ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

EXPLICANDO O POEMA ANTERIOR- ENCANTADO PELA VIDA


Explicando por que postei poema anterior ( DESENCANTO de Manuel Bandeira), sei que os amigos sabem como exponho e pode parecer que tenha postado num momento frágil. Pelo contrário, estou num momento muito forte. Postei porque Manuel Bandeira é um dos poetas que me fazem sonhar e eu trouxe uma coletânea dele enorme para me fazer companhia e estou descobrindo muito mais desse grande autor. Vi nesse poema, claro, guardadas as devidas proporções, um pouco de mim. Não na qualidade literária, quem sou eu, mas na intensidade que ele faz questão de frisar ... “escrevo versos como quem morre”. Porque escrever é isso. Como disse acima, estou num momento muito forte. Eu pareço até medroso, mas só pareço. Só que minhas armas são diferentes. São a humildade, simplicidade, paciência e até a displicência e com isso faço com que as pessoas gostem de mim. E com elas venci mais uma batalha, fui escolhido para ficar aqui, depois de uma concorrência com no mínimo umas cinco pessoas que vieram antes de mim. Me citaram os motivos pelo quais os outros não ficaram, coisas que eu jamais pratiquei ou praticarei, como arrogância, inércia, malandragem. Eu nem sabia, pensei que eu era o único candidato convidado e fui elogiado por isso. Eu fui apenas eu. Se não agradasse também, receberia os dias trabalhados, “fiquem com Deus”, e ia embora, mas não me corrompo no jeito de ser. O que tem a ver o poema DESENCANTO com isso? Tem muito porque na sequencia , li “À Sombra das Araucárias”, que manda aproveitar as oportunidades da vida, colher as frutas na beira da estrada, mas com sapiência. E depois, “Eu quero a estrela da manhã”, muito própria para a transição que estou passando e vou passar. O próprio autor desmente o título (DESENCANTO), ele só frisa o tempo todo o quanto intenso e verdadeiro ele é, o quanto a poesia lhe é importante. ‘Se for para não escrever nada, que se feche o livro de minha vida. Mas eu escrevo como quem morre. Eu escrevo em gemidos e é assim que eu sei viver’. Ela faz isso nas entrelinhas e eu modestamente “peguei” esse poema para mim. Porque eu também sou assim.
Não sei como essas coisas acontecem comigo. Alguns não acreditam, eu respeito, mas preciso contar, pois não é a primeira vez que algo do tipo acontece. Só hoje me lembrei que na semana retrasada, agora na verdade, não me lembro com muito detalhes, se sonhei, se li, ou se ouvi de alguém, mas uma mensagem voltou à minha mente hoje. A mensagem é essa: ‘Na semana que vem você se encontrará com alguém e esse encontro será muito importante para sua vida’. Só hoje, me dei conta disso e estou até agora rebuscando onde vi,ou li,ou ouvi ou se sonhei com isso. Para adiantar, não leio horóscopo. Nunca busquei coisas materiais como prioridade, pelo contrário, perdi algumas oportunidades, mas com o tempo elas foram acontecendo, foram caindo no meu colo sem eu pedir, eu até me esqueci delas. Vou repetir uma frase que eu repetia às pessoas nas fases mais difíceis de minha vida: “Alguém lá em cima gosta muito de mim”. Por isso peço que não me entendam mal na postagem anterior porque eu não estou em desencanto. Eu sou permanentemente encantado pela vida. Agora entendo porque minha mãe dizia quando eu ainda era pequeno. “O Carlos é um menino abençoado!”. Devo ser porque tive um tal sarampo preto ficando internado desde 1º mês de nascimento até os dois anos de idade, e dos quatro aos seis anos sofri com pneumonia e desinteria crônica e os médicos já estavam desistindo. Não é para estar encantado? Tudo que veio depois não foi nada, porque eu mesmo pequeno olhava minha mãe com fé e tinha fé também. E essa fé sempre veio junto a mim. Um texto mei o confuso, mas é um desabafo, um jeito diferente de dizer que estou feliz, porque eu também “es crevo versos como quem morre”.
Volto para GV na quarta e devo retornar para aqui talvez no dia 1º de outubro. Obrigado a todos!!!

13 comentários:

ValeriaC disse...

Querido amigo, estou chegando agora e li o poema anterior e em seguida este seu texto...fico imensamente feliz pelo seu momento de vida...voce é abençoado com certeza...Deus gosta muito de voce e todos nós seus amigos tambem...torcemos para que tudo dê certo na sua vida e voce seja feliz sempre...
Tenha um ótima semana amigo...beijos...
Valéria

PRECIOSA disse...

Tudo que queremos se lutar-mos para conseguir, conseguiremos
Sem puxar o tapete de ninguém.
Sem magoar quem tbm esta tentando o mesmo.
Parabéns, mais um degrau que sobes
A escada e grande, com certeza conseguira alcançar o podeo,,,
Abraços carinhoso
Boa sorte, que DEUS esteja msempre contigo
Preciosa Maria

o mar e a brisa do prazer de aprender disse...

Vai poeta ....nós estamos aqui sempre esperando vc. Abraços

Fatima disse...

Ótima semana meu amigo e um boa viagem!
bjs.

Pelos caminhos da vida. disse...

Um belo momento esse seu, vc mereceu.

beijooo.

HSLO disse...

Que maravilha amigo...
te desejo tudo de bom.

abraços

Sandra disse...

passando rapidamente...
abraços e tenha uma ótima semana!

claudete disse...

Fico feliz de verdade por você , saiba que o que move o mundo dos bons e abençoados é, antes de tudo ,a HUMILDADE, os que a possuem conseguem as "chaves" do reino, tudo chega por acréscimo e as verdadeiras amizades vem junto. Parabéns por esta vitória , pode esperar será acrescida de muitas coisas boas sucessivamente. Continue com o nosso poeta M.B.
Beijos no coração.

Secreta disse...

Confuso mas não dificil de entender. E que sintas feliz, isso é o importante!
Beijito.

Everson Russo disse...

Escrevo versos como quem morre,,,,é mais ou menos isso mesmo,,,é forte, as vezes parece que essa expressão é a ultima que daremos em versos....belo...abraços amigo e uma belissima semana pra ti.

CARLA FABIANE... disse...

querido, querido amigo!
você é um abençoado, e onde colocar estiver as bençãos de Deus, estará com você.
você é pura luz, e tem o título de filho amado, abençoado.
você merece tudo de lindo nessa vida!
beijos de admiração.

lusibero disse...

CARLOS SOARES: meus parabéns, querido!Não é preciso calcar os outros para subir na VIDA! Você é a prova disso, mas há tanta gente que "apunhala" pelas costas...
DEUS te abençoe, coração.
BEIJINHO DE
Mª ELISA

jefhcardoso disse...

Olá, Carlos! Sou Jefhcardoso e quero lhe convidar para ler em meu blog. Escrevo contos, poemas, crônicas... atualmente estou com um texto forte, “O Rei Dos Picaretas”, mas quando falei de amor foi com ternura, acredite [sorrio].

“Entre o sonho e a realidade eu prefiro a realidade que me permita sonhar” (Jefhcardoso)

http://jefhcardoso.blogspot.com