ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

segunda-feira, 21 de março de 2011

LIXO MENTAL!


( imagem google )
Preciso de uma redoma, um escudo, uma proteção
está chovendo lixo em tudo
que nada soma pro meu coração.
Lixo mental, lixo sideral
Lixo em qualquer canal.
Lixo diurno, lixo noturno
Lixo na segunda-feira e no domingão
Lixo nuclear, lixo no mar.
Luxo disfarçado de lixo recheado de vermes
um banquete de germes no menu de qualquer bar,
argh... vou vomitar.
Poesia é banal, educação é boçal.
Rei do lixo, rainha do lixo. Ai meu saco escrotal.
É tanto lixo que chego a pensar
que lixo é normal.

21 comentários:

Carissinha disse...

Sensacional!!
Realmente é tanto lixo que a gente acaba achando que é nomral. Mas não é.

Muito bom!!

Pelos caminhos da vida. disse...

Adorei a maneira como vc brinca com as palavras...

beijooo.

Amapola disse...

BRAVO!! BRAVO!!!

Menino, menino! Que coisa mais linda todo esse lixo ser vomitado assim, da sua alma de poeta...

Eu dei gargalhadas!! Obrigada e parabéns!

É por essas e por outras, que eu adoro os blogs.

Beijos no coração.

Valquiria Calado disse...

Lixo pra mais de metro como de diz aqui, pra expressar muito, abraço amigo, saudades, obrigada pelas visitas.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Muito bom. Existem lixo que nem o lixeiro leva, o lixo moral, que está cada vez inundando nossa sociedade.
Grande abraço

Sandra Botelho disse...

Com certeza amigo, o planeta está se transformando em uma grande lixeira.Em todos os sentidos
beijos achocolatados

Elaine Barnes disse...

rs... Uma beleza! É tanto lixo que reciclo. Pra alguns eu me lixo para outros tenho o dito:" Jogue lixo no lixo. O planeta agradece"
O pior é que não tendo mais aonde jogar, jogam na nossa cara. Afffiiiii! Montão de bjs e abraços
PS- Obrigada pela visita e comentário

claudete disse...

Excelente concepão poética, é a beleza do lixo na tua poesia , que é um luxo falando de lixo. Abraços.

F@bio Roch@ disse...

kkkkkk é arte a parte, sensacional... afinal, lixo é lixo!! Ei, vou levar p/ mim, tudo bem?

Olha, tenho um presente p/ vc na minha página, na verdade, é um desafio, confere lá!!

Abraço

lua prateada disse...

Espectáculo amigo...e não é que tens toda a razão...mas é assim e por mais que se queira mudar...difícil né?
Vamos então viver a Primavera de nossas vidas e tentar tirar dela todo o lixo que carregamos connosco sem nos darmos conta,,,
Beijo prateado

SOL

Professora Carla Fernanda disse...

Bom dia Menino!!
Pois é verdade é lixo em toda parte...kkkk...eca!
E te digo que normal né não!!
Beijos,
Carla Fernanda

Everson Russo disse...

Uau...um desabafo poetico a tudo que a gente ve por ai,,,travestido de luxo...de lixo...abraços de bom dia pra ti meu amigo.

Sandra disse...

Muito bom este jogo polissémico de palavras...
Beijo

Daniele Barizon disse...

Olá!! Achei seu blog na lista de um blog amigo. Sigo.

Sds,

Daniele Barizon
http://www.neointerativo.com

Vivian disse...

Bom dia,Carlos!!

Adorei o poema!!
Concordo plenamente!!É lixo demais!!
Tenho filtrado!!Me volto sempre pra cultura!!Meu porto seguro!!
Mas não é normal não!!Não podemos deixar que seja!!
PARABÉNS!!VAMOS FAZER UMA CAMPANHA!!
VIVA A CULTURA!!
Beijos amigo!!

José disse...

Esse lixo Mental, é talvez o pior de todos os lixos, a partir daí o lixo nunca mais acaba.
Muito bom o seu poema.

Um abraço,
José.

Perola disse...

Nos acostumamos com isso né meu amigo,uma situação banal mas a situação nos implica em viver da melhor forma possivel.
Parabéns,forte seu texto.
Beijokas millll.

Evanir disse...

Querido amigo..
Como soube se expressar tão bem
um poema que jamais imaginei ler um dia.
Um beijo carinhoso ,Evanir.
http://aviagem1.blogspot.com/

Marlene disse...

UMA BELA E SÁBIA MANEIRA DE PROTESTAR SOBRE ESTA SUJEIRADA É LIXO MORAL
PRINCIPALMENTE,QUE TEMOS QUE ENGOLIR,GARGANTA A DENTRO,É LIXO DE TODA ESPECIE PARABENS POETA ADMIREI
A CREATIVIDADE,UM ABRAÇO MARLENE

dja disse...

É carlos

É tanto lixo de todos os lados que nem sei mais, sabe

beijos e carinho no seu coração.

Janita disse...

Meu querido Carlitos, onde houver um ser humano há...lixo!
O pior é o mental, de facto. Porque o lixo se for bem armazenado, bem separado, poderá voltar a transformar-se num bem a ser utilizado...
Beijos
Janita