ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

UMA ESTRANHA NO MEU NINHO


Quando você não está eu fico com ela.
Mas ela me usa, me abusa, pensa que sou escravo dela.
Deita em minha cama como se fosse minha mulher
me envolve, me faz submisso, faz de mim o que quer.
Todas as noites ela bate em minha janela.
Essa é minha queixa, você me deixa, eu fico com ela.
E ela vem sem dó, me amarra com um nó que não se desata... e me maltrata, desacata
desarruma meu coração, desnorteia meus sentidos
joga meu ego no chão, desperta meus gemidos.
Ai que dor,
o amor é bom, mas como doi o amor,
essa é uma grande verdade.
E eu fico assim... entre a alegria e a maldade
porque quando você não está
eu namoro com a saudade.

20 comentários:

Sandra Botelho disse...

Ai que fofura...mas é bom essa saudade, porque quando a amada vem...
O amor é ainda maior.
Bjos achocolatados

Maria Ribeiro disse...

CARLOS SOARES: seu "traidor"...Então, arranja logo "outra", quando "você" não está"?
BEIJOS DE
Mª ELISA

Sonhadora disse...

Meu querido Carlos
Sem palavras para este belo poema.

E eu fico assim... entre a alegria e a maldade
porque quando você não está
eu namoro com a saudade.

Lindo sentir.

Beijinhos
Sonhadora

Jorge disse...

Meu amigo,
acho que não é o Amor que dói,e sim a saudade.
Como sempre poético e tocante!!!!

Um abraço!!!

Elzenir Apolinário disse...

Lindo, Carlos, acabei de postar também usado uma imagem que dialoga com a sua...rs. Boa noite. Bjs!!

Hanukká disse...

Olá menino, vim deixar um abraço e desejar uma semana de paz. Beijos.

Orgulho e vergonha

Quase não dar saber que são irmão
parecem tão diferentes
O orgulho estufa o peito,
A vergonha abaixa a cabeça
O orgulho se exibe
A vergonha se esconde
O orgulho busca ser visto
A vergonha busca passar despercebida
Mas não se deixe enganar,
as duas emoções fluem da mesma fonte
E as duas emoções te o mesmo efeito
Elas mantém você longe
do Pai celestial.
O orgulho diz: você é bom demais para Ele
A vergonha diz: você é ruim demais para Ele
O orgulho leva você para longe
A vergonha mantém você longe
Se o orgulho é aquilo que vem antes da queda,
a vergonha é aquilo que impede
você de se levantar após a queda.

ELE ESCOLHEU VOCÊ !

Max Lucado

Solange disse...

ah Carlos....

como gosto quando escreve o amor... aliás, gosto sempre de suas palavras, mas qdo é do amor que fala, toca lá dentro da gente...

estava com saudades !

beijo amigo querido !!!!

IT disse...

Estranha saudade,
que usa, abusa e
o faz escravo dela.
Envolvente e submissa
desnorteia o coração do poeta.

Uma saudade que dói de tanto querer!

IT

HSLO disse...

A saudade mata a gente moreno...demais.

abraços
de luz e paz

Hugo

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Carlos
Como diz a música " Saudade é coisa que dá e passa". A saudade é a ponte que nos mantêm ligados à pessoa amada.
Abração

rosa-branca disse...

Lindo meu amigo. Namorar com a saudade significa que alguém partiu mas vai voltar. Amar a saudade é pior...beijos com carinho

Endim Mawess disse...

que texto legal uma fofura como disse a Sandra

claudete disse...

O melhor do amor é esta saudade danada...A única que coisa ue se "mata" para continuar "vivendo" com a presença do ser amado. Muito poético e de alvo certo. Espero que esteja tudo bem em seu novo lugar. Beijos no coração.

Majoli disse...

Oi Carlos, reli suas últimas postagens, não vim antes pois aqui em casa teve uma onda de doença quase total, só o filho mais velho quem escapou dessa.
Começou como o de 12 anos, logo a seguir o de 11 anos e pra completar o quadro, sua amiga aqui está com pneumonia.
Graças a Deus estou melhor um pouco e hoje comecei a visitar alguns blogs.
Li as novidades de sua mudança, de se sentir só, de andar cheio de celulares.
Mas estou do lado de cá torcendo pra que o melhor aconteça com você meu amigo.
Que Deus ilumine seus passos, suas decisões e que tudo dê certo em sua vida profissional.
Beijos com carinho, desculpe-me mesmo por não ter vindo antes.

Anônimo disse...

Bom amar não é? Taí o motivo de tanta saudade! Beijos meu querido!

Barbara disse...

Ah...
Boa estratégia!

ONG: Tomai e cuidaI! "Eu vim para salvar o mundo e não para condená-lo". Jo 3,17 disse...

Seu poema me é um consolo, já que há duas semanas a danada se deita e acorda comigo.

Eduardo Medeiros disse...

"Ter saudade até que é bom..." rsssss

abraços

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
Estou comemorando um ano de blogue e recebendo os amigos e eu te considero um deles.

Beijinhos
Sonhadora

ValeriaC disse...

Carlos que lindo poema...maravilhoso...saudade que tanto maltrata amigo...
Beijos...
Valéria