem que se afasta de Deus.

Obs: O livro A CABANA em breve será filme e com certeza vem um campeão de bilheteria por aí. E o que é melhor... sem a violência comum das telas

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Carlos
Estou sem palavras para comentar o seu texto, realmente de emocionar. Parabéns.
Ontem a coisa ficou boa pro nosso lado rsrsrsr
Abração

Professora Carla Fernanda disse...

Boa noite Carlos!
Eu gsotei!
Carla Fernanda

Majoli disse...

Meu amigo, a emoção me invade por completo......
Sem mais palavras, só absorvendo tudo o que você escreveu.
Obrigada.
Beijos com carinho no teu ♥

Anne Lieri disse...

Carlos,ficou cheio de luz o seu texto!Eu li "A CABANA",mas se vc não falasse que se inspirou no livro,nunca iria adivinhar!Uma história que comove e amei!Bjs,

Sandra Botelho disse...

Deus está acessivel, nos nos afastamos dele, quando achamos que podemos seguir sem Ele.
beijos achocolatados e dias de luz pra ti

Luís Coelho disse...

Carlos o texto está bom.
Escreveste-o com as tuas características o que o torna ainda mais brilhante.

Volta sempre ao «lidacoelho»
A casa está aberta a todos .

chica disse...

Fiquei tocada, lindo!Foste muito bem,sim! Gostei! abraços,tudo de bom,chica

Dri disse...

Muito lindo mesmo.
Eu ia citar a Cabana.... mas vc ja o citou. Tem uma parte em que este assunto tb foi abordado lindamente.

Seu dia ontem foi legal?
Respondendo: sim. Sou do dia 25. Linda data, não??? rs

Bj
>.<

Amapola disse...

Querido amigo Carlos.

Você conseguiu dar o brilho que gostaria sim, porque foi lindo!!
Parabéns!! Foi emocionante...

Um grande abraço.

Edna Lima disse...

Muito mais que brilho tem aqui.
Deus é nossa força maior..
Obrigada pelo carinho.
Um grande bj conterrâneo.
Bjsss. Edna

Vinicius.C disse...

Boa noite Carlos!

Adorei seu post!

Esperoque tenha uma ótima noite!
Um forte abraço amigo!
Nos encontramos no Alma ou aqui!

Vinicius.

Secreta disse...

O meu jeito de o "ver" não mudou. E penso que nunca mudará.
Beijito, bom fim de semana.

Parole disse...

Um texto emocionante, que coloca Deus ao lado do homem e não acima sentado num trono...

bjs

Pelos caminhos da vida. disse...

Porque será que temos essa péssima mania de colocar a culpa em Deus qdo nada dá certo para a gente?

Lindo e comovente seu texto amigo.

beijooo.

Everson Russo disse...

Deus está sempre presente em nossas vidas...exisnte zilões de maneiras de Ve lo...basta sentir tocar o vento no rosto..abraços de bom final de semana pra ti.

Vivian disse...

Bom dia,Carlos!!

Discordo de você quando diz que não conseguiu dar o brilho que gostaria!!
Fiquei toda arrepiada!!Ficou lindo, perfeito!!EMOCIONANTE!!
E quem já viveu cenas parecidas com esta(sem a parte bonita...), emociona-se muito mais!!
Se o livro for tão bom quanto o seu texto, vou adorar!!
Vou procurar hoje mesmo!!Fiquei com vontade de ler!!
Meu amigo,parabéns!!
Bom final de semana!!

Sandra disse...

"Deus dissera:


