ESCREVER É DIVINO!

ESCREVER É DIVINO!
BONS TEMPOS EM QUE A GENTE PODIA VOAR. ERA MUITO BOM SER PASSARINHO.

CAMINHOS DE UM POETA

CAMINHOS DE UM POETA
Como é bom, rejuvenescedor e incentivador para o poeta, poder olhar para trás e ver toda a sua caminhada literária, lembrar das dificuldades, dos incentivos e da falta deles, da solidão de ser poeta e do diferencial que é ser poeta. Olhar para trás e ver tudo que semeou, ver uma estrada florida de poesias, e dizer: VALEU A PENA! O poeta vai vivendo, ponteando, oscilando, e nem se dá conta da bela estrada que escreveu. Talvez ele não tenha tempo porque o horizonte o chama, e o seu norte é... escrever... escrever... escrever. Olho hoje para trás... não foi fácil, mas também ninguém disse que seria. E eu sabia que não seria, ser poeta não é fácil, embora seja lindo. Contemplo a estrada que eu fiz, e digo com orgulho quase narcisista: Puxa... como é linda minha estrada!

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

ESPELHO MEU... MUITO MEU!



 
Se esse texto fosse uma música eu o chamaria: BALADA PARA 2013.
Hoje de manhã meu primeiro contato mental foi com Deus, na minha oração matinal. Meu primeiro contato verbal foi com o despertador, ele gritou no meu ouvido, e eu perguntei: “ Já? “ . E ele respondeu: “ Já! ”. A cama me abraçava como se fosse uma mulher, mas eu precisava ir. E os primeiros olhos que vi, foram os meus ... de frente com o espelho. Foi tão bom me ver assim tão natural, acordando, de cabelo atrapalhado, escova do lado da boca, sem óculos, algumas olheiras, sem o creme de rosto da noite, é dessa forma que devemos nos achar bonitos, sem as “maquiagens” do dia a dia. Foi então que senti uma vontade intensa de me abraçar... e o fiz. Fechei os olhos e abracei a mim mesmo, demoradamente, num silêncio total, viajei para dentro de mim, sem vontade de voltar, e pensei: “Puxa vida, como eu estava com saudades de mim!”. Passamos o tempo todo nos preocupando com o que dizem da gente, com o que o pensam, tentamos nos moldar à vontade alheia, submissos ao que não nos faz felizes, e acabamos nos esquecendo da gente mesmo. Olhei de novo para o espelho, e falei: “Espelho, espelho meu. Existe alguém mais EU do que eu?”. Ele respondeu. “Não! Ninguém é mais você do que você mesmo. E não é por egoísmo, é que ninguém vai se importar com você, se você mesmo não cuidar disso. Busque o amor, faça o amor, sonhe com o amor, mas antes de tudo... seja o amor. O coração é o nascedouro de tudo que ocorre na gente , para gente e pela gente, então que dele brote amor, amor próprio principalmente. Esqueça seu guru, você é o seu líder! Cresça na simplicidade, na humildade, pois só assim você mata os monstros que talvez um dia você mesmo criou dentro de você, temos facilidade para criar monstros e dificuldade para plantar flores, temos sede, mas não saciamos a sede do outro. Não existe felicidade sem mutualismo. Lembre-se... para que tudo seja possível... ame-se”. Já fiz essa viagem para dentro de mim outras vezes, e posso garantir que não é mesmo nada egoísta, pois cada vez que viajo ao meu EU, me aproximo mais das pessoas, porque trago coisas lindas de dentro de mim para entregá-las. A poesia é só uma delas, eu sou um universo de emoções, tudo em mim transcende, transborda, extrapola os limites físicos do Ser. Às vezes não sei muito lidar com isso, mas é assim que eu nasci, e eu não tenho muita intenção de mudar, foi assim que cheguei até aqui, com meu jeito tresloucado, distraído, mas nunca corrompido na minha verdadeira essência. Essência é tudo! Muito prazer, meu nome é Carlos!
==

Um texto de 2012 que serve para sempre.

5 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Texto maravilhoso. Amei.

Um beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

lua singular disse...

oi Carlos,
Eu levanto antes do meu marido tomo banho, passo um creme hidratante, batom vermelho roxeado e vou acordar meu marido e ele diz, mulher: como você é bonita, apesar de estar chegando aos setenta anos, aí ele levanta, etc...etc...kkk. Eu sou mineira.
Obrigada pelo carinho
Beijos
Lua Singular

Anne Lieri disse...

Oi Carlos! Nada como estar de bem com a gente, não é mesmo? Seu texto reflete isso, nos emociona, nos comove, nos faz sorrir tb! Desejo um 2017 com muita inspiração e alegrias pra vc! bjs

© Piedade Araújo Sol disse...

Carlos

um texto muito original.

Bom Ano!

beijinho

:)

Louraini Christmann - Lola disse...

Eu estou com saudade de mim.
E, por isso, me dei o tempo
pra ler teu texto.
Que bom!

abraço
Lola