" Deixa de viver a rezar e a bater no peito! O que quero que faças é que salgues o mundo e desfrutes da tua vida.
Quero que gozes, que cantes, que te divirtas e que desfrutes de tudo o que criei para ti.
Deixa de frequentar esses templos lúgubres, obscuros e frios, que tu mesmo construiste e que dizes que são a minha casa.
A minha casa está nas montanhas, nos bosques, nos ríos, nos lagos, nas praias. Aí é onde eu vivo e expresso o meu amor por ti.
Deixa de me culpar pela tua vida miserável; nunca te acusei de haver mal em ti ou que eras um pecador, ou que a tua sexualidade fosse algo de mal.
O sexo é um regalo que te ofereci e com o qual podes expressar o teu amor,o teu êxtase, a tua alegría. Assim não me culpes a mim por tudo em que te fizeram acreditar.
Deixa de estar a ler supostas escrituras sagradas que nada têm a ver comigo. Se não não és capaz de ler-me num amanhecer, numa paisagem, no olhar dos teus amigos , nos olhos do teu filho, então, não me encontrarás em nenhum livro!
Confia em mim e deixa de pedir-me. Vais-me dizer a mim, como fazer o meu trabalho?
Deixa de ter tanto medo.Eu não te julgo, nem te critico, nem me aborreço, nem me molesto, nem castigo. Eu sou puro amor.
Deixa de pedir-me perdão, não há nada que perdoar. Se te fiz... te cumulei de paixões, de limitacões, de prazeres, de sentimentos, de necessidades, de incoerências... do livre arbítrio. Como poderia culpar-te de algo que gravei em ti, se espelhas algo que eu deixei em ti? Cómo posso castigar-te por seres como és, se sou eu quem te fiz? Crês que poderia criar un lugar para queimar todos os meus filhos que se portam mal, para o resto da eternidade. Qué espécie de deus louco pode fazer isso?
Olvída-te de qualquer tipo de mandamentos, de qualquer tipo de leis; elas são artimanhas para manipular-te, para controlar-te, que só injectam culpa em ti. Respeita os teus semelhantes e não faças o que o que não quererias para ti. A única coisa que te peço é que ponhas atenção à tua vida, que o teu estado de alerta seja o teu guia.
Amado meu, esta vida não é uma prova, nem uma escadaria, nem um passo no caminho, nem um ensaio, nem um prelúdio ao paraíso. Esta vida é a unica que há, aquí e agora, e a única de que necessitas.
Fiz-te absolutamente livre, não há prémios nem castigos, não há pecados nem virtudes, nada traz mácula, nada traz un registo.
És absolutamente livre de crer na tua vida, no céu ou no inferno.
Não te posso dizer, si há algo depois da vida, mas posso dar-te um conselho. Vive como se não houvesse. Como se esta fosse a tua única oportunidade de desfrutar, de amar, de existir.
Assim, se não houver nada, terás desfrutado da oportunidade que te dei.
E se houver, toma por certo que não te vou perguntar se te portaste bem ou mal. Vou-te perguntar: gostaste?... divertiste-te?... O que foi que mais desfrutaste? Que aprendeste?...
Deixa de crer em mim; crer é supor, adivinhar, imaginar. Eu não quero que creias em mim, quero que me sintas em ti. Quiero que me sintas em ti quando beijas a tua amada, quando proteges a tua filha, quando acaricias o teu cão, quando te banhas no mar.
Deixa de louvar-me. Que tipo de Deus ególatra acreditas que sou?
Aborrece-me que me adulem, cansa-me que me agradeçam. Sentes-te agradecido? Demonstra-o cuidando de ti, da tua saúde, das tus relacões com o mundo. Sentes-te observado, sobrepensado?..Expressa a tua alegría! Essa é a forma de me louvar.
Deixa de complicar as coisas e de repetir como perigo o que te ensinaram acerca de mim. O único dado seguro é que estás aquí, que estás vivo, que este mundo está cheio de maravilhas. Para que necessitas de mais milagres? Para quê tantas explicacões? Não me procures além, não me encontrarás. Busca-me dentro... aí estou, pulsando em ti."


Baruch Spinoza

Evanir disse...

Querido amigo..
Um texto emocionante que nos faz refletir e rever nossos valores.
A presença de Deus em nossas vidas é fundamental para quem nele cre.
O Mundo precisa de Deus acreditar em Deus jamais duvidar do poder do Deus Soberano.
O nosso Deus ainda é o mesmo de Abraão Izaque e Jacó tudo que esta faltando no mundo é a fé.
Colei seu texto num bloco de notas vou refletir a cada palavra.
Um abraço amigo fica com Deus beijos ,Evanir.
http://aviagem1.blogspot.com/

Perola disse...

Vc deu um brilho imenso ao seu texto sim,me fez lembrar do meu pai que era meio ignorante nesses assuntos.
Quando a gente agradecia a Deus por uma razão ele respondia assim: Quem trabalha para sustentar vocês? Quem compra seus materiais de escola? Quem é que levanta de madrugada e pega trem lotado para dar de comer a vocês? Naquele tempo ele ainda ñ tinha carro e a situação era bastante precária. Aí ele vinha e dizia: É Deus ou eu?
Naquela época a gente era criança e ficava confusa com tantas indagações mas hoje ele entendeu a importância de Deus na vida dele já ñ concorre com ele apenas o ama.
Gostei muito do seu texto meu amigo.
Te desejo um exelente fds ok.
Beijokas milll

JGCosta disse...

Amigo, não concordo contigo, o brilho que colocou no texto chegou a me ofuscar, trazendo-nos uma magnífica reflexão.

Grato pela recomendação da obra.

Abraços renovados!

Jorge disse...

Belíssimo texto. Deixemos a nossa criança interior também fazer parte da nossa vida.

Obrigado por compartilhar, amigo poeta!!!

Hubner Braz disse...

Carlos,

Este texto é muito lindo... PArece o texto Deus está de Luto que postei no meu blog.

Parabéns...

vanessa cony disse...

Carlos...Eu amo tanto o nosso DEUS! Bom seria realmente que suas palavras pudessem alcançar aqueles que ainda não o conhecem...
Beijo no seu coração abençoado